^ ] > ] 

    

[ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]


REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

GABINETE DO CHEFE DO EXECUTIVO

Diploma:

Aviso do Chefe do Executivo n.º 20/2007

BO N.º:

33/2007

Publicado em:

2007.8.15

Página:

6930-6950

  • Manda publicar a lista das pessoas singulares e das entidades afectadas pelas medidas impostas pelos n.os 13 e 15 da Resolução n.º 1596 (2005) do Conselho de Segurança das Nações Unidas, tal como actualizada à data de 29 de Março de 2007.

Versão Chinesa

Diplomas
relacionados
:
  • Aviso do Chefe do Executivo n.º 20/2005 - Manda publicar a Resolução n.º 1596 (2005), adoptada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, em 18 de Abril de 2005, relativa à situação na República Democrática do Congo.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • RESOLUÇÕES DO C. S. DAS NAÇÕES UNIDAS - DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE ASSUNTOS DE JUSTIÇA -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Aviso do Chefe do Executivo n.º 20/2007

    Considerando que o Governo Popular Central ordenou a aplicação na Região Administrativa Especial de Macau da Resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas n.º 1596 (2005), de 18 de Abril, relativa à situação na República Democrática do Congo, publicada no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau, II Série, n.º 44, de 3 de Novembro de 2005;

    Considerando ainda que, em 29 de Março de 2007, o Comité do Conselho de Segurança das Nações Unidas, estabelecido pela Resolução n.º 1533 (2004), procedeu a mais uma actualização da lista das pessoas singulares e das entidades afectadas pelas medidas impostas pelos n.os 13 e 15 da Resolução n.º 1596 (2005);

    Mais considerando que a lista com a presente redacção de 29 de Março de 2007 substitui as anteriores versões desta mesma lista, nomeadamente a versão de 14 de Dezembro de 2005, e integra as actualizações de 18 de Agosto de 2006 (documento SC/8816), de 6 de Fevereiro de 2007 (documento SC/8948) e de 29 de Março de 2007 (documento SC/8987);

    O Chefe do Executivo manda publicar, nos termos do n.º 1 do artigo 6.º da Lei n.º 3/1999 da Região Administrativa Especial de Macau, a parte útil da lista das pessoas singulares e das entidades afectadas pelas medidas impostas pelos n.os 13 e 15 da Resolução n.º 1596 (2005) do Conselho de Segurança, tal como actualizada à data de 29 de Março de 2007, na sua versão original em língua inglesa, com a respectiva tradução para as línguas chinesa e portuguesa.

    Promulgado em 3 de Agosto de 2007.

    O Chefe do Executivo, Ho Hau Wah.

    ———

    Gabinete do Chefe do Executivo, aos 7 de Agosto de 2007. — A Chefe do Gabinete, substituta, Brenda Cunha e Pires.


    LIST OF INDIVIDUALS AND ENTITIES SUBJECT TO THE MEASURES IMPOSED BY PARAGRAPHS 13 AND 15 OF SECURITY COUNCIL RESOLUTION 1596 (2005)

    (last updated on 29 March 2007)

    Last name First name Alias Date of birth / Place of birth Passport/ Identifying information Designation / Justification
    BWAMBALE Frank Kakolele Frank Kakorere

    Frank Kakorere
    Bwambale

        Former RCD-ML leader, exercising influence over policies and maintaining command and control over the activities of RCD-ML forces, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), responsible for trafficking of arms, in violation of the arms embargo.
    KAKWAVU
    BUKANDE
    Jérôme Jérôme
    Kakwavu
      Congolese

    Know as:
    “Commandant Jérôme”

    Former President of UCD/FAPC. FAPC’s control of illegal border posts between Uganda and the RDC – a key transit route for arms flow. As President of the FAPC, he exercises influence over policies and maintains command and control over the activities of FAPC forces, which have been involved in arms trafficking and, consequently, in violations of the arms embargo. Given the rank of General in the FARDC in December 2004.
    KATANGA Germain     Congolese

    Under house arrest in Kinshasa, from March 2005 for FRPI involvement in human rights abuses.

    FRPI Chief. Appointed General in the FARDC in December 2004. Involved in weapons transfers, in violation of the arms embargo.
    KISONI Kambale Dr. Kisoni 24 May 1961
    Mulashe, RDC
    Congolese

    Passport Number:
    C0323172

    Resident of Butembo.

    Gold trader, owner of Butembo Airlines and Congocom Trading House in Butembo.

    Kisoni participated in militia financing through gold trading (buying from FNI and selling to Uganda Commercial Impex (UCI Ltd) and smuggling across the DRC/Uganda border. Kisoni’s support of an illegal armed group (FNI) through a personal commercial relationship with NJABU (an individual already subject to sanctions under resolution 1596 (2005) is in breach of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005). 
    LUBANGA Thomas   Ituri Congolese

    Arrested in Kinshasa from March 2005 for UPC/L involvement in human rights abuses violations.

    President of the UPC/L, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in the trafficking of arms, in violation of the arms embargo.
    MANDRO Khawa
    Panga
    Kawa Panga

    Kawa Panga
    Mandro

    Kawa Mandro

    Yves Andoul
    Karim

    Mandro Panga Kahwa

    Yves Khawa Panga Mandro

    20 August 1973, Bunia Congolese

    Known as:
    “Chief Kahwa”

    “Kawa”

    Ex-President of PUSIC, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003) involved in arms trafficking, in violation of the arms embargo. In prison in Bunia since 04/05 for sabotage of the Ituri peace process.
    MPAMO Iruta
    Douglas
    Mpano

    Douglas Iruta
    Mpamo

    28 December 1965, Bashali, Masisi

    29 December 1965, Goma, DRC (formerly Zaire)

    Congolese
    Based in Goma
    Address: Bld Kanyamuhanga 52, Goma
    Owner/Manager of the Compagnie Aérienne des Grands Lacs and of Great Lakes Business Company, whose aircraft were used to provide assistance to armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003). Also responsible for disguising information on flights and cargo apparently to allow for the violation of the arms embargo.
    MUDACUMURA Sylvestre     Rwandan

    Known as:
    “Radja”
    “Mupenzi Bernard”
    “General Major Mupenzi”

    FDLR Commander on the ground, exercising influence over policies, and maintaining command and control over the activities of the FDLR forces, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in arms trafficking, in violation of the arms embargo.
    MURWANASHY-
    AKA
    Dr Ignace Ignace 14 May 1963, Butera
    (Rwanda)

    Ngoma, Butare (Rwanda)

    Rwandan

    Resident in Germany

    President of the FDLR, exercising influence over policies, and maintaining command and control over the activities of the FDLR forces, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in arms trafficking, in violation of the arms embargo.
    MUSONI Straton IO Musoni 6 April 1961
    (possibly 4 June 1961)
    Mugambazi, Kigali, Rwanda
    Based in Germany 1st vice-president of Forces Démocratiques de Libération du Rwanda (FDLR) in Europe. Through his leadership of FDLR, a foreign armed group operating in DRC, Musoni is impeding the disarmament and voluntary repatriation of resettlement of combatants belonging to those groups, in breach of resolution 1649 (2005).
    MUTEBUTSI Jules Jules Mutebusi

    Jules Mutebuzi

    South Kivu Congolese (South Kivu)

    Currently detained in Rwanda
    Known as:
    “Colonel Mutebutsi”

    Former FARDC Deputy Military Regional Commander of the 10th MR in April 2004, dismissed for indiscipline and joined forces with other renegade elements of former RCD-G to take town of Bukavu in May 04 by force. Implicated in the receipt of weapons outside of FARDC structures and provision of supplies to armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in arms trafficking, in violation of the arms embargo.
    NGUDJOLO Matthieu, Cui Cui Ngudjolo   “Colonel” or “General” FNI Chief of Staff and former Chief of Staff of the FRPI, exercising influence over policies and maintaining command and control the activities FRPI forces, one of armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), responsible for trafficking of arms, in violation of the arms embargo. Arrested by MONUC in Bunia in October 2003.
    NJABU Floribert
    Ngabu
    Floribert Njabu

    Floribert Ndjabu

    Floribert Ngabu
    Ndjabu

      Arrested and placed under house arrest in Kinshasa from March 2005 for FNI involvement in human rights abuses. President of FNI, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in the trafficking of arms, in violation of the arms embargo.
    NKUNDA Laurent Laurent Nkunda
    Bwatare

    Laurent
    Nkundabatware

    Laurent Nkunda
    Mahoro Batware

    Laurent Nkunda Batware

    6 February 1967

    North Kivu/ Rutshuru

    2 February 1967

    Congolese

    Currently unlocated.
    Sightings in Rwanda and Goma.

    Known as:
    “General Nkunda”

    Former RCD-G General. Joined forces with other renegade elements of former RCD-G to take Bukavu in May 04 by force. In receipt of weapons outside of FARDC in violation of the arms embargo.

    Founder, National Congress for the People’s Defense, 2006; Senior Officer, Rally for Congolese Democracy – Goma (RCD-G), 1998-2006; Officer Rwandan Patriotic Front (RPF), 1992-1998.

    NYAKUNI James     Ugandan Trade partnership with Commandant Jérôme, particularly smuggling across the DRC/Uganda border, including suspected smuggling of weapons and military material in unchecked trucks. Violation of the arms embargo and provision of assistance to armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), including financial support that allows them to operate militarily.
    OZIA MAZIO Dieudonné Ozia Mazio 6 June 1949, Ariwara Congolese

    Known as:

    “Omari”

    “Mr. Omari”

    President of FEC in Aru territory. Financial schemes with Commandant Jérôme and FAPC and smuggling across the DRC/Uganda border, allowing supplies and cash to be made available to Commandant Jérôme and his troops. Violation of the arms embargo, including by providing assistance to armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003).
    TAGANDA Bosco Bosco Ntaganda

    Bosco Ntagenda

      Congolese

    Know as:
    “Terminator”
    “Major”

    UPC/L military commander, exercising influence over policies and maintaining command and control over activities of the UPC/L, one of the armed groups and militias referred to in paragraph 20 of Res. 1493 (2003), involved in the trafficking of arms, in violation of the arms embargo. He was appointed General in the FARDC in December 2004 but refused to accept the promotion, therefore remaining outside of the FARDC.
    BUTEMBO AIRLINES (BAL)     Butembo, DRC Privately-owned airline, operates out of Butembo Kambale Kisoni used his airline to transport FNI gold, rations and weapons between Mongbwalu and Butembo. This constitutes ‘provision of assistance’ to illegal armed groups in breach of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005).
    CONGOCOM TRADING HOUSE     Butembo, DRC
    Tel: +253 (0) 99 983 784
    Gold trading house in Butembo CONGOCOM is owned by Kambale Kisoni. Kisoni acquires almost all the gold production in the Mongbwalu district, which is controlled by the FNI. The FNI derive substantial income from taxes imposed on this production. This constitutes ‘provision of assistance’ to illegal armed groups in breach of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005).
    COMPAGNIE AÉRIENNE DES GRANDS LACS (CAGL)

    GREAT LAKES BUSINESS COMPANY (GLBC)

        CAGL
    Avenue Président Mobutu Goma, DRC (CAGL also has an office in Gisenyi, Rwanda)
    GLBC, PO Box 315, Goma, DRC (GLBC also has an office in Gisenyi, Rwanda)
      CAGL and GLBC are companies owned by Douglas MPAMO, an individual already subject to sanctions under resolution1596 (2005). CAGL and GLBC were used to transport arms and ammunition in violation of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005).
    MACHANGA     Kampala, Uganda Gold Export Company in Kampala (Director: Mr. Rajua) MACHANGA bought gold through a regular commercial relationship with traders in the DRC tightly linked to militias. This constitutes ‘provision of assistance’ to illegal armed groups in breach of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005).
    TOUS POUR LA PAIX ET LE DEVELOPPEMENT
    (NGO)
      TPD Goma, North Kivu   Implicated in violation of the arms embargo, by providing assistance to RCD-G, particularly in supplying trucks to transport arms and troops, and also by transporting weapons to be distributed to parts of the population in Masisi and Rutshuru, North Kivu, in early 2005.
    UGANDA
    COMMERCIAL
    IMPEX (UCI) LTD
        Kakoja Street, Kisemente, Kampala, Uganda
    Tel: +256 41 533 578/9;

    Alternative address: PO Box 22709
    Kampala, Uganda

    Gold export company in Kampala UCI bought gold through a regular commercial relationship with traders in the RDC tightly linked to militias. This constitutes ‘provision of assistance’ to illegal armed groups in breach of the arms embargo of resolutions 1493 (2003) and 1596 (2005).

    LISTA DAS PESSOAS SINGULARES E DAS ENTIDADES AFECTADAS PELAS MEDIDAS IMPOSTAS PELOS N.os 13 E 15 DA RESOLUÇÃO N.º 1596 (2005) DO CONSELHO DE SEGURANÇA

    (actualizada em 29 de Março de 2007)

    Apelido Nome Também conhecido por Data e local de nascimento Passaporte / Informação identificadora Designação / Justificação
    BWAMBALE Frank Kakolele Frank Kakorere

    Frank Kakorere
    Bwambale

        Antigo líder do RCD-ML, exercendo influência sobre as políticas e mantendo o comando e o controlo das actividades das forças do RCD-ML, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), responsável por tráfico de armas, em violação do embargo de armas.
    Kakwavu
    Bukande
    Jérôme Jérôme
    Kakwavu
      Congolês

    Conhecido por:
    “Comandante Jérôme”

    Antigo presidente do UCD/FAPC. Controlo das FAPC dos postos fronteiriços ilegais entre o Uganda e a RDC – uma rota chave para o tráfico de armas. Enquanto presidente das FAPC, exerceu influência sobre as políticas e manteve o comando e o controlo sobre as actividades das forças das FAPC que estiveram envolvidas no tráfico de armas e, consequentemente, em violações do embargo de armas. Foi-lhe atribuída a patente de general das FARDC, em Dezembro de 2004.
    KATANGA Germain     Congolês

    Em prisão domiciliária em Kinshasa, desde Março de 2005 pelo envolvimento da FRPI em abusos dos direitos humanos.

    Chefe da FRPI. Nomeado general das FARDC, em Dezembro de 2004. Envolvido no transporte de armas, em violação do embargo de armas.
    KISONI Kambale Dr. Kisoni 24.05.1961,
    Mulashe, RDC
    Congolês

    Passaporte n.º:
    C0323172

    Residente em Butembo.
    Negociante de ouro, proprietário da “Butembo Airlines” e da “Congocom Trading House” em Butembo.

    Kisoni participou no financiamento de milícias através dos negócios em ouro (comprando à FNI e vendendo à “Uganda Commercial Impex (UCI Ltd)” e fazendo contrabando na fronteira entre a RDC e o Uganda. Kisoni deu apoio a um grupo armado ilegal (FNI) através de uma relação comercial pessoal que mantém com NJABU (um indivíduo já sujeito a sanções ao abrigo da Resolução n.º 1596 (2005)), viola o embargo de armas ao abrigo das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).
    LUBANGA Thomas   Ituri Congolês

    Preso em Kinshasa desde Março de 2005 pelo envolvimento da UPC/L no abuso e violação dos direitos humanos.

    Presidente do UPC/L, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), envolvido no tráfico de armas, em violação do embargo de armas.
    MANDRO Khawa
    Panga
    Kawa Panga

    Kawa Panga
    Mandro

    Kawa Mandro

    Yves Andoul
    Karim

    Mandro Panga Kahwa

    Yves Khawa Panga Mandro

    20.08.1973
    Bunia
    Congolês

    Conhecido por:
    “Chefe Kahwa”
    “Kawa”

    Ex-Presidente do PUSIC, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), envolvido no tráfico de armas, em violação do embargo de armas. Preso na Bunia desde Abril de 2005 por sabotagem ao processo de paz no Ituri.
    MPAMO Iruta
    Douglas
    Mpano

    Douglas Iruta Mpamo

    28.12.1965,
    Bashali, Masisi

    29.12.1965,
    Goma, RDC (antigo Zaire)

    Congolês

    Com base em Goma
    Morada:
    Bld Kanyamuhanga 52, Goma

    Dono / Administrador da “Compagnie Aérienne des Grands Lacs”e da “Great Lakes Business Company” cujas aeronaves foram utilizadas para prestar assistência aos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003). Também responsável pela dissimulação de informação sobre voos e carga, aparentemente, para permitir a violação do embargo de armas.
    MUDACUMURA Sylvestre     Ruandês

    Conhecido por:
    “Radja”

    “Mupenzi Bernard”

    “Major-
    General Mupenzi”

    Comandante das FDLR no terreno, exercendo influência sobre as políticas e mantendo o comando e o controlo sobre as actividades das FDLR, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), envolvido no tráfico de armas, em violação do embargo de armas.
    MURWANASHY-AKA Dr Ignace Ignace 14.05.1963,
    Butera
    (Ruanda)

    Ngoma,
    Butare
    (Ruanda)

    Ruandês
    Residente na Alemanha
    Presidente das FDLR, exercendo influência sobre as políticas e mantendo o controlo sobre as actividades das FDLR, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), envolvido no tráfico de armas, em violação do embargo de armas.
    MUSONI Straton IO Musoni 06.04.1961
    (Provavelmente 04.06.1961)
    Mugambazi, Kigali, Ruanda
    Com base na Alemanha 1.º Vice-presidente das FDLR na Europa. Através da sua liderança das FDLR, um grupo armado estrangeiro que opera na RDC, Musoni está a impedir o desarmamento e o repatriamento voluntário ou a recolocação dos combatentes pertencentes esses grupos, em violação da Resolução n.º 1649 (2005).
    MUTEBUTSI Jules Jules Mutebusi

    Jules Mutebuzi

    Kivu do Sul Congolês (Kivu do Sul)

    Actualmente detido no Ruanda

    Conhecido por: “Coronel Mutebutsi”

    Antigo vice- comandante militar regional do 10.ª RM das FARDC. Em Abril de 2004, foi demitido por indisciplina, tendo-se aliado a outros elementos renegados do antigo RCD-G para tomar à força a cidade de Bukavu, em Maio de 2004. Envolvido na recepção de armas fora das estruturas das FARDC e no fornecimento de provisões para grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), em violação ao embargo de armas.
    NGUDJOLO Matthieu, Cui Cui Ngudjolo   “Coronel” ou “General” Chefe do Estado-Maior do FNI e antigo chefe do Estado-Maior da FRPI, exercendo influência sobre as políticas e mantendo o comando e o controlo das actividades das forças da FRPI, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), responsáveis pelo tráfico de armas, em violação do embargo de armas. Preso pela MONUC, na Bunia, em Outubro de 2003.
    NJABU Floribert Ngabu Floribert Njabu

    Floribert Ndjabu

    Floribert Ngabu
    Ndjabu

      Preso e colocado em prisão domiciliária em Kinshasa, desde Março de 2005, pelo envolvimento do FNI no abuso de direitos humanos. Presidente do FNI, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), em violação do embargo de armas.
    NKUNDA Laurent Laurent Nkunda
    Bwatare

    Laurent
    Nkundabatware

    Laurent Nkunda
    Mahoro Batware

    Laurent Nkunda Batware

    06.02.1967

    Kivu do Norte/ Rutshuru

    02.02.1967

    Congolês

    Paradeiro actualmente desconhecido.

    Foi visto no Ruanda e em Goma.

    Conhecido por:
    “General Nkunda”

    Antigo general do RCD-G. Aliou-se a outros elementos renegados do antigo RCD-G para tomar Bukavu à força, em Maio de 2004. Receptor de armas fora das FARDC, em violação do embargo de armas.

    Fundador, Congresso Nacional para a Defesa do Povo, 2006; Funcionário principal, Reagrupamento para a Democracia Congolesa – Goma (RCD-G), 1998-2006; Funcionário da Frente Patriótica do Ruanda (RPF), 1992-1998.

    NYAKUNI James     Ugandês Negócios com o Comandante Jérôme, nomeadamente, contrabando na fronteira entre a RDC e o Uganda, incluindo suspeitas de contrabando de armas e material militar em camiões não inspeccionados. Violação do embargo de armas e apoio a grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), incluindo apoio financeiro que lhes permite operarem militarmente.
    OZIA MAZIO Dieudonné Ozia Mazio 06.06.1949
    Ariwara
    Congolês

    Conhecido por:
    “Omari”
    “Sr. Omari”

    Presidente do FEC no território de Aru. Esquemas financeiros com o Comandante Jérôme e com as FAPC e contrabando entre a fronteira entre a RDC e o Uganda, permitindo disponibilizar mercadorias e dinheiro para o Comandante Jérôme e suas tropas. Violação do embargo de armas, incluindo o apoio a grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003).
    TAGANDA Bosco Bosco Ntaganda

    Bosco Ntagenda

      Congolês

    Conhecido por:
    “Terminator”
    “Major”

    Comandante militar, do UPC/L, exercendo influência sobre as políticas e mantendo o comando e o controlo sobre as actividades do UPC/L, um dos grupos armados e milícias referidos no n.º 20 da Resolução n.º 1493 (2003), envolvido no tráfico de armas, em violação do embargo de armas. Foi nomeado general das FARDC, em Dezembro de 2004, mas recusou-se a aceitar a promoção, permanecendo, assim, fora das FARDC.
    BUTEMBO AIRLINES (BAL)     Butembo, RDC Companhia aérea privada, opera a partir de Butembo Kambale Kisoni utilizou a sua companhia aérea para transportar ouro, rações e armas da FNI entre Mongbwalu e Butembo. Tal facto constitui “prestação de assistência” a grupos ilegais armados em violação do embargo de armas das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).
    CONGOCOM TRADING HOUSE     Butembo, RDC
    Tel:
    +253 (0)
    99 983 784
    Casa de comércio de ouro em Butembo A CONGOCOM é propriedade de Kambale Kisoni. Kisoni adquire quase toda a produção de ouro no distrito de Mongbwalu, que é controlado pela FNI. Grande parte do rendimento da FNI provém de impostos sobre estes produtos. Tal facto constitui “prestação de assistência” a grupos ilegais armados em violação do embargo de armas das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).
    COMPAGNIE AÉRIENNE DES GRANDS LACS (CAGL)

    GREAT LAKES BUSINESS COMPANY (GLBC)

        CAGL
    Avenida do Presidente Mobutu Goma, RDC (a CAGL tem também escritório em Gisenyi, Ruanda)

    GLBC, Caixa Postal n.º 315, Goma, RDC (a GLBC tem também escritório em Gisenyi, Ruanda)

      A CAGL e a GLBC são companhias controladas por Douglas MPAMO, um indivíduo já sujeito a sanções ao abrigo da Resolução n.º 1596 (2005). A CAGL e a GLBC foram utilizadas para transportar armas e munições em violação do embargo de armas das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).
    MACHANGA     Kampala, Uganda Companhia de exportação de ouro em Kampala (Director: Sr. Rajua) A MACHANGA adquiriu ouro através de uma relação comercial regular com comerciantes na RDC estreitamente ligados a milícias. Tal facto constitui “uma prestação de assistência” a grupos ilegais armados em violação do embargo de armas das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).
    TODOS PELA PAZ E PELO DESENVOLVI- MENTO (ONG)   TPD Goma, Kivu do Norte   Envolvido na violação do embargo de armas através da prestação de assistência ao RCD-G, especialmente no abastecimento de camiões para o transporte de armas e tropas e, também, através do transporte de armas para serem distribuídas a partes da população em Masisi e Rutshuru, Kivu do Norte, no início de 2005.
    UGANDA

    COMMERCIAL

    IMPEX (UCI) LTD

        Kakoja Street, Kisemente, Kampala, Uganda

    Tel:
    +256 41 533 578/9;
    Morada alternativa:

    Caixa Postal 22709
    Kampala, Uganda

    Companhia de exportação de ouro, Kampala A UCI adquiriu ouro através de uma relação comercial regular com comerciantes na RDC, estreitamente ligados a milícias. Tal facto constitui “prestação de assistência” a grupos ilegais armados em violação do embargo de armas das Resoluções n.º 1493 (2003) e n.º 1596 (2005).

    [ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

       

     ^ ] > ] 

        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader