REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

GABINETE DA SECRETÁRIA PARA A ADMINISTRAÇÃO E JUSTIÇA

Diploma:

Despacho da Secretária para a Administração e Justiça n.º 6/2019

BO N.º:

22/2019

Publicado em:

2019.6.3

Página:

1802-1804

  • Aprova os critérios da avaliação do Regime de Avaliação dos Serviços Públicos e do Desempenho Organizacional dos serviços e entidades públicas previstos no artigo 5.º do Anexo III do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007.

Versão Chinesa

Diplomas
relacionados
:
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007 - Cria na dependência da Secretária para a Administração e Justiça, a Comissão de Avaliação dos Serviços Públicos.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho da Secretária para a Administração e Justiça n.º 6/2019

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 64.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do artigo 5.º do Anexo III do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007, alterado e republicado integralmente pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2010 e com as alterações introduzidas pelos Despachos do Chefe do Executivo n.º 92/2016 e n.º 61/2019, a Secretária para a Administração e Justiça manda:

    1. São aprovados os critérios da avaliação do Regime de Avaliação dos Serviços Públicos e do Desempenho Organizacional dos serviços e entidades públicas previstos no artigo 5.º do Anexo III do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007, constantes do anexo ao presente despacho, do qual faz parte integrante.

    2. O presente despacho entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

    29 de Maio de 2019.

    A Secretária para a Administração e Justiça, Chan Hoi Fan.

    ———

    ANEXO

    Regime de Avaliação dos Serviços Públicos e do Desempenho Organizacional — Critérios de avaliação

    O Regime de Avaliação dos Serviços Públicos e do Desempenho Organizacional composto por duas partes é constituído por meios e resultados, totalizando 9 elementos. Os meios são o factor motriz para que os organismos concretizem o desempenho e os resultados são a demonstração concreta do desempenho organizacional.

    I. Meios

    1. Liderança

    A liderança é a demonstração da forma e capacidade do dirigente do Serviço de concretizar a visão e missão.

    Enquanto dirigente, deve estabelecer para o serviço uma meta clara e uniformizada. E, enquanto gestor, deve criar um ambiente que propicie a aspiração do Serviço e dos seus trabalhadores pela excelência na prossecução dos objectivos, assegurando a operacionalidade de um mecanismo de funcionamento adequado. O dirigente do Serviço presta apoio aos trabalhadores internos, garantindo uma relação eficaz com as parcerias de trabalho.

    2. Estratégia e Planeamento

    Os Serviços, para concretizarem a visão e missão, devem ter estratégias e métodos definidos para clarificar o rumo e metas, assim como os instrumentos de aferição do desempenho.

    A definição da estratégia deve basear-se no planeamento a médio e longo prazo do Governo da RAEM e nos objectivos de acção governativa, ponderando, simultaneamente, os recursos disponíveis, assim como os respectivos factores chaves. A estratégia deve transformar-se em objectivo de planeamento, viável e aferível, para que a qual seja executada eficazmente pelo Serviço. A gestão de processo e a orientação devem constituir partes integrantes do planeamento, o que é benéfico ao funcionamento do Serviço, assim como quando for necessário, pode proceder-se ao ajustamento e à alteração da estratégia e do planeamento.

    3. Recursos humanos

    Os trabalhadores constituem um factor importante na concretização da visão e dos objectivos estratégicos dos Serviços Públicos. Recorrendo os Serviços Públicos a métodos como gestão de pessoal, desenvolvimento de capacidades ou revelação de potencialidades dos trabalhadores, entre outros, aumentam as capacidades dos trabalhadores para apoiar na concretização das respectivas estratégias e planeamento, de modo que os procedimentos e os serviços funcionem com eficácia.

    4. Recursos das Parcerias

    Para além da colaboração dos trabalhadores, os Serviços ainda necessitam de coordenação conjunta das diversas parcerias de trabalho para concretizar as estratégias e as metas de trabalho.

    Para além dos utentes dos serviços, os fornecedores dos serviços ou produtos, os demais serviços públicos colaboradores, entre outros, também são parceiros importantes, e podem incentivar o Serviço a ter um bom desempenho para concretizar a estratégia e o plano anual de actividades.

    5. Fluxogramas e Gestão Inovadora

    No funcionamento diário dos Serviços existem diversos fluxogramas de serviços ou de trabalho, e cada fluxograma abrange uma série de etapas sequenciais. Essas etapas transformam os recursos aplicados em serviços (produção), criando impacto social (efeito).

    Relativamente ao serviço público, o respectivo fluxograma é composto, geralmente, por duas partes, a etapa do atendimento ao público, e a etapa das tarefas internas do Serviço.

    Proceder à recolha de opiniões e sugestões dos utentes dos serviços e do pessoal interno referentes ao fluxograma dos serviços públicos, orientando-se pelas suas opiniões para prosseguir com o aperfeiçoamento contínuo do fluxograma pode não só elevar o grau de satisfação dos serviços prestados, mas também aumentar a participação dos utentes dos serviços e dos trabalhadores na concepção do fluxograma, para concretizar o princípio de «ter por base a população».

    II. Resultados

    1. Resultados relativos aos trabalhadores

    Os Serviços, com base nas opiniões apresentadas pelos trabalhadores, aperfeiçoam a situação dos serviços prestados.

    2. Resultados orientados pelo público

    Os Serviços, com base nas informações apresentadas pelo público em relação aos resultados dos serviços prestados e dos dados do desempenho, aperfeiçoam os serviços prestados, elevando a respectiva qualidade.

    3. Resultados dos serviços de apoio

    Os Serviços Públicos devem efectuar uma avaliação integral dos serviços prestados, para satisfazer as necessidades dos diversos utentes dos serviços, e proporcionar o apoio adequado.

    4. Resultados do desempenho-chave

    Os Serviços, através da implementação do planeamento a médio e longo prazo, do plano anual da acção governativa do Governo da RAEM e das medidas-chave de gestão e de aperfeiçoamento dos serviços, demonstram o seu desempenho.


        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader