[ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

Diploma:

Decreto-Lei n.º 36/80/M

BO N.º:

45/1980

Publicado em:

1980.11.8

Página:

1909

  • Determina que seja de $250,00, para a primeira dádiva, com o acréscimo de $10,00, para cada dádiva seguinte até um máximo de $350,00, o prémio a conceder aos dadores de sangue. — Revoga o Diploma Legislativo n.º 1794, de 14 de Junho de 1969.

Versão Chinesa

Revogado por :
  • Decreto-Lei n.º 33/88/M - Concede dispensa de serviço por dádiva benévola de sangue. — Revoga o Decreto-Lei n.º 36/80/M, de 8 de Novembro.
  • Diplomas
    revogados
    :
  • Diploma Legislativo n.º 1794 - Determina que seja de $150,00 para a primeira doação, com o acréscimo de $10,00 para cada doação seguinte até um máximo de $250,00, o prémio a conceder aos dadores de sangue. - Revoga os Diplomas Legislativos n.º 1362, de 11 de Agosto de 1956, e nº 1591, de 16 de Fevereiro de 1963.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • REGIME JURÍDICO DA FUNÇÃO PÚBLICA - RJFP - III - ESTATUTO DE PESSOAL - ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - SERVIÇOS DE SAÚDE -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Este diploma foi revogado por: Decreto-Lei n.º 33/88/M

    Decreto-Lei n.º 36/80/M

    de 8 de Novembro

    Artigo 1.º O prémio a conceder aos dadores de sangue será atribuído nos termos seguintes: $ 250,00, para a primeira dádiva, com o acréscimo de $10,00, para cada dádiva seguinte até um máximo de $ 350,00.

    Art. 2.º Os indivíduos não abrangidos pelas disposições dos artigos 4.º, 5.º e 6.º do Regulamento da Assistência na Doença, aprovado pela Portaria n.º 135/76/M, de 31 de Julho, pagarão o sangue que recebam à razão de $ 0,50, por centímetro cúbico, importância que reverterá integralmente para a Fazenda Nacional como compensação pelas despesas feitas com os prémios atribuídos.

    Art. 3.º Aos hemodadores vinculados, a qualquer título, à função pública que tenham obtido do respectivo superior hierárquico aquiescência para o efeito, será concedida, após a dádiva de sangue e mediante apresentação de documento passado pelo Hospital Central Conde de S. Januário no acto da dádiva, um dia de dispensa do serviço, sem quaisquer descontos nas suas remunerações ou nas licenças a que tenham direito.

    Art. 4.º O prémio referido no artigo 1.º será liquidado por conta da verba de "Prémios a Hemodadores", inscrita na tabela orçamental de despesa dos Serviços de Saúde, sendo abonado logo após a dádiva de sangue, pelo fundo permanente atribuído à Direcção dos Serviços de Saúde, por meio da apresentação de uma credencial, isenta de selo, passada e autenticada pelo médico encarregado do serviço de transfusão de sangue, na qual é inscrita a identidade do dador, o seu número de inscrição e o quantitativo do prémio.

    Art. 5.º É revogado o Diploma Legislativo n.º 1 794, de 14 de Junho de 1969.


    [ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]

       

      

        

    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader