REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

GABINETE DO SECRETÁRIO PARA A SEGURANÇA

Diploma:

Despacho do Secretário para a Segurança n.º 43/2001

BO N.º:

29/2001

Publicado em:

2001.7.18

Página:

3380

  • Atribui a menção de mérito excepcional a um investigador principal da Polícia Judiciária.

Versão Chinesa

Categorias
relacionadas
:
  • POLÍCIA JUDICIÁRIA - MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 43/2001

    Menção de Mérito Excepcional

    Armando Lopes Monteiro, investigador principal, em exercício da função pública desde Novembro de 1985, encontra-se a chefiar um grupo de investigação, da Secção Central de Investigação e Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária.

    Este investigador principal, com o seu alto nível de profissionalismo, tem vindo a coadjuvar de forma activa o inspector da respectiva Secção no decurso de investigação criminal, o que possibilitou os êxitos notáveis alcançados pela mesma Secção, sendo ainda de salientar a resolução por esta subunidade orgânica da Polícia Judiciária, de grande número de processos ligados a estupefacientes. É de realçar que a mesma Secção conseguiu, somente no período compreendido entre o último ano e Abril do corrente, a detenção de mais de 600 traficantes e consumidores de droga, e a apreensão de mais de 20 mil gramas de estupefacientes de diversas espécies. E no decurso de investigação respeitante aos crimes supracitados, este investigador principal mostrou forte empenho, desempenhando assim um papel importante, tanto no combate à criminalidade ligada a estupefacientes, como na garantia da segurança pública. Para além do mais, Armando Lopes Monteiro, sendo o chefe de um grupo de investigação da mesma Secção, tem prestado aquando da investigação de casos mediáticos, coadjuvação activa a outras subunidades orgânicas desta Polícia, o que resultou na descoberta de certos crimes desse género.

    Armando Lopes Monteiro, com o seu empenho, profissionalismo e abnegação, seriedade, que tem manifestado no desempenho das funções que lhe foram distribuídas, tem vindo a influenciar de forma positiva os colegas desta Polícia, o que lhe granjeou o elogio e respeito de todos quantos com ele privaram.

    Nestes termos, sob proposta do respectivo director, e ao abrigo do disposto no n.º 1 e alínea a) do n.º 2 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 27/98/M, de 29 de Junho, atribuo ao investigador principal, Armando Lopes Monteiro, a Menção de Mérito Excepcional e reduzo-lhe um ano no tempo de serviço para efeitos de acesso à categoria de subinspector.

    5 de Julho de 2001.

    O Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

    Diploma:

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 44/2001

    BO N.º:

    29/2001

    Publicado em:

    2001.7.18

    Página:

    3380

    • Atribui a menção de mérito excepcional a um investigador principal da Polícia Judiciária.

    Versão Chinesa

    Categorias
    relacionadas
    :
  • POLÍCIA JUDICIÁRIA - MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 44/2001

    Menção de Mérito Excepcional

    O investigador principal da Polícia Judiciária, Armando Jorge da Silva, entrou na função pública desde Março de 1973, e encontrando-se destacado no Subgabinete da Interpol é responsável pela comunicação e coordenação com os órgãos de investigação criminal da China Continental.

    Ao longo dos anos em que se encontra ao serviço desta Polícia, revelou sempre uma entrega e dedicação no trabalho de coordenação com os órgãos de investigação criminal da China Continental, manifestando, também, total disponibilidade e empenho, um elevado sentido de responsabilidade e espírito de grande sacrifício, em todas as actividades policiais desenvolvidas, tendo em apreço o seu carácter amistoso, a seriedade com que sempre encarou as suas funções, bem como a sua facilidade de diálogo e de relacionamento pessoal, o que contribuiu, de forma decisiva, não só para o reforço de comunicação com os respectivos órgãos na China, o estreitamento de intercâmbio e cooperação mútua, mas também a troca de informações e perseguição de arguidos.

    Realçando a sua colaboração prestada na descoberta de alguns casos mediáticos, o investigador Armando Jorge da Silva tem-se empenhado, a todo o tempo, com abnegação para manter uma comunicação estreita e para promover a troca de informações com os órgãos da segurança pública na China, contribuindo para o êxito obtido na resolução dos casos.

    Nestes termos, sob proposta do director da Polícia Judiciária, e ao abrigo do disposto no n.º 1 e alínea a) do n.º 2 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 27/98/M, de 29 de Junho, atribuo ao investigador principal, Armando Jorge da Silva, a Menção de Mérito Excepcional e reduzo-lhe um ano no tempo de serviço para efeitos de acesso à categoria de subinspector.

    5 de Julho de 2001.

    O Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

    Diploma:

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 45/2001

    BO N.º:

    29/2001

    Publicado em:

    2001.7.18

    Página:

    3381

    • Atribui a menção de mérito excepcional a um investigador principal da Polícia Judiciária.

    Versão Chinesa

    Categorias
    relacionadas
    :
  • POLÍCIA JUDICIÁRIA - MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 45/2001

    Menção de Mérito Excepcional

    O investigador principal da Polícia Judiciária, Pedro Miguel Campos, em exercício de funções públicas desde Novembro de 1986, encontra-se actualmente a chefiar um grupo de investigação da Secção Central de Combate ao Roubo da Polícia Judiciária.

    Pedro Miguel Campos presta colaboração ao inspector desta Secção na investigação com o seu conhecimento profissional e com uma atitude de trabalho de seriedade, dando orientação e apoio aos novos colegas com paciência e sinceridade. Desde o ano passado até Abril do corrente ano, a Secção Central de Combate ao Roubo conseguiu deter mais de 200 indivíduos, envolvidos em casos de crime de roubo organizado, sequestro, detenção de armas proibidas e substâncias explosivas de forma organizada, extorsão, bem como crimes de ofensa grave à integridade física e de furto qualificado, etc., de salientar os crimes mediáticos de que chamaram a atenção dos cidadãos de Macau, tais como casos de assalto à mão armada de ourivesarias, roubos de fio de ouro, fogo posto em série, extorsão a proprietários de loja, roubo de armas para assaltos, roubo de turistas da China Continental em hotéis do centro da cidade de Macau, etc. Como chefe de grupo de investigação, o investigador desempenha um papel muito importante na investigação dos casos atrás referenciados, e contribui muito, com a sua actuação e responsabilidade, para o combate à criminalidade e manutenção da tranquilidade social.

    A atitude de trabalho do investigador Pedro Miguel Campos, com rigor e elevado espírito profissional, bem como a entrega e responsabilidade demonstradas no desempenho do trabalho e tarefas são considerados exemplares. Este comportamento, além de criar um dinamismo e entrega dos investigadores sob a sua orientação, também deixa uma boa influência para o pessoal de outras secções desta Polícia, provocando um impulso no trabalho. Pelo exposto, o mesmo conquistou o respeito e elogio dos seus colegas.

    Nestes termos, sob proposta do director da Polícia Judiciária, e ao abrigo do disposto no n.º 1 e alínea a) do n.º 2 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 27/98/M, de 29 de Junho, atribuo ao investigador principal, Pedro Miguel Campos, a Menção de Mérito Excepcional e reduzo-lhe um ano no tempo de serviço para efeitos de acesso à categoria de subinspector.

    5 de Julho de 2001.

    O Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

    Diploma:

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 46/2001

    BO N.º:

    29/2001

    Publicado em:

    2001.7.18

    Página:

    3382

    • Atribui a menção de mérito excepcional a um investigador principal da Polícia Judiciária.

    Versão Chinesa

    Categorias
    relacionadas
    :
  • POLÍCIA JUDICIÁRIA - MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 46/2001

    Menção de Mérito Excepcional

    O investigador principal da Polícia Judiciária, Suen Kam Fai, em exercício de funções públicas desde Junho de 1994, encontra-se actualmente a chefiar um grupo de investigação da Secção Central de Combate ao Roubo da Polícia Judiciária.

    Suen Kam Fai presta colaboração ao inspector desta Secção na investigação com o seu conhecimento profissional e com uma atitude de trabalho de seriedade, dando orientação e apoio aos novos colegas com paciência e sinceridade. Desde o ano passado até Abril do corrente ano, a Secção Central de Combate ao Roubo conseguiu deter mais de 200 indivíduos, envolvidos em casos de crime de roubo organizado, sequestro, detenção de armas proibidas e substâncias explosivas de forma organizada, extorsão, bem como crimes de ofensa grave à integridade física e de furto qualificado, etc., de salientar os crimes mediáticos de que chamaram a atenção dos cidadãos de Macau, tais como casos de assalto à mão armada de ourivesarias, roubos de fio de ouro, fogo posto em série, extorsão a proprietários de loja, roubo de armas para assaltos, roubo de turistas da China Continental em hotéis do centro da cidade de Macau, etc. Como chefe de grupo de investigação, o investigador desempenha um papel muito importante na investigação dos casos atrás referenciados, e contribui muito, com a sua actuação e responsabilidade, para o combate à criminalidade e manutenção da tranquilidade social.

    A atitude de trabalho do investigador Suen Kam Fai, com rigor e elevado espírito profissional, bem como a entrega e responsabilidade demonstradas no desempenho do trabalho e tarefas são considerados exemplares. Este comportamento, além de criar um dinamismo e entrega dos investigadores sob a sua orientação, também deixa uma boa influência para o pessoal de outras secções desta Polícia, provocando um impulso no trabalho. Pelo exposto, o mesmo conquistou o respeito e elogio dos seus colegas.

    Nestes termos, sob proposta do director da Polícia Judiciária, e ao abrigo do disposto no n.º 1 e alínea a) do n.º 2 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 27/98/M, de 29 de Junho, atribuo ao investigador principal, Suen Kam Fai, a Menção de Mérito Excepcional e reduzo-lhe um ano no tempo de serviço para efeitos de acesso à categoria de subinspector.

    5 de Julho de 2001.

    O Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

    Diploma:

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 47/2001

    BO N.º:

    29/2001

    Publicado em:

    2001.7.18

    Página:

    3383

    • Atribui a menção de mérito excepcional a um investigador principal da Polícia Judiciária.

    Versão Chinesa

    Categorias
    relacionadas
    :
  • POLÍCIA JUDICIÁRIA - MEDALHAS E TÍTULOS HONORÍFICOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Secretário para a Segurança n.º 47/2001

    Menção de Mérito Excepcional

    O investigador principal da Polícia Judiciária, Vong Peng Kuai, em exercício de funções públicas desde Agosto de 1988, encontra-se actualmente a chefiar um grupo de investigação da Secção Central de Combate ao Roubo da Polícia Judiciária.

    Vong Peng Kuai presta colaboração ao inspector desta Secção na investigação com o seu conhecimento profissional e com uma atitude de trabalho de seriedade, dando orientação e apoio aos novos colegas com paciência e sinceridade. Desde o ano passado até Abril do corrente ano, a Secção Central de Combate ao Roubo conseguiu deter mais de 200 indivíduos, envolvidos em casos de crime de roubo organizado, sequestro, detenção de armas proibidas e substâncias explosivas de forma organizada, extorsão, bem como crimes de ofensa grave à integridade física e de furto qualificado, etc., de salientar os crimes mediáticos de que chamaram a atenção dos cidadãos de Macau, tais como casos de assalto à mão armada de ourivesarias, roubos de fio de ouro, fogo posto em série, extorsão a proprietários de loja, roubo de armas para assaltos, roubo de turistas da China Continental em hotéis do centro da cidade de Macau, etc. Como chefe de grupo de investigação, o investigador desempenha um papel muito importante na investigação dos casos atrás referenciados, e contribui muito, com a sua actuação e responsabilidade, para o combate à criminalidade e manutenção da tranquilidade social.

    A atitude de trabalho do investigador Vong Peng Kuai, com rigor e elevado espírito profissional, bem como a entrega e responsabilidade demonstradas no desempenho do trabalho e tarefas são considerados exemplares. Este comportamento, além de criar um dinamismo e entrega dos investigadores sob a sua orientação, também deixa uma boa influência para o pessoal de outras secções desta Polícia, provocando um impulso no trabalho. Pelo exposto, o mesmo conquistou o respeito e elogio dos seus colegas.

    Nestes termos, sob proposta do director da Polícia Judiciária, e ao abrigo do disposto no n.º 1 e alínea a) do n.º 2 do artigo 42.º do Decreto-Lei n.º 27/98/M, de 29 de Junho, atribuo ao investigador principal, Vong Peng Kuai, a Menção de Mérito Excepcional e reduzo-lhe um ano no tempo de serviço para efeitos de acesso à categoria de subinspector.

    5 de Julho de 2001.

    O Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá.

    ———

    Gabinete do Secretário para a Segurança, aos 18 de Julho de 2001. - O Chefe do Gabinete, Vong Chun Fat.


        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader