< ] ^ ] > ] 

    

[ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]


REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

GABINETE DA SECRETÁRIA PARA A ADMINISTRAÇÃO E JUSTIÇA

Diploma:

Despacho da Secretária para a Administração e Justiça n.º 22/2007

BO N.º:

38/2007

Publicado em:

2007.9.17

Página:

1463-1464

  • Aprova os critérios da avaliação da qualidade e eficiência dos serviços e entidades públicas previstos na alínea 1) do n.º 3 do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007.

Versão Chinesa

Diplomas
relacionados
:
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007 - Cria na dependência da Secretária para a Administração e Justiça, a Comissão de Avaliação dos Serviços Públicos.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • COMISSÃO DE AVALIAÇÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS E DO DESEMPENHO ORGANIZACIONAL - ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho da Secretária para a Administração e Justiça n.º 22/2007

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 64.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do n.º 2 do artigo 5.º do Anexo 1 do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007, a Secretária para a Administração e Justiça manda:

    1. São aprovados os critérios da avaliação da qualidade e eficiência dos serviços e entidades públicas previstos na alínea 1) do n.º 3 do Despacho do Chefe do Executivo n.º 69/2007, constantes do anexo ao presente despacho, do qual faz parte integrante.

    2. O presente despacho entra em vigor no dia seguinte à sua publicação.

    7 de Setembro de 2007.

    A Secretária para a Administração e Justiça, Florinda da Rosa Silva Chan.

    ———

    ANEXO

    Regime de Reconhecimento da Carta de Qualidade — Critérios da Avaliação

    1. Planeamento

    1.1 Definição de Visão, Missão e Valores

    O Serviço já definiu e divulgou a Visão, a Missão e os Valores? O respectivo conteúdo contém os valores claramente definidos e articula-se com as ideias de administração do Governo da RAEM? Aplica o pessoal a Visão, a Missão e os Valores na execução das funções diárias, encaminhando o organismo para o alcance eficaz dos objectivos definitivos?

    1.2 Planos e objectivos de trabalho

    O Serviço estabeleceu objectivos de curto e longo prazos para a implementação do Programa? Esses objectivos articulam-se com a Visão, a Missão e os Valores próprios e com os objectivos da acção governativa da RAEM? É suficiente a intervenção dos dirigentes em diferentes projectos? Os planos de trabalho concebidos de acordo com os objectivos focam todos os aspectos?

    1.3 Indicadores de qualidade de serviços: quanto à definição

    Como é a qualidade e a operacionalidade dos indicadores de qualidade de serviços divulgados pelo Serviço? Esses indicadores correspondem aos planos de actividades do Serviço e satisfazem as exigências das Linhas de Acção Governativa?

    2. Preparação e execução

    2.1 Comunicação Interna

    O mecanismo de comunicação resultante do Programa da Carta de Qualidade, estabelecido pelo Serviço, contribui para incentivar o pessoal a opinar sobre o Programa? Qual é a atitude dos dirigentes perante as opiniões apresentadas pelo pessoal?

    2.2 Formação

    O Serviço elaborou algum programa de formação adequado ao seu pessoal, tendo em conta as Linhas de Acção Governativa, a Visão, a Missão e os Valores e as necessidades do desenvolvimento do Programa da Carta de Qualidade, a fim de melhorar a qualidade dos serviços?

    2.3 Divulgação

    São suficientes e adequadas as medidas de divulgação do Programa da Carta de Qualidade? As medidas dão, aos destinatários de serviços, o acesso certo às informações do Serviço?

    2.4 Comunicação com os colaboradores

    Durante a implementação do Programa, o Serviço estabeleceu algum mecanismo de comunicação e cooperação com os colaboradores? O respectivo mecanismo contribui para a promoção da Carta de Qualidade inter-serviços?

    2.5 Serviço de atendimento de qualidade

    O serviço de atendimento prestado pelo Serviço obedece aos princípios de qualidade, igualdade e de «facilitar a vida do público»?

    2.6 Indicadores de qualidade de serviços: quanto à execução

    Os indicadores de qualidade de serviços e as respectivas informações são divulgados, de forma efectiva, aos destinatários? São fáceis de entender pelo público?

    3. Feedback

    3.1 Tratamento de queixas

    O mecanismo de tratamento de queixas estabelecido pelo Serviço é eficiente, eficaz, justo e transparente? Contribui para o melhoramento da qualidade de serviços?

    3.2 Recolha de opiniões dos destinatários de serviços

    O Serviço estabeleceu algum mecanismo para a recolha de opiniões dos destinatários? O mecanismo existente é suficiente quanto à justiça, transparência e capacidade de resposta? Trata com eficácia as opiniões do público e aproveita-as para melhorar a qualidade de serviços?

    3.3 Indicadores de qualidade de serviço: quanto à fiscalização

    O Serviço procedeu ao controlo e à revisão contínuos dos indicadores de qualidade de serviços?

    4. Melhoria contínua

    4.1 Melhoria contínua

    O Serviço revê periodicamente a situação de execução do Programa? Com base nos resultados da revisão, promove a qualidade de serviços, a fim de chegar ao objectivo de melhoria contínua?

    4.2 Indicadores de qualidade de serviço: quanto à melhoria

    Os indicadores de qualidade de serviço são melhorados de forma contínua?


    [ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

       

     < ] ^ ] > ] 

        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader