Número 39
II
SÉRIE

Quarta-feira, 27 de Setembro de 2000

REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

Avisos e anúncios oficiais

GABINETE DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Listas

Classificativa do único candidato ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de um lugar de adjunto-técnico principal, 1.º escalão, do grupo de pessoal técnico-profissional do quadro de pessoal do Gabinete de Comunicação Social, cujo anúncio foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 32, II Série, de 9 de Agosto de 2000:

Candidato aprovado: valores

Wong Man Fu 8,05

Nos termos do artigo 68.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, o candidato pode interpor recurso da presente lista, no prazo de dez dias úteis, contados da data da sua publicação.

(Homologada por despacho de S. Ex.ª o Chefe do Executivo, de 14 de Setembro de 2000).

Gabinete de Comunicação Social, aos 7 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Ho Wai Heng, aliás Ho Waey Heng.

Vogais: Au Son Wa; e

Mário Augusto do Rosário.

———

Classificativa do único candidato ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de um lugar de técnico auxiliar principal, 1.º escalão, do grupo de pessoal técnico-profissional do quadro de pessoal do Gabinete de Comunicação Social, cujo anúncio foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 32, II Série, de 9 de Agosto de 2000:

Candidato aprovado: valores

Frederico Alberto Mendonça da Rosa 7,66

Nos termos do artigo 68.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, o candidato pode interpor recurso da presente lista, no prazo de dez dias úteis, contados da data da sua publicação.

(Homologada por despacho de S. Ex.ª o Chefe do Executivo, de 14 de Setembro de 2000).

Gabinete de Comunicação Social, aos 7 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Ho Wai Heng, aliás Ho Waey Heng.

Vogais: Au Son Wa; e

Mário Augusto do Rosário.

———

Classificativa do único candidato ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de um lugar de fotógrafo e operador de meios audiovisuais principal, 1.º escalão, do grupo de pessoal técnico-profissional do quadro de pessoal do Gabinete de Comunicação Social, cujo anúncio foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 32, II Série, de 9 de Agosto de 2000:

Candidato aprovado: valores

Lam Sao Wa, aliás Lam Sou Hua 7,68

Nos termos do artigo 68.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, o candidato pode interpor recurso da presente lista, no prazo de dez dias úteis, contados da data da sua publicação.

(Homologada por despacho de S. Ex.ª o Chefe do Executivo, de 14 de Setembro de 2000).

Gabinete de Comunicação Social, aos 7 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Ho Wai Heng, aliás Ho Waey Heng.

Vogais: Au Son Wa; e

Mário Augusto do Rosário.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE ADMINISTRAÇÃO E FUNÇÃO PÚBLICA

Aviso

Por ter saído com inexactidão, por lapso desta Direcção dos Serviços, o aviso para a 4.ª afectação do pessoal aprovado no concurso especial para a categoria de terceiro-oficial da carreira de oficial administrativo, publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 37, II Série, de 14 de Setembro de 2000, de novo se publica o respectivo quadro:

Categoria: Terceiro-oficial da carreira de oficial administrativo

Serviços

N.º de lugares vagos a preencher
Gabinete do Presidente do Tribunal de Última Instância 2
Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública 1
Direcção dos Serviços de Finanças 2
Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau 7
Total 12

Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública, aos 21 de Setembro de 2000.

A Directora dos Serviços, Lídia da Luz.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE JUSTIÇA

Anúncio

Torna-se público que, nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, vigente, se encontram afixadas, na Direcção dos Serviços de Justiça, sita na Rua do Campo, n.º 162, edifício Administração Pública, 19.º andar, as listas provisórias dos concursos comuns, de acesso, documentais, condicionados, para o preenchimento dos seguintes lugares do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Justiça, cujo anúncio do aviso de abertura foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 36, II Série, de 6 de Setembro de 2000:

Uma lugar de técnico auxiliar de 1.ª classe, 1.º escalão;
Três lugares de intérprete-tradutor de 1.ª classe, 1.º escalão.

As listas provisórias acima referidas são consideradas definitivas, nos termos do n.º 5 do artigo 57.º do supracitado diploma legal.

Direcção dos Serviços de Justiça, aos 21 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, Cheong Weng Chon.


CÂMARA MUNICIPAL DE MACAU PROVISÓRIA

Avisos

Faz-se público que, de harmonia com a deliberação camarária de 8 de Setembro de 2000, se acha aberto o concurso comum, documental, de acesso, condicionado, para o preenchimento de duas (2) vagas de técnico auxiliar especialista, 1.º escalão, da carreira de técnico auxiliar, existentes no quadro da Câmara Municipal de Macau Provisória, nos termos definidos no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na nova redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, e de que se especifica:

1. Tipo, prazo e validade

Trata-se de concurso comum, de acesso, condicionado aos funcionários da Câmara Municipal de Macau Provisória, com dez dias de prazo para a apresentação de candidaturas, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial e válido até ao preenchimento das vagas postas a concurso.

2. Condições de candidatura

2.1. Candidatos:

Podem candidatar-se os técnicos auxiliares principais do quadro da Câmara Municipal de Macau Provisória que, no termo do prazo da apresentação das candidaturas, reúnam as condições estipuladas no n.º 1 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

2.2. Documentos a apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Registo biográfico, emitido pelo respectivo Serviço, donde constem, designadamente, os cargos anteriormente exercidos, a carreira e categoria que detêm, a natureza do vínculo, a antiguidade na categoria e na função pública e as classificações de serviço, relevantes para a apresentação a concurso; e

c) Nota curricular.

A apresentação dos documentos referidos nas alíneas a) e b) é dispensada, mediante declaração expressa na ficha de inscrição de que estes se encontram arquivados no respectivo processo individual.

3. Forma de admissão e local

A admissão ao concurso é feita mediante o preenchimento do modelo n.º 7, anexo ao Despacho n.º 65/GM/99 (exclusivo da Imprensa Oficial) a que alude o n.º 2 do artigo 52.º do ETAPM, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, a entregar na Divisão Administrativa da Câmara Municipal de Macau Provisória.

4. Conteúdo funcional

O técnico auxiliar executa tarefas de apoio administrativo que variam conforme a área a que está afecto, podendo prestar apoio em trabalhos de secretariado ou dar apoio a projectos específicos, estabelecendo ou adaptando métodos e processos, enquadrados em directivas bem definidas - funções de natureza executiva de aplicação técnica.

5. Vencimento

O técnico auxiliar especialista, 1.º escalão, vence pelo índice 305 da tabela indiciária de vencimentos constante do mapa 3, anexo ao Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

6. Método de selecção

É utilizada a análise curricular.

7. Composição do júri

O júri do concurso terá a seguinte composição:

Presidente: Lúcia da Conceição Cordeiro Dias Leão, chefe da Divisão Administrativa, substituta.

Vogais efectivas: Choi Kit Cheng, chefe de secção; e

Helena Margarida Clemente Pinto Brandão, técnica superior.

Vogais suplentes: Tso Wai Yee, chefe de secção, substituta; e

Judith Maria Alves Sales do Rosário, chefe de secção.

Câmara Municipal de Macau Provisória, aos 15 de Setembro de 2000.

O Presidente, em exercício, Lau Si Io.

———

Faz-se público que, de harmonia com a deliberação camarária de 8 de Setembro de 2000, se acha aberto o concurso comum, documental, de acesso, condicionado, para o preenchimento de uma (1) vaga de oficial administrativo principal, 1.º escalão, da carreira de oficial administrativo, existente no quadro da Câmara Municipal de Macau Provisória, nos termos definidos no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na nova redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, e de que se especifica:

1. Tipo, prazo e validade

Trata-se de concurso comum, de acesso, condicionado aos funcionários da Câmara Municipal de Macau Provisória, com dez dias de prazo para a apresentação de candidaturas, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial e válido até ao preenchimento da vaga posta a concurso.

2. Condições de candidatura

2.1. Candidatos:

Podem candidatar-se os primeiros-oficiais do quadro da Câmara Municipal de Macau Provisória que, no termo do prazo da apresentação das candidaturas, reúnam as condições estipuladas no n.º 1 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

2.2. Documentos a apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Registo biográfico, emitido pelo respectivo Serviço, donde constem, designadamente, os cargos anteriormente exercidos, a carreira e categoria que detêm, a natureza do vínculo, a antiguidade na categoria e na função pública e as classificações de serviço, relevantes para a apresentação a concurso; e

c) Nota curricular.

A apresentação dos documentos referidos nas alíneas a) e b) é dispensada, mediante declaração expressa na ficha de inscrição de que estes se encontram arquivados no respectivo processo individual.

3. Forma de admissão e local

A admissão ao concurso é feita mediante o preenchimento do modelo n.º 7, anexo ao Despacho n.º 65/GM/99 (exclusivo da Imprensa Oficial) a que alude o n.º 2 do artigo 52.º do ETAPM, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, a entregar na Divisão Administrativa da Câmara Municipal de Macau Provisória.

4. Conteúdo funcional

O oficial administrativo executa todas as tarefas relacionadas com a actividade administrativa, podendo compreender uma ou mais áreas funcionais, designadamente contabilidade, pessoal, economato e património, arquivo, expediente e dactilografia. As funções são de natureza executiva, com algum grau de complexidade e enquadradas em instruções gerais e procedimentos bem definidos.

5. Vencimento

O oficial administrativo principal, 1.º escalão, vence pelo índice 305 da tabela indiciária de vencimentos constante do mapa 3, anexo ao Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

6. Método de selecção

É utilizada a análise curricular.

7. Composição do júri

O júri do concurso terá a seguinte composição:

Presidente: Lucia da Conceição Cordeiro Dias Leão, chefe da Divisão Administrativa, substituta.

Vogais efectivas: Tso Wai Yee, chefe de secção, substituta; e

Helena Margarida Clemente Pinto Brandão, técnica superior.

Vogais suplentes: Choi Kit Cheng, chefe de secção; e

Judith Maria Alves Sales do Rosário, chefe de secção.

Câmara Municipal de Macau Provisória, aos 15 de Setembro de 2000.

O Presidente, em exercício, Lau Si Io.

Edital

Lau Si Io, presidente da Câmara Municipal de Macau Provisória, em exercício, faz público que na sequência da deliberação camarária de 19 de Maio de 2000, em que foi dada a designação de Travessa do Dr. Francisco Vieira Machado a uma via pública situada entre a Travessa de Má Káu Séak e Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado, foi aprovada em 10 de Julho de 2000 a seguinte alteração de numeração policial, de acordo com essa nova designação:

O prédio com portas n.os 56-A, 56-B, 56-C, 56-D, 56-E, 56-F, 56-G, 56-H, 56-J, 56-L, 56-M, 58, 62, 66, 68, 72, 76, 80, 86, 92, 96, 100 e 106 da Travessa de Má Káu Séak e n.os 67, 71, 77, 81, 85, 89, 91, 95, 101, 107, 115, 119, 123, 127, 129, 133, 139, 145, 147, 151, 157, 159, 165, 167, 171, 175, 179 e 183 da Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado, freguesia de Nossa Senhora de Fátima, descrito na Conservatória do Registo Predial desta Comarca sob o n.º 22 469 do livro B-33K a folhas 193, passa a ter os n.os 9, 15, 21, 27, 31, 35, 39, 43, 47, 53 e 61 da Travessa do Dr. Francisco Vieira Machado, n.os 58, 62, 66, 68, 72, 76, 80, 86, 92, 96, 100 e 106 da Travessa de Má Káu Séak e n.os 67, 71, 77, 81, 85, 89, 91, 95, 101, 107, 115, 119, 123, 127, 129, 133, 139, 145, 147, 151, 157, 159, 165, 167, 171, 175, 179 e 183 da Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado, respectivamente.

Para os devidos efeitos, este edital, com a respectiva versão portuguesa, é publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau, afixando-se também nos lugares de estilo.

O presente edital entra em vigor sessenta dias após a data de publicação.

Câmara Municipal de Macau Provisória, aos 18 de Setembro de 2000.

O Presidente, em exercício, Lau Si Io.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE FINANÇAS

Lista

Provisória dos candidatos ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de seis lugares de oficial administrativo principal, 1.º escalão, da carreira de oficial administrativo do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Finanças, aberto por anúncio publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 34, II Série, de 23 de Agosto de 2000:

Candidatos admitidos:

Chan Man Va;
Fong Kit Ian;
Io U Long;
Maria João Drummond;
Pun Kan Leng de Sousa;
Tai Kit Leng;
Tsé Chi Hung;
Ung Siu Lam.

A presente lista é considerada definitiva por não haver candidatos admitidos condicionalmente nem excluídos, nos termos do n.º 5 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro.

Direcção dos Serviços de Finanças, aos 18 de Setembro de 2000.

Júri:

Presidente: Chu Kuok Wang, chefe de divisão.

Vogais: Lam Sut Mui, chefe de divisão; e

Che Sin I, chefe de divisão.

Avisos

Em cumprimento do n.º 2 do artigo 353.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, é notificado o funcionário Francisco Xavier Ng, com paradeiro desconhecido para, estando pendente processo disciplinar contra si instaurado, apresentar a sua defesa escrita no prazo de 30 (trinta) dias a contar da publicação do presente aviso, podendo consultar o respectivo processo no 9.º andar do edifício da Direcção dos Serviços de Finanças, na Avenida da Praia Grande, n.os 575, 579 e 585, em Macau, e requerer cópia da acusação contra si deduzida.

Direcção dos Serviços de Finanças, aos 18 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, Carlos F. Ávila.

Sector de Operações de Tesouraria

Resumo do movimento do Cofre Geral deste Território, no mês de Agosto de 2000

Obs: A receita própria da Fazenda engloba MOP 8 397 315,90, respeitante às reposições abatidas nos pagamentos.

Direcção dos Serviços de Finanças, aos 21 de Setembro de 2000.

Elaborado por Carlos J.J.R. Silva.

Verificado.

A Chefe do Departamento de Contabilidade Pública, Vitoria Alice Maria Conceição.

Visto.

O Director dos Serviços, Carlos Fernando de Abreu Ávila.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRABALHO E EMPREGO

Anúncio

Nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com as alterações dadas pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, faz-se público que se encontra afixada, no quadro de anúncios da Divisão Administrativa e Financeira da Direcção dos Serviços de Trabalho e Emprego, sita na Rotunda Carlos da Maia, edifício do Estado, 3.º andar, a lista provisória do concurso comum, de ingresso, para o preenchimento de duas vagas de técnico superior de 2.ª classe, 1.º escalão, do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Trabalho e Emprego, aberto por aviso publicado no Boletim Oficial n.º 29, II Série, de 19 de Julho de 2000.

Direcção dos Serviços de Trabalho e Emprego, aos 15 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, Shuen Ka Hung.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DAS FORÇAS DE SEGURANÇA DE MACAU

Avisos

Por despachos de 29 de Agosto e 7 de Setembro de 2000, do Ex.mo Senhor Secretário para a Segurança, a Junta de Recrutamento Territorial e o júri de selecção constante do aviso de abertura de inscrições para o 1.º T/SST/Normal/2001, publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 28, II Série, de 12 de Julho de 2000, a páginas 3290, passam a ter a seguinte constituição:

Junta de Recrutamento Territorial

Presidente: Comissário n.º 56 921, Fu Chin Pang, da PMF, é substituído pelo subcomissário n.º 07 981, Chan Weng Hei, da PMF.

Vogal: Dr. Chong Yiu Leong, é substituído por dr. Li Chong Weng.

Júri de selecção

Presidente: Comissário n.º 02 871, Leong Heng Fai, da PMF, é substituído pelo comissário n.º 08 881, Lei Weng Hong, da PMF.

Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, aos 15 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, substituto, Chan Peng Sam, superintendente.

———

Faz-se público que, por despacho de 14 de Julho de 2000, do Ex.mo Senhor Secretário para a Segurança, se acha aberto concurso comum, de ingresso, de prestação de provas, nos termos definidos no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com a redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, para o preenchimento de uma vaga de técnico de informática de 2.ª classe, 1.º escalão, do grupo de pessoal de informática do quadro de pessoal civil da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau.

1. Tipo, prazo e validade

Trata-se de concurso comum, de ingresso, de prestação de provas, com vinte dias de prazo para a apresentação de candidaturas, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial.

O prazo de validade esgota-se com o preenchimento do lugar posto a concurso.

2. Condições de candidatura

2.1. Candidatos:

Podem candidatar-se todos os indivíduos que, até ao termo do prazo de apresentação de candidaturas, preencham os requisitos gerais para o desempenho de funções públicas, previstos no artigo 10.º do ETAPM e nos artigos 8.º e 34.º do Decreto-Lei n.º 86/89/M, ambos de 21 de Dezembro.

2.2. Documentos a apresentar:

Os candidatos não vinculados à função pública devem apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Cópias dos documentos comprovativos das habilitações académicas notarialmente reconhecidas e profissionais exigidas; e

c) Nota curricular.

Os candidatos vinculados à função pública devem apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Cópias dos documentos comprovativos das habilitações académicas notarialmente reconhecidas e profissionais exigidas;

c) Nota curricular; e

d) Registo biográfico, emitido pelo respectivo Serviço, donde constem, designadamente, os cargos anteriormente exercidos, a carreira e categoria que detêm, a natureza do vínculo, a antiguidade na categoria e na função pública e as classificações de serviço, relevantes para a apresentação a concurso.

Os candidatos, pertencentes à DSFSM, ficam dispensados da apresentação dos documentos referidos nas alíneas a), b) e d), se os mesmos se encontrarem arquivados nos respectivos processos individuais, devendo, neste caso, ser declarado expressamente tal facto na ficha de inscrição.

3. Forma de admisão e local

A admissão ao concurso é feita mediante o preenchimento do impresso próprio, a que se refere o n.º 2 do artigo 52.º do ETAPM, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, o qual deve ser entregue, até ao termo do prazo fixado e durante as horas normais de expediente, na Divisão de Recursos Humanos/DRHP da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, sita na Calçada dos Quartéis, Macau.

4. Conteúdo funcional

O técnico de informática de 2.ª classe exerce funções de estudo e aplicação de métodos e processos de natureza técnica da área da informática, com autonomia e responsabilidade, enquadradas em planificação estabelecida, requerendo uma especialização e conhecimentos profissionais adquiridos através de um curso superior.

5. Vencimento

O técnico de informática de 2.ª classe, 1.º escalão, vence pelo índice 350 da tabela indiciária de vencimentos constante do mapa 3, anexo ao Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

6. Método de selecção

A selecção será efectuada mediante prova de conhecimentos, que revestirá a forma de prova escrita com a duração máxima de três horas, complementada por análise curricular e entrevista profissional, sendo excluídos desta última prova os candidatos que obtiverem classificação inferior a 50% na prova escrita.

Os métodos de selecção são ponderados da seguinte forma:

a) Prova escrita - 50%;

b) Entrevista profissional - 30%; e

c) Análise curricular - 20%.

A análise curricular visa examinar a preparação do candidato para o desempenho da função, ponderando a habilitação académica e profissional, a classificação de serviço, a qualificação e experiência profissionais, os trabalhos realizados e a formação profissional complementar.

A entrevista profissional visa determinar e avaliar elementos de natureza profissional relacionados com a qualificação e a experiência profissionais dos candidatos, por comparação com o perfil e exigências da função.

7. Programa

O programa abrangerá as seguintes matérias:

- Desenvolvimento de aplicações de Cliente/Servidor e Web;

- Programação utilizando Delphi, Delphi/400, SQL, COBOL, JAVA e ASP;

- Servidores de IBM AS/400, COMPAQ NonStop Himalaya e Windows NT;

- Base de dados DB/400, Nonstop SQL e MS SQL, Server;

- Segurança de redes;

- Arquitectura, administração e operações de redes LAN e WAN;

- Intranet e Internet.

O local, a data e hora da realização da prova de conhecimentos constarão da lista definitiva dos candidatos admitidos.

8. Legislação aplicável

O presente concurso rege-se pelas normas constantes do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro.

9. Júri

O júri do concurso terá a seguinte composição:

Presidente: Sam Kam Tong, técnico superior de 1.ª classe.

Vogais efectivos: Ngan Weng, técnico superior de informática assessor; e

Lei Wai Man, técnico superior de 2.ª classe.

Vogais suplentes: Cheong Kin Cheong, técnico de informática de 2.ª classe; e

Tong Nga Ian, técnico de informática de 2.ª classe.

Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, aos 21 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, substituto, Chan Peng Sam, superintendente.

———

Faz-se público que, por despacho de 14 de Julho de 2000, do Ex.mo Senhor Secretário para a Segurança, se acha aberto concurso comum, de ingresso, de prestação de provas, nos termos definidos no Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com a redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, para o preenchimento de duas vagas de técnico auxiliar de informática de 2.ª classe, 1.º escalão, do grupo de pessoal de informática do quadro de pessoal civil da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau.

1. Tipo, prazo e validade

Trata-se de concurso comum, de ingresso, de prestação de provas, com vinte dias de prazo para a apresentação de candidaturas, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial.

O prazo de validade esgota-se com o preenchimento dos lugares postos a concurso.

2. Condições de candidatura

2.1. Candidatos:

Podem candidatar-se todos os indivíduos que, até ao termo do prazo de apresentação de candidaturas, preencham os requisitos gerais para o desempenho de funções públicas, previstos no artigo 10.º do ETAPM e nos artigos 8.º e 36.º do Decreto-Lei n.º 86/89/M, ambos de 21 de Dezembro.

2.2. Documentos a apresentar:

Os candidatos não vinculados à função pública devem apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Cópias dos documentos comprovativos das habilitações académicas notarialmente reconhecidas e profissionais exigidas; e

c) Nota curricular.

Os candidatos vinculados à função pública devem apresentar:

a) Cópia do documento de identificação;

b) Cópias dos documentos comprovativos das habilitações académicas notarialmente reconhecidas e profissionais exigidas;

c) Nota curricular; e

d) Registo biográfico, emitido pelo respectivo Serviço, donde constem, designadamente, os cargos anteriormente exercidos, a carreira e categoria que detêm, a natureza do vínculo, a antiguidade na categoria e na função pública e as classificações de serviço, relevantes para a apresentação a concurso.

Os candidatos, pertencentes à DSFSM, ficam dispensados da apresentação dos documentos referidos nas alíneas a), b) e d), se os mesmos se encontrarem arquivados nos respectivos processos individuais, devendo, neste caso, ser declarado expressamente tal facto na ficha de inscrição.

3. Forma de admissão e local

A admissão ao concurso é feita mediante o preenchimento do impresso próprio, a que se refere o n.º 2 do artigo 52.º do ETAPM, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, o qual deve ser entregue, até ao termo do prazo fixado e durante as horas normais de expediente, na Divisão de Recursos Humanos/DRHP da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, sita na Calçada dos Quartéis, Macau.

4. Conteúdo funcional

O técnico auxiliar de informática de 2.ª classe, exerce funções de natureza executiva de aplicação técnica, com base no conhecimento ou adaptação de métodos e processos, enquadradas em directivas bem definidas, exigindo conhecimentos técnicos, teóricos e práticos obtidos através de habilitação académica e profissional.

5. Vencimento

O técnico auxiliar de informática de 2.ª classe, 1.º escalão, vence pelo índice 225 da tabela indiciária de vencimentos constante do mapa 3, anexo ao Decreto-Lei n.º 86/89/M, de 21 de Dezembro.

6. Método de selecção

A selecção será efectuada mediante prova de conhecimentos, que revestirá a forma de prova escrita com a duração máxima de três horas, complementada por análise curricular e entrevista profissional, sendo excluídos desta última prova, os candidatos que obtiverem classificação inferior a 50% na prova escrita.

Os métodos de selecção são ponderados da seguinte forma:

a) Prova escrita - 50%;

b) Entrevista profissional - 30%; e

c) Análise curricular - 20%.

A análise curricular visa examinar a preparação do candidato para o desempenho da função, ponderando a habilitação académica e profissional, a classificação de serviço, a qualificação e experiência profissionais, os trabalhos realizados e a formação profissional complementar.

A entrevista profissional visa determinar e avaliar elementos de natureza profissional relacionados com a qualificação e a experiência profissionais dos candidatos, por comparação com o perfil e exigências da função.

7. Programa

O programa abrangerá as seguintes matérias:

- Programação utilizando Delphi;

- Servidor Windows NT;

- Sistemas de operação Windows 95, Windows 98 e Windows 2000;

- Aplicação de Software MS Office Professional;

- Instalação e configuração de PC;

- Intranet e Internet.

O local, a data e hora da realização da prova de conhecimentos constarão da lista definitiva dos candidatos admitidos.

8. Legislação aplicável

O presente concurso rege-se pelas normas constantes do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro.

9. Júri

O júri do concurso terá a seguinte composição:

Presidente: Sam Kam Tong, técnico superior de 1.ª classe.

Vogais efectivos: Afonso de Santa Maria aliás Kong Chi Keong, técnico de informática de 1.ª classe; e

Wong Kin, letrada de 2.ª classe.

Vogais suplentes: Ngan Weng, técnico superior de informática assessor; e

Ngou Kuok Lim, técnico de informática principal.

Direcção dos Serviços das Forças de Segurança de Macau, aos 21 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, substituto, Chan Peng Sam, superintendente.


POLÍCIA JUDICIÁRIA

Anúncio

Faz-se público que se encontram afixadas, para consulta, na Divisão de Recursos Humanos, Acolhimento e Relações Públicas, sita no 2.° andar da Ala Nova da Polícia Judiciária, na Rua Central, as listas dos candidatos aprovados nas provas de conhecimentos e admitidos à entrevista profissional dos concursos comuns, de ingresso, gerais, de prestação de provas, para o preenchimento dos seguintes lugares do quadro de pessoal da Polícia Judiciária, abertos por avisos publicados no Boletim Oficial n.° 15, II Série, de 12 de Abril de 2000:

Dois lugares de técnico superior de 2.ª classe, 1.º escalão (área de telecomunicações);

Três lugares de técnico superior de informática de 2.ª classe, 1.º escalão.

Mais se informa que a entrevista profissional se realizará nos dias 4 e 5 de Outubro de 2000, respectivamente, no Auditório, sito no 2.° andar da Polícia Judiciária, na Rua Central, a partir das 9,30 horas.

Polícia Judiciária, aos 22 de Setembro de 2000.

O Director, substituto, Wong Sio Chak.


SERVIÇOS DE SAÚDE

Lista

Classificativa dos candidatos ao concurso comum, de acesso, condicionado e documental, para o preenchimento de duas vagas de primeiro-oficial, 1.º escalão, do grupo de pessoal administrativo do quadro dos Serviços de Saúde, aberto por aviso publicado no Boletim Oficial n.º 30, II Série, de 26 de Julho de 2000:

Candidatos aprovados: valores

1.º António Mendes Pedro 8,45
2.º Lei Chan Lun 7,23

(Homologada por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, de 15 de Setembro de 2000).

Serviços de Saúde, aos 7 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Loi Keng Chio, chefe de secção.

Primeiro vogal efectivo: Chiu Mei San, oficial administrativo principal.

Segundo vogal efectivo: Ricardo da Luz, oficial administrativo principal.

Avisos

Faz-se público que, de harmonia com o despacho de 25 de Agosto de 2000, do Ex.mo Senhor Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura, se encontram abertos os concursos de habilitação aos seguintes graus de:

Consultor de obstetrícia e ginecologia;

Consultor de medicina interna;

Consultor de psiquiatria.

1. Requisitos de admissão

1.1. A estes concursos podem candidatar-se os assistentes hospitalares das respectivas áreas dos Serviços de Saúde, com, pelo menos, cinco anos de permanência na categoria de assistente hospitalar;

1.2. Os candidatos devem reunir o requisito de tempo no exercício efectivo de funções até ao termo do prazo para a apresentação de candidaturas.

2. Apresentação de candidatura

2.1. Prazo:

O prazo para requerer a admissão ao concurso é de vinte dias, contados a partir do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente aviso no Boletim Oficial.

2.2. Forma:

As candidaturas deverão ser formalizadas mediante requerimento dirigido ao director dos Serviços de Saúde, entregue pessoalmente com a passagem de recibo obrigatório ou remetido pelo correio com aviso de recepção, na Secção de Expediente Geral, sita no 1.º andar da extinta Escola Técnica dos Serviços de Saúde, caixa postal 3 002, dentro do prazo estipulado no presente aviso.

2.3. Dos requerimentos devem constar os seguintes elementos:

a) Identificação completa;

b) Habilitações profissionais; e

c) Menção do número de documentos que acompanham o requerimento, bem como a sua sumária caracterização.

2.4. O requerimento deve ser acompanhado de:

a) Documento comprovativo do provimento na categoria de assistente;

b) Quatro exemplares do curriculum vitae; e

c) Fotocópia do documento de identificação.

3. Método de avaliação

Será utilizado o método de apreciação e discussão pública do curriculum vitae, para as quais cada membro do júri dispõe de quinze minutos e o candidato igual tempo para responder, conforme determina o n.º 2 do artigo 10.º do Decreto-Lei n.º 68/92/M, de 21 de Setembro.

4. Composição do júri

Os júris dos presentes concursos terão as seguintes composições:

Área de obstetrícia e ginecologia:

Presidente: Luo Yi Fan ou Lok Iat Fan, chefe de serviço hospitalar.

Vogais efectivos: Rolando Ernesto Silveiro Gomes Martins, chefe de serviço hospitalar; e

Wong Fong Ian, chefe de serviço hospitalar.

Vogais suplentes: Maria Mavilde Moreira, chefe de serviço hospitalar; e

António Luazes da Silva Martins, chefe de serviço hospitalar.

Área de medicina interna:

Presidente: António Maria Azedo Victal, chefe de serviço hospitalar.

Vogais efectivos: Lei Chin Ion, chefe de serviço hospitalar; e

Lam Chi Leong, chefe de serviço hospitalar.

Vogais suplentes: David Tavares Lopes, chefe de serviço hospitalar; e

Isabel Maria Coelho Ribeiro Patrício Mesquita, chefe de serviço hospitalar.

Área de psiquiatria:

Presidente: Mário Alberto de Brito Lima Évora, chefe de serviço hospitalar.

Vogais efectivos: Lei Chin Ion, chefe de serviço hospitalar; e

João Gonçalves Marques Piçarra, chefe de serviço hospitalar.

Vogais suplentes: Lam Chi Leong, chefe de serviço hospitalar; e

Maria Cândida Moura da Silva Maia, chefe de serviço hospitalar.

Serviços de Saúde, aos 7 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, Rogério Artur dos Santos.

———

Nos termos do artigo 58.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com a nova redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, faz-se público que se encontra afixada, na Divisão de Pessoal dos Serviços de Saúde, sita no primeiro andar do edifício da antiga Escola Técnica destes Serviços, a lista definitiva do concurso para segundo-oficial, grau 2, 1.º escalão, da carreira administrativa do quadro destes Serviços, cujo aviso de abertura foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 30, II Série, de 27 de Julho de 2000.

Serviços de Saúde, aos 15 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Rogério José de Carvalho.

Primeira vogal efectiva: Chang Sao Leng.

Segundo vogal efectivo: Ho Iun Sang.


INSTITUTO CULTURAL

Aviso

Despacho n.º 14/IC/2000

1. Usando da faculdade que me é conferida pela alínea a) do n.º 1 do artigo 2.º da "Comissão de Classificação de Espectáculos de Macau", aprovado pelo Decreto-Lei n.º 15/78/M, de 20 de Maio, na redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 40/93/M, de 23 de Agosto, delego no licenciado Choi San, as competências para me representar nesta Comissão.

2. A presente delegação de competências é feita sem prejuízo dos poderes de avocação e superintendência.

3. Dos actos praticados no uso da delegação de competências constantes do presente despacho, cabe recurso hierárquico necessário.

4. Este despacho entra em vigor no dia imediato ao da sua publicação.

Instituto Cultural, aos 15 de Setembro de 2000.

A Presidente do Instituto, Ho Lai Chun da Luz.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE SOLOS, OBRAS PÚBLICAS E TRANSPORTES

Listas

Classificativa final dos candidatos admitidos ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de quatro lugares de técnico superior principal, 1.º escalão, da carreira de técnico superior do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes de Macau, aberto por anúncio publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 27, II Série, de 5 de Julho de 2000:

Candidatos aprovados: valores

1.º Cheong Man Iok 8,55
2.º Chiang Ngoc Vai 8,42
3.º Chan Kuok Cheong 8,15
4.º Lo Seng Chi 7,86

Nos termos do artigo 68.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo artigo 1.º do Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com a nova redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, os candidatos podem interpor recurso da presente lista no prazo de dez dias úteis, contados da data da sua publicação.

(Homologada por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Transportes e Obras Públicas, de 12 de Setembro de 2000).

Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, aos 30 de Agosto de 2000.

O Júri:

Presidente: Li Canfeng, subdirector dos Serviços.

Vogais efectivos: Cheang Kun Wai, chefe de departamento; e

Chan Mat Chou, aliás Chan Siu Chiu, chefe de divisão.

———

Classificativa dos candidatos ao concurso comum, de acesso, condicionado, para o preenchimento de quatro lugares de segundo-oficial, 1.º escalão, da carreira de segundo-oficial do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, aberto por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Transportes e Obras Públicas, datado de 22 de Julho de 2000, cujo anúncio foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 27, II Série, de 5 de Julho de 2000:

Candidatos aprovados: valores

1.º Mac Chi Sang 7,88
2.º Henrique Niza 7,50
3.º Vong Ka Lin 7,47 a)
4.º Chang Kit Cheng 7,47

a) Maior antiguidade na função pública, nos termos do n.º 1 do artigo 66.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro.

Nos termos do artigo 68.º do Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, com a nova redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, os concorrentes podem interpor recurso da lista de classificação final, no prazo de dez dias úteis a contar da data da publicação da lista.

(Homologada por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Transportes e Obras Públicas, de 12 de Setembro de 2000).

Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, aos 31 de Agosto de 2000.

O Júri:

Presidente: Odete Castro Correia Niza Jacinto.

Vogais suplentes: Manuel Conceição Botelho; e

Wong Mei Kuan.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE CARTOGRAFIA E CADASTRO

Anúncios

Torna-se público que se encontra afixada, na instalação da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, sita na Estrada de D. Maria II, n.os 32-36, edifício CEM, 6.º andar, a lista provisória do concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de um lugar de técnico superior assessor, 1.º escalão, da carreira de técnico superior do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, aberto por aviso publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 36, II Série, de 6 de Setembro de 2000, nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção do Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro.

Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, aos 19 de Setembro de 2000.

O Presidente do Júri, Cheong Sio Kei.

———

Torna-se público que se encontra afixada, na instalação da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, sita na Estrada de D. Maria II, n.os 32-36, edifício CEM, 6.º andar, a lista provisória do concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de um lugar de topógrafo especialista, 1.º escalão, da carreira de técnico-profissional do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, aberto por aviso publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 36, II Série, de 6 de Setembro de 2000, nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção do Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro.

Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, aos 19 de Setembro de 2000.

O Presidente do Júri, Tam Kuong Man.

———

Faz-se público que se acha aberto concurso comum, de acesso, condicionado, documental, aos funcionários da Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, nos termos definidos pelo Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na nova redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro, para o preenchimento de um lugar de técnico superior principal, 1.º escalão, do quadro de pessoal desta Direcção de Serviços.

O aviso de abertura do referido concurso encontra-se afixado nesta DSCC, sita na Estrada de D. Maria II, n.os 32-36, edifício CEM, 6.º andar, e o prazo para a apresentação de candidaturas é de dez dias, a contar do primeiro dia útil imediato ao da publicação do presente anúncio no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau.

Direcção dos Serviços de Cartografia e Cadastro, aos 21 de Setembro de 2000.

O Director dos Serviços, substituto, Cheong Sio Kei.


CAPITANIA DOS PORTOS

Anúncios

Torna-se público que se encontra afixada, na Divisão Administrativa/Secção de Pessoal da Capitania dos Portos, sita na Rampa da Barra (Quartel dos Mouros), a lista provisória do concurso comum, de acesso, com prestação de provas, condicionado, para o preenchimento de um lugar de mestre dos serviços de dragagem, 1.º escalão, da carreira de pessoal de dragagem do quadro de pessoal desta Capitania, cujo anúncio do aviso de abertura foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 35, II Série, de 30 de Agosto de 2000, nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau (ETAPM), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro.

A presente lista é considerada definitiva, ao abrigo do n.º 5 do artigo 57.º do supracitado diploma legal.

Capitania dos Portos, aos 14 de Setembro de 2000.

A Directora, Wong Soi Man.

———

Torna-se público que se encontra afixada, na Divisão Administrativa/Secção de Pessoal da Capitania dos Portos, sita na Rampa da Barra (Quartel dos Mouros), a lista provisória do concurso comum, de acesso, com prestação de provas, condicionado, para o preenchimento de um lugar de mestre dos serviços marítimos, 1.º escalão, da carreira de pessoal marítimo do quadro de pessoal desta Capitania, cujo anúncio do aviso de abertura foi publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 35, II Série, de 30 de Agosto de 2000, nos termos do n.º 3 do artigo 57.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau (ETAPM), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, na redacção dada pelo Decreto-Lei n.º 62/98/M, de 28 de Dezembro.

A presente lista é considerada definitiva, ao abrigo do n.º 5 do artigo 57.º do supracitado diploma legal.

Capitania dos Portos, aos 14 de Setembro de 2000.

A Directora, Wong Soi Man.


DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS METEOROLÓGICOS E GEOFÍSICOS

Lista

Classificativa dos candidatos ao concurso comum, de acesso, documental, condicionado, para o preenchimento de dois lugares de primeiro-oficial, 1.º escalão, da carreira administrativa do quadro de pessoal da Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, aberto por anúncio do aviso publicado no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau n.º 33, II Série, de 16 de Agosto de 2000:

Candidatos aprovados: valores

1.º Chio Fok Choi aliás Chu Fook Htwe 8,26
2.º Cheong Meng Sam 7,95

Nos termos do artigo 68.º do Estatuto dos Trabalhadores da Administração Pública de Macau, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 87/89/M, de 21 de Dezembro, os candidatos podem interpor recurso da presente lista no prazo de dez dias úteis, contados da data da sua publicação.

(Homologada por despacho do Ex.mo Senhor Secretário para os Transportes e Obras Públicas, de 20 de Setembro de 2000).

Direcção dos Serviços Meteorológicos e Geofísicos, aos 21 de Setembro de 2000.

O Júri:

Presidente: Daniel Eduardo Marçal Anok.

Vogal efectiva: Iao Soc Fan.

Vogal suplente: Au Siu Mui.


MONTEPIO GERAL DE MACAU

Éditos

Faz-se público que tendo Rosa Ivida Cheoc Dias Ferreira, requerido a pensão de família deixada pelo seu falecido cônjuge, Alberto Dias Ferreira, que foi comissário do Corpo de Polícia de Segurança Pública de Macau, aposentado e sócio n.º 1 524 deste Montepio, falecido em 7 de Março de 1998, devem todos os que se julgam com direito à percepção da mesma pensão requerer a este Montepio Geral de Macau, no prazo de trinta dias, a contar da data da publicação no Boletim Oficial, a fim de deduzirem os seus direitos, pois que, não havendo impugnação será resolvida a pretensão da requerente, findo que seja esse prazo.

Secretaria do Montepio Geral de Macau, aos 21 de Setembro de 2000.

A Presidente do Conselho de Administração, Maria de Fátima Salvador dos Santos Ferreira.


    

Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
Get Adobe Reader