[ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

Diploma:

Decreto-Lei n.º 73/90/M

BO N.º:

49/1990

Publicado em:

1990.12.3

Página:

4410

  • Estabelece restrições à circulação e estacionamento de veículos pesados, de três ou mais eixos, e de contentores na cidade de Macau.

Versão Chinesa

Revogação
parcial
:
  • Lei n.º 3/2007 - Lei do Trânsito Rodoviário.
  • Alterações :
  • Regulamento Administrativo n.º 15/2007 - Alterações e aditamentos à legislação rodoviária.
  • Diplomas
    relacionados
    :
  • Decreto-Lei n.º 31/78/M - Estabelece medidas sobre o parque de veículos nas vias públicas.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • ESTACIONAMENTO - DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS PARA OS ASSUNTOS DE TRÁFEGO - CONSELHO CONSULTIVO DO TRÂNSITO - CORPO DE POLÍCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA -

  • Versão original em formato PDF

    Decreto-Lei n.º 73/90/M

    de 3 de Dezembro

    As condições do trânsito de veículos em Macau, têm merecido particular atenção da Administração que vem definindo e determinando medidas que visam o seu ordenamento.

    Do levantamento dos vários problemas que afectam a circulação dos veículos automóveis, há os de ordem infra-estrutural, como é o caso da rede viária existente, antiquada e estreita, cuja resolução, quando possível, envolve alterações profundas, necessitando de períodos longos de trabalhos. Há, no entanto, outro tipo de problemas cuja resolução é, desde já, possível e que vem minimizar as dificuldades dessa rede viária deficiente, como é o caso da disciplina da circulação dos veículos pesados.

    Importa assim definir medidas destinadas a desincentivar a circulação, e o estacionamento, dos veículos pesados, nomeadamente os de três ou mais eixos, em especial durante as horas de maior intensidade de tráfego.

    Tratando-se de uma primeira fase, teve-se o cuidado de limitar apenas a circulação destes veículos, mantendo-se livre a circulação dos demais veículos pesados, designadamente os de passageiros e os restantes veículos destinados ao transporte de mercadorias de dois eixos.

    Nessa medida, optou-se por estabelecer vias e horas de circulação privilegiadas, salvaguardando-se, no entanto, a possibilidade de, em casos excepcionais, se autorizar a circulação destes veículos fora destas condicionantes ou com trajectos e horários alternativos.

    Por outro lado, estabelece-se uma zona conveniente para o estacionamento dos veículos, permitindo-se ainda a reserva de locais próprios para a colocação de contentores junto das unidades fabris.

    Por último, proíbe-se a utilização de certas vias públicas que, pela própria situação geográfica, estão sujeitas a uma maior incidência de tráfego como locais de formação ou decomposição de unidades de carga.

    Nestes termos;

    Ouvido o Conselho Consultivo do Trânsito;

    Ouvido o Conselho Consultivo;

    O Encarregado do Governo decreta, nos termos do n.º 1 do artigo 13.º do Estatuto Orgânico de Macau, para valer como lei no território de Macau, o seguinte:

    Artigo 1.º

    (Proibição de circular)

    É proibida a circulação na cidade de Macau de veículos pesados de três ou mais eixos, com excepção dos veículos de passageiros, fora das vias assinaladas na carta constante do anexo I, sem prejuízo do disposto no artigo seguinte.

    Artigo 2.º

    (Horário de circulação)

    1. Fora das vias assinaladas, a circulação dos veículos referidos no artigo anterior é autorizada somente durante o horário seguinte:

    Das 00,00 às 08,00 horas;
    Das 15,30 às 17,00 horas;
    Das 20,00 às 24,00 horas.

    2. Em casos excepcionais, e mediante requerimento fundamentado à Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, poderá ser autorizada a circulação de veículos com as características referidas no artigo 1.º fora do horário estabelecido no número anterior.

    3. Em casos de urgência comprovada, a autorização de circulação referida no número anterior será concedida pelo Gabinete do Secretário-Adjunto com competências delegadas relativamente à área dos transportes.

    Artigo 3.º

    (Veículos envolvidos em obras)

    1. Os responsáveis dos veículos a que se refere o artigo 1.º que sejam utilizados em obras dentro da cidade de Macau devem solicitar à Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes autorização para circular fora do horário estabelecido no artigo anterior, devendo ser-lhes fixado um trajecto que sirva o local da obra.

    2. Os veículos referidos no número anterior devem circular sempre acompanhados da cópia da autorização e do trajecto permitido.

    Artigo 4.º

    (Proibição de estacionamento)

    É proibido o estacionamento dos veículos referidos no artigo 1.º ou só de contentores fora da zona demarcada na carta constante do anexo II, sem prejuízo do disposto no artigo seguinte.

    Artigo 5.º

    (Reserva de locais para contentores)

    Em casos excepcionais e mediante requerimento, a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes, poderá reservar, junto de unidades fabris ou em local próximo destas que não afecte o trânsito, espaços de estacionamento na via pública para a colocação de contentores nos dias e horas solicitados.

    Artigo 6.º

    (Cargas e descargas)

    É proibida a conferência, carga ou descarga, formação ou decomposição de contentores na via pública, nomeadamente nas vias de acesso ou marginais aos portos de Macau, excepto se devidamente autorizado.

    Artigo 7.º

    (Penalidades)

    As infracções administrativas ao disposto no presente diploma são punidas com multa de 3 000,00 patacas.*

    a) **

    b) **

    c) **

    * Alterado - Consulte também: Regulamento Administrativo n.º 15/2007

    ** Revogado - Consulte também: Lei n.º 3/2007

    Artigo 8.º*

    * Revogado - Consulte também: Lei n.º 3/2007

    Artigo 9.º

    (Responsabilidade)

    Os proprietários, adquirentes com reserva de propriedade, usufrutuários, locatários em regime de locação financeira, ou os que, a qualquer título, tenham a posse efectiva do veículo ou contentor, são responsáveis pelas contravenções deste diploma, salvo se provarem que os condutores o utilizaram abusivamente, ou infringiram as ordens, instruções ou os termos da autorização concedida para a sua condução, recaindo, neste caso, a responsabilidade sobre o condutor.

    Artigo 10.º

    (Disposição transitória)

    O disposto no artigo 3.º só entra em vigor sessenta dias após a data da publicação deste diploma, mantendo-se durante este período a circulação dos referidos veículos sem restrições.

    Aprovado em 29 de Novembro de 1990.

    Publique-se.

    O Encarregado do Governo, Francisco Luís Murteira Nabo.


    ANEXO I

    Vias de circulação a que faz referência o artigo 1.º

    Portas do Cerco
    Istmo de Ferreira do Amaral
    Estrada da Areia Preta
    Estrada Marginal do Hipódromo
    Rua Cinco e Rua Seis do Bairro da Areia Preta
    Avenida de Venceslau de Morais
    Rua dos Pescadores
    Avenida da Amizade
    Avenida Doutor Mário Soares
    Rua da Praia Grande
    Rua da Praia do Bom Parto
    Avenida da República
    Rua de S. Tiago da Barra
    Largo do Pagode da Barra
    Rua do Almirante Sérgio (até à entrada da ponte-cais 5A, inclusive)


    ANEXO II


    [ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

       

      

        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader