Nϊmero 25
II
SΙRIE

Quarta-feira, 24 de Junho de 2015

REGIΓO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

      Anúncios notariais e outros

2.º CARTÓRIO NOTARIAL DE MACAU

CERTIFICADO

澳門愛心協會

為公佈的目的,茲證明上述社團的設立章程文本已於二零一五年六月八日存檔於本署2015/ASS/M3檔案組內,編號為192號。該設立章程文本如下:

澳門愛心協會

章程

第一章

總則

第一條

名稱

本會中文名稱為“澳門愛心協會”, 英文名稱為“Macau Love Society”。

第二條

宗旨

本會為非牟利團體。宗旨為發掘人的愛心,同情心,包容心,慈悲心,平常心,菩提心;致力培育下一代的相同品德,幫助社會各界弱勢社群,愛護地球、環境及各種生物、植物,將愛傳播及為其播下種子。

第三條

會址

本會會址設於澳門羅保博士街17號A皇子商業大廈12樓。

第二章

會員

第四條

會員資格

凡贊成本會宗旨及認同本會章程者,均可申請為本會會員。

第五條

會員權利及義務

一、新會員入會必需超過六個月後才有選舉權及被選舉權,享有本會舉辦一切活動和福利的權利。

二、會員有遵守會章和決議;以及繳交會費的義務,但凡會員欠交會費超過十二個月,其間經催收仍不繳交者作自動退會論。

三、對本會有特殊貢獻的會員,經理事會成員提名,理事會、監事會聯席會議通過,並經會長同意,可聘為永遠榮譽會長、榮譽會長或榮譽顧問。

第六條

會員之處分

會員如有違反會章破壞本會之行為者,得由理、監事會視其情節輕重分別予以書面勸告或開除會籍之處分,如屬自動退會或開除會籍者,其所交之各項費用概不發還。

第三章

組織機構

第七條

機構

本會組織機構包括會員大會、理事會、監事會。

第八條

會員大會

一、會員大會為本會最高權力機構,有權選舉和任免會員大會會長、副會長和理事會及監事會成員;決定會務方針,審查和批准理事會工作報告。

二、會員大會設會長一名、副會長一名。每屆任期為三年,可連選連任。

三、會員大會每年舉行最少一次,召開須由理事長召集之,開會日期必須提前八天以掛號信或簽收方式通知,通知書內須註明會議之日期,時間,地點和議程。

四、會員大會舉行時,出席人數必須有超過會員大會成員之一半參加方得舉行。

五、會員大會之議程及修改章程的決議,須獲出席會員四分之三之贊同票;解散本會的決議,須獲全體會員四分之三之贊同票。

第九條

理事會

一、理事會為本會行政管理機構,理事會負責管理會務,執行會員大會的決議。

二、理事會由最少三名或以上單數成員組成,設理事長一名、副理事長一名。每屆任期為三年,由會員大會選舉產生,可連選連任。

三、理事會會議由會長或理事長召集之,決議以絕多數通過。

第十條

監事會

一、監事會為本會監察機構,負責監察理事會日常會務運作和財政收支。

二、監事會由最少三名或以上單數成員組成,設監事長、副監事長各一名。每屆任期為三年,由會員大會選舉產生,可連選連任。

三、監事會會議由會長或監事長召集之,決議以絕多數通過。

第四章

經費

第十一條

經費

本會經費源於會員會費或各界人士贊助,倘有不敷或特別需用款時,得由理事會決定籌募之。

第五章

附則

第十二條

附則

一、本章程經本會員大會通過後生效。

二、本章程之修改權屬於本會會員大會。

二零一五年六月十日於第二公證署

一等助理員 Graciete Margarida Anok da Silva Pedruco Chang


2.º CARTÓRIO NOTARIAL DE MACAU

CERTIFICADO

慕儀曲藝會

為公佈的目的,茲證明上述社團的設立章程文本已於二零一五年六月九日存檔於本署2015/ASS/M3檔案組內,編號為193號。該設立章程文本如下:

慕儀曲藝會章程

一、總則

第一條——本會使用的中文名稱為『慕儀曲藝會』。

第二條——本會會址設於澳門龍嵩街戲院里22號德康大廈四樓A室。

第三條——本會以團結會員、探索粵曲真締、達至造詣相互提高;從而為粵曲藝術瑰寶的發揚光大貢獻綿力為宗旨。

二、組織及職權

第四條——本會最高權力機構是會員大會。負責推選會員大會會長、副會長、秘書長和會監事會及理事會之成員,決定會務方針;審查和批准理事會工作報告。

第五條——會員大會之權限

(1)修改本會章程之決議,須獲出席會員四分之三的贊同票;解散本會的決議,須獲全體會員四分之三的贊同票。

(2)凡法律或章程並未規定屬社團其他機關職責範圍之事宜,大會均有權限作出決議。

(3)社團各機關成員之解任、資產負債表之通過、社團之消滅,以及社團針對行政管理機關成員在執行職務時所作出之事實而向該等成員提起訴訟時所需之許可,必屬大會之權限。

第六條——架構

(1)會員大會

設會長、副會長及秘書長各一人。

(2)監事會(共三人)

設監事長、副監事及財務長各一人,總人數必須為單數。

(3)理事會(共三人)

設理事長、副理事長及總務長各一人,總人數必須為單數。

第七條——任期——各機關成員任期為三年,可連任。

第八條——會長負責領導,協調理事會開展會務工作。副會長協助會長。若會長缺席時,由副會長暫代其職務。

第九條——會員大會每年召開一次, 須提前十天以掛號信及簽收方式召集。通知書內須註明會議之日期、時間、地點和議程。由理事長提交工作報告。獲大會通過後,理事會切實執行所有決議。

第十條——監事會負責監督理事會執行會員大會的一切決策,審核賬目及掌握本會財政狀況。

第十一條——理事會為本會的行政管理機構,負責執行會員大會決議和管理法人。

三、會員之權益與義務

第十二條——本會會員有權參加會員大會,有選舉及被選舉權。有參加本會所開展的一切活動及享有應得福利的權利。

第十三條——本會會員要遵守會章,按規定依時交會費。

第十四條——申請加入本會者,需依手續辦理,由理事長審批。

第十五條——會員因不遵守會章,未經本會同意,而作出影響本會聲譽活動者,如經理事會成員半數通過,可以取消其會員資格。所繳費用概不發還。

四、經費及其它

第十六條——本會的經濟收入來源:

(1)會員月費;

(2)任何單位、個人對本會的贊助和捐贈。

第十七條——本會章程未盡善之處, 由會員大會修訂。

二零一五年六月十日於第二公證署

一等助理員 Graciete Margarida Anok da Silva Pedruco Chang


2.º CARTÓRIO NOTARIAL DE MACAU

CERTIFICADO

世界何金銘詠春總會

為公佈的目的,茲證明上述社團的設立章程文本已於二零一五年六月九日存檔於本署2015/ASS/M4檔案組內,編號為194號。該設立章程文本如下:

世界何金銘詠春總會章程

第一章

會名、會址及宗旨

第一條——會名:

中文名稱:世界何金銘詠春總會。

英文名稱: World Ho Kam Ming Wing Chun General Association。

英文簡稱:WHKM。

第二條——地址:

本會會址設於澳門罅些喇提督馬路 14號祐順工業大廈十樓。經理事會決議,會址得遷往任何地方。

第三條——宗旨:

a)推廣何金銘詠春文化,團結何金銘詠春同盟共同將其發揚到世界各地區,以達到提高水準與促進社會發展為目的;

b)將何金銘詠春深入到大眾普及中,並研究發展何金銘詠春的寶貴文化和拳藝精華;

c)結合各地文化,通過傳統和現代教學及練習,讓人們既能擁有寶貴的健康身體,也更能充實豐富的精神生活和高尚的人生哲理;

d)冀能協助提高各地區何金銘詠春運動技術和文化水準,積極推廣何金銘詠春運動及文化活動;

e)積極推廣休閒體育發展和文化水準,增進市民身心健康,發揚與推廣體育運動,促進和培養青少年對運動的興趣及熱誠;

f)代表屬會的利益;

g)本會在本地區內是唯一,何金銘詠春認可的運動和文化團體,可選拔運動員代表本地區或出外參加詠春運動和文化交流團體;

h)維持及促進其會員之間以及其他國家分會會員之間的友誼;

i)促進其會員之間以及其他國家分會的專業知識的交流;

j)促進何金銘詠春拳的宗旨範圍內的任何其他創舉或活動;

k)本會屬非牟利團體。

第二章

會員

第四條——本會可接受相關的體育團體、文化團體、青少年團體和個人,皆可向理事會申請,經本會理事會討論審核通過後,即可成為本會團體或個人會員。

第五條:當申請入會之人士被接納成為會員後,須即時繳交入會基金及會費。

第六條:會員之權利:a)擁有選舉權,被選舉權及提名權;b)可參與本會舉辦之一切活動及享用本會任何設施。

第七條——會員之義務:

a)遵守本會章程及所有會員大會及理事會之決議議案。

b)依期繳交會費。

c)履行本會宗旨、提高和維護本會名譽及積極推動會務,促進本會的進步和發展。

第八條——會員之退出及除名:

a)會員需於一個月前通知理事會,退出後會費不予發還。

b)凡欠交會費超過三個月之會員,經會員大會核准後即時除名。

c)凡有損本會之名譽及損害本會信用與利益者。

第三章

組織機關

第九條——本會設有以下幾個機構 :會員大會、理事會、監事會、仲裁委員會、裁判委員會、技術委員會,其中機構成員均由會員在會員大會上以不記名方式投票選出,以票數絕對最多者入選,每屆任期二年,連選可得連任。

第十條——會員大會為最高權力機構,會員大會主席團由創辦人和團體會員代表組成,設一名會長、若干名副會長、一名秘書長、會員大會主席團組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。

第十一條——歸於會員大會之職責:

a)修改章程及會徽,但必須有四分三出席會員票數通過方可;

b)修訂入會基金及會費;

c)負責選舉各領導部門之成員及革除其職務;

d)討論及通過理事會之每年工作報告及財政報告;

第十二條——解散法人或延長法人存續期之決議,須獲全體會員四分之三之贊同票。

第十三條——理事會:理事會為行政機構,理事會成員由會員大會上推選產生,理事會設下列職位,理事長一名、副理事長若干名、秘書二名、財務一名及理事若干名,理事會組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。

第十四條——理事會之職責:

a)負責領導本會之活動,平日的會務管理;

b)決定新會員入會事宜及革除會員之會籍;

c)對本會有特殊貢獻之會員給予名譽會籍;

d)每年應作一年來會務活動報告,包括進支賬目摘要;

e)代表本會。

第十五條——監事會:監事會為監察機構,監事會成員由會員大會上推選產生,設監事長一名、副監事長若干名、監事若干名,組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。

第十六條——監事會之職權:

a)監察理事會之行政活動;

b)監察年度帳目及財政收支;

c)監察會員有否違規行為。

第十七條——裁判委員會:由會員大會上推選產生,設主席一名、副主席若干名、委員若干名,組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。

第十八條——裁判委員會之職權:監察及提高裁判員的執法水準。

第十九條——技術委員會:由會員大會上推選產生,設主席一名、副主席若干名、委員若干名,組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。。

第二十條——技術委員會之職權:發展及提高教練及運動員之技術水準。

第二十一條——仲裁委員會:由會員大會上推選產生,設主席一名、副主席若干名、委員若干名,組成人數不限,但總成員人數永遠是單數。。

第二十二條——仲裁委員會之職權:在理事會的要求下,對調查案件及紀律處分提交意見,交予理事會審核判決,制定詠春拳運動各項規則及修定比賽規條。

第二十三條——會員大會一年召開一次,由理事會最少提前八日以掛號信形式聯絡各會員參加,通知書上須列明開會之日期、時間、地點及議程,大會決議需由會員過半數表決方能通過,如有特別事故,且有半數以上會員提出,經理事會和監事會通過可召開特別會員大會,但法律另有規定者除外。

第四章

經費

第二十四條——經費來源為入會基金、會費、捐贈及其他機構資助。

第二十五條——本會之支出應量入為出。

第五章

附則

第二十六條——本章程未盡善處得由會員大會討論修改。

第二十七條——本會會徽:

二零一五年六月十日於第二公證署

一等助理員 Graciete Margarida Anok da Silva Pedruco Chang


CARTÓRIO NOTARIAL DAS ILHAS

CERTIFICADO

Associação de Desportos Electrónicos Grow UP

為公布的目的,茲證明上述社團的設立章程文本自二零一五年六月十一日起,存放於本署之“2015年社團及財團儲存文件檔案”第1/2015/ASS檔案組第53號,有關條文內容載於附件。

CAPÍTULO I

Princípios gerais

Artigo 1.º

Denominação

A Associação adopta a denominação de «Associação de Desportos Electrónicos Grow UP», em Português, “進步電子競技會”, em chinês, e «Grow UP Electronic Sports Association» em inglês, abreviadamente designada por «Grow UP eSports».

Artigo 2.º

Objectivos

(1) A Associação é uma instituição sem fins lucrativos, tendo os seguintes objectivos:

I. Promover os Desportos Electrónicos nas vertentes profissionais, semi-profissionais e amadoras;

II. Planear e organizar eventos de carácter tecnológico na RAEM;

III. Organizar exposições e convenções que promovam a aprendizagem e adopção de novas tecnologias;

IV. Cooperar com entidades afins e organismos públicos ou privados, em actividades que visem o desenvolvimento contínuo dos Desportos Electrónicos na RAEM;

V. Promover o desenvolvimento diversificado da economia da RAEM, incentivando a formação educacional na área dos Desportos Electrónicos e concepção de jogos electrónicos;

VI. Unificar e proporcionar vantagens aos entusiastas e praticantes de Desportos Electrónicos na RAEM;

VII. Formar equipas de Desportos Electrónicos que representem a RAEM em competições locais e internacionais;

VIII. Promover o espírito desportivo, incentivando uma prática saudável dos Desportos Electrónicos;

IX. Promover contactos com grupos e associações congéneres de outros países e territórios;

X. Procurar apoios, quer do sector público quer do sector privado, que permitam cumprir os seus fins.

(2) A Associação rege-se pelos presentes estatutos e seus regulamentos internos.

Artigo 3.º

Sede

A Associação terá a sua sede em Macau, na Avenida da Praia Grande, n.º 429, Centro Comercial Nam Wan, 5.º andar E.

CAPÍTULO II

Associados

Artigo 4.º

Admissão de associados

Podem ser associados todos aqueles que concordem com os objectivos desta Associação, e sua admissão deve ser feita mediante requerimento aprovado pela Direcção.

Artigo 5.º

Direitos e deveres dos associados

(1) Todos os associados têm o direito de eleger e ser eleito para os órgãos sociais, e participar em todas as actividades da Associação;

(2) Todos os associados são obrigados a cumprir o estabelecido nos estatutos da Associação, bem como as deliberações da Assembleia Geral, e são obrigados a pagar as quotas.

CAPÍTULO III

Órgãos da Associação

Artigo 6.º

Órgãos

São órgãos da Associação a Assembleia Geral, a Direcção e o Conselho Fiscal.

Artigo 7.º

Assembleia Geral

(1) A Assembleia Geral é o órgão supremo da Associação; a este compete aprovar e alterar os Estatutos da Associação, eleger o Presidente, o Vice-Presidente e o Secretário da Assembleia Geral, e eleger, também, os membros da Direcção e do Conselho Fiscal; deliberar sobre as actividades da Associação e apreciar e aprovar o relatório anual da Direcção;

(2) A Mesa da Assembleia Geral é composta por um Presidente, um Vice-Presidente e um Secretário, que exercerão os seus mandatos durante três anos, e podem ser reeleitos por mandato sucessivo;

(3) A Assembleia Geral deve reunir-se uma vez por ano (Assembleia Geral Ordinária), e poderá reunir-se extraordinariamente quando for necessário; a Assembleia Geral é convocada por meio de carta registada, enviada com a antecedência mínima de 8 dias, ou mediante protocolo efectuado com a mesma antecedência; na convocatória indicar-se-á o dia, hora e local da reunião e a respectiva ordem de trabalho;

(4) As deliberações respeitantes à alteração dos Estatutos são aprovadas com o voto favorável de, pelo menos, três quartos dos associados presentes, e as deliberações sobre a dissolução da pessoa colectiva requerem o voto favorável de três quartos do número total de todos os associados.

Artigo 8.º

Direcção

(1) A Direcção é o órgão de administração da Associação; compete executar as deliberações aprovadas da Assembleia Geral e gerir a pessoa colectiva;

(2) A Direcção é constituída por um número ímpar, com um mínimo de três membros, sendo um deles Presidente e um Vice-Presidente, que exercerão o seu mandato por um período de três anos, podem ser reeleitos por mandato sucessivo;

(3) A Direcção deve reunir-se uma vez em cada três meses. A Direcção só pode deliberar com a presença da maioria absoluta dos membros, e as deliberações são aprovadas por maioria absoluta de votos favoráveis dos membros presentes.

Artigo 9.º

Conselho Fiscal

(1) O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização da Associação; compete fiscalizar as actividades e as contas da Direcção;

(2) O Conselho Fiscal é composto por um número ímpar, com um mínimo de três membros, sendo um deles Presidente e um Vice-Presidente, que exercerão o seu mandato por um período de três anos e podem ser reeleitos por um mandato sucessivo;

(3) O Conselho Fiscal deve reunir-se uma vez em cada três meses. O Conselho Fiscal só pode deliberar com a presença da maioria absoluta dos membros, e as deliberações são aprovadas por maioria absoluta de votos favoráveis dos membros presentes.

CAPÍTULO IV

Fundos da Associação

Artigo 10.º

Fundos

Os fundos da Associação provêm das quotas e donativos recebidos dos seus associados e de terceiros. Se houver insuficiência ou necessidade de utilização de grande quantidade de fundos, a associação com a deliberação da Direcção pode proceder à angariação de fundos.

二零一五年六月十一日於海島公證署

二等助理員 Mário Alberto Carion Gaspar


CARTÓRIO PRIVADO

MACAU

CERTIFICADO

兩岸三地傑出青年聯合協會

Certifico, para efeitos de publicação que, por documento n.º 11 arquivado neste Cartório no maço a que se refere a alínea f) do n.º 2 do artigo 45.º do Código do Notariado com o n.º 2/2013/ASS, foi constituída a Associação com a denominação em epígrafe, conforme consta do documento anexo:

兩岸三地傑出青年聯合協會

章程

第一章

總則

第一條——本會名稱

本會定名為“兩岸三地傑出青年聯合協會”(以下簡稱本會)。

第二條——本會會址

(一)本會之會址設於:澳門南灣大馬路762號中華廣場18樓M座。

(二)經理事會批准,會址可遷至澳門任何地方。

第三條——宗旨及性質

本會的宗旨是:促進大中華地區,包括:中國大陸、香港特別行政區、澳門特別行政區、中華臺北的傑出青年在經濟、文化、教育等各領域的交流和合作;發揚愛國,愛澳,關心社會的優良傳統,廣泛聯繫大中華地區的傑出青年,搭建合作交流平台,積極支持和配合澳門特別行政區政府依法施政,為澳門及其他大中華地區創立商務發展平台。

第二章

組織機構

第四條——本會的組織架構為:

(一)會員大會;

(二)理事會;

(三)監事會。

本會各機構之每屆任期為3年,期滿後可改選並可連選連任。

第五條——會員大會

第九條——會員大會之組成及權限

一、 會員大會為最高決議機關,決定本會會務,選舉會長、副會長、理監事會成員及修訂會章。

二、會員大會由全體會員組成,設會長一名及副會長若干名,會長負責主持會員大會、對外代表本會,並負責協調本會工作。副會長協助會長工作。會長、副會長可出席理監事會議,有發言權和表決權。

三、會員大會每年召開一次平常會議,討論及通過理事會所提交的工作報告、年度帳目。召開會員大會須最少提前十日以掛號信方式通知,並載明會議日期、時間、地點及議程。會員大會會議需至少半數會員出席才可舉行,若不足規定人數,會議押後半小時舉行,屆時若有三分之一會員出席,則視為合法,議決從出席者過半贊同票取決生效。但修改章程的決議,須獲出席會員四分之三之贊同票。解散或延長法人存續期之決議,須獲全體會員四分之三之贊同票。法律另有規定者除外。

四、會員大會可在會長、理事會、監事會或不少於四分之一的會員以正當目的提出要求時,召開會員大會特別會議。

五、第一次召集會議,過半數會員出席方可議決;否則,會議順延半小時召開,屆時任何決議需出席會員之絕對多數票通過,但法律規定特定多數者除外。

第六條——理事會

一、理事會是本會行政管理機關,負責執行會員大會決議及處理日常會務。成員由三名或以上之單數組成,包括理事長一名、副理事長若干名及理事若干名。

二、理事會在多數成員出席時方可議決。如表決票數相同,以理事長所作之票為決定票。理事會為本會會務執行機構,其職權如下:

1. 執行本會所有決議;

2. 主持,領導及處理各項會務工作;研究和制定本會的工作計劃及預算;安排本會的一切工作;

3. 領導及維持本會之日常會務,行政管理,財務運作及按時向大會提交會務報告及帳目結算;

4. 審核新會員入會資格及通過取消會員資格;

5. 在其職稱範圍內,依照會章處分違紀本會會員;

6. 聘請,訂定其報酬,及辭退本會榮譽會長、名譽會長、名譽顧問、監事會成員,會員大會成員等,此方面決議必須得到理事會全體成員表決贊成才能通過。

第七條——監事會

(一)監事會是本會監察機關,負責監督行政機關運作,成員由三名成員或以上之單數組成,包括監事長一名及監事若干名。除行使法律及本章程所賦予之其他權限外,監事會有下列權限:

1)監察會員大會決議的執行情況;

2)定期審查賬目;對有關年報及賬目,制定意見書提交會員大會審議;

3)制定和通過監事會內部規章。

(二)監事會成員不得代表本會對外作出行為或發表意見。

(三)監事會有超過二分之一的成員出席時,方可議決事項。決議取決於出席成員的過半數票,遇票數相同時,監事長除本身已投之票外,有權再投一票。

第三章

會員權利與義務

第八條——會員資格

(一)凡同意本會宗旨,願意遵守本會會章之各界人士,經本會理事會審查通過後,可加入成為本會會員。

(二)第七條——會員資格之中止及喪失

1)會員有退出本會的自由,但須向理事會提出書面申請。

2)凡拖欠會費超過一年或以上者,其會員資格將自動中止;理事會對是否除去該會員的資格擁有最後決定權。

3)違反本會章程、內部規章、決議或損害本會聲譽、利益之會員,將由理事會決定及作出譴責和警告之處分;情況嚴重者,由理事會決定是否除去該會員的資格。

(三)受刑事處分之宣告被褫奪公權者。

(四)會員被除去該會員的資格時,所繳的一切費用概不發還。

第九條——會員的權利和義務

(一)會員享有以下權利

1)選舉和被選舉擔任本會各組織機關的成員;

2)參加本會舉辦的各項活動,享有本會提供的福利;

3)對本會會務工作提出建議或意見;

4)會員義務;

(二)會員承擔以下義務

1)愛國愛澳愛鄉,支持“一國兩制”方針和基本法貫徹實施;

2)遵守本會章程並履行本會的一切決議事項;

3)維護本會的合法權益;

4)推動會務發展,支持、參與本會舉辦的各項活動;

5)按規定交納會費,會費由理事會透過內部章程制定。

(三)會員違反本會章程、決議或作出行為而嚴重損害本會聲譽、利益者,會員大會經理事會之建議有權開除有關會員出會。

(四)凡拖欠會費超過一年者,其會員資格將自動終止。

第四章

經費

第十條——經費

經費來源為會員會費、贊助或捐款、政府資助、及海內外各界熱心人士之捐贈或公共機構或私人團體之贊助,其它合法收入、理事會認為必要時,得進行籌募經費。

第十一條——會費

(一)會費的額度和交納方法由理事會規定。

(二)本會對已繳交之會費及捐款均不予退還。

第十二條——資產管理

(一)本會建立嚴格的財務管理制度,保證會計資料合法、真實、準確、完整。

(二)本會的資產管理必須得到理事會全體成員通過且執行財務管理制度,并接受監事會的監督。

(三)本會資產,個人不得侵佔、私分和挪用。

第五章

會徽

第六章

附則

(一)本章程的解釋權及修改權屬理事會。

(二)本會章程若有任何疑問發生,而沒有適當之資料參考時,由理事會討論通過修訂;修改章程的議決須獲理事會全體成員全部贊同票通過方為有效。

(三)本章程如有未規定之條文,均按澳門現行法律執行。

私人公證員 潘民龍

Cartório Privado, em Macau, aos 12 de Junho de 2015. — O Notário, Manuel Pinto.


CARTÓRIO PRIVADO

MACAU

CERTIFICADO

澳門旅遊文化推廣協會

Certifico, para efeitos de publicação que, por documento n.º 11 arquivado neste Cartório no maço a que se refere a alínea f) do n.º 2 do artigo 45.º do Código do Notariado com o n.º 2/2013/ASS, foi constituída a Associação com a denominação em epígrafe, conforme consta do documento anexo.

澳門旅遊文化推廣協會

章程

第一章

總則

第一條

名稱

本會定名為“澳門旅遊文化推廣協會”(以下簡稱本會)。

第二條

宗旨

本會的宗旨:本會為非牟利團體,以推廣澳門旅遊文化為宗旨,深化市民及旅客對澳門旅遊文化的認識,開拓澳門旅遊文化資源,促進旅遊文化業界交流,推動本澳旅遊文化活動,加強澳門與各地聯系交流,呈現澳門的特有旅遊文化。

第三條

會址通訊處

本會會址設於澳門南灣大馬路762號中華廣場18樓M座。經理事會同意可更改。

第二章

會員

第四條

會員之權利

本會會員享有以下權利:

(一)選舉及被選之權;

(二)參加會員大會及表決;

(三)按照會章規定請求召開會員大會;

(四)參與本會一切活動及享有本會的各項福利。

第五條

會員之義務

本會會員有以下義務:

(一) 遵守會章及執行決議;

(二)貫徹本會宗旨,促進會務發展;

(三)參加會務活動和所屬機關的會議。

第六條

紀律

凡會員因違反或不遵守會章或有損本會聲譽及利益,經理事會決議後,得取消其會員資格。

第三章

組織

第七條

機構

本會機構為:會員大會,理事會和監事會。

第八條

任期

本會各機構之每屆任期為3年,期滿後可改選並可連選連任。

第九條

會員大會之組成及權限

(一)會員大會為最高決議機關,決定本會會務,選舉會長、副會長、理監事會成員及修訂會章。

(二)會員大會由全體會員組成,設會長一名及副會長若干名,會長負責主持會員大會、對外代表本會,並負責協調本會工作。副會長協助會長工作。會長、副會長可出席理監事會議,有發言權和表決權。

(三)會員大會每年召開一次平常會議,討論及通過理事會所提交的工作報告、年度帳目。召開會員大會須最少提前八日以掛號信方式通知,並載明會議日期、時間、地點及議程。會員大會會議需至少半數會員出席才可舉行,若不足規定人數,會議押後半小時舉行,屆時若有三分之一會員出席,則視為合法,議決從出席者過半贊同票取決生效。但修改章程的決議,須獲出席會員四分之三之贊同票。解散或延長法人存續期之決議,須獲全體會員四分之三之贊同票。法律另有規定者除外。

(四)會員大會可在會長、理事會、監事會或不少於四分之一的會員以正當目的提出要求時,召開會員大會特別會議。

(五)第一次召集會議,過半數會員出席方可議決;否則,會議順延半小時召開,屆時任何決議需出席會員之絕對多數票通過,但法律規定特定多數者除外。

第十條

理事會之組成及權限

(一)理事會是本會行政管理機關,負責執行會員大會決議及處理日常會務。成員由三名或以上之單數組成,包括理事長一名、副理事長若干名及理事若干名。

(二)理事會在多數成員出席時方可議決。如表決票數相同,以理事長所作之票為決定票。

第十一條

監事會之組成及權限

(監事會)

監事會是本會監察機關,負責監督行政機關運作,成員由三名成員或以上之單數組成,包括監事長一名及監事若干名。

第四章

經費

第十二條

本會之收入

本會之收入如下:

甲、會費;

乙、接受團體、企業或熱心人士捐贈;

丙、政府資助;

丁、募捐。

二零一五年六月十二日

私人公證員 潘民龍

Cartório Privado, em Macau, aos 12 de Junho de 2015. — O Notário, Manuel Pinto.


CARTÓRIO PRIVADO

MACAU

CERTIFICADO

澳門公共停車場關注協會

Associação de Acompanhamento dos Estacionamentos Públicos de Macau

Macau Public Car Parks Monitoring Association

Certifico, para efeitos de publicação que, por documento n.º 13 arquivado neste Cartório no maço a que se refere a alínea f) do n.º 2 do artigo 45.º do Código do Notariado com o n.º 1/2015/ASS, foi constituída a Associação com a denominação em epígrafe, conforme estatutos que constam do documento anexo:

澳門公共停車場關注協會

Associação de Acompanhamento dos Estacionamentos Públicos de Macau

Macau Public Car Parks Monitoring Association

章程

第一章

名稱、會址、存續期

第一條

名稱

本社團定名為“澳門公共停車場關注協會”,葡文名稱為“Associação de Acompanhamento dos Estacionamentos Públicos de Macau”,英文名稱為“Macau Public Car Parks Monitoring Association”(以下稱為“ 本會”)。

第二條

會址

本會會址設於澳門南灣大馬路369-371號21樓A。

第三條

宗旨

本會為非牟利社會服務團體,旨在討論公共停車場之制度,向政府反映公共停車場使用者訴求,改善及提升公共停車場服務質素 。

第二章

會員

第四條

會員資格

凡年滿十八歲的澳門公共停車場使用者,認同本會宗旨,願意遵守章程,經創始本會會員(即簽署設立本會之會員)引薦,均可申請加入。

第五條

入會手續

申請人須填寫入會申請表並提交予理事會。經理事會批准後,繳納會費,方可成為本會會員。

第六條

會員之權利

1. 本會會員具有如下權利:

a)參加會員大會及作出表決;

b)選舉及被選舉為本會組織架構之據位人;

c)對會務提出批評和建議;

2. 僅自註冊及批准成為本會會員滿90日才享有上款所指的權利。

第七條

會員之義務

1. 遵守及執行本章程、會員大會及理事會之決議;

2. 按時繳納會費及承擔其他因會務需要而生之開支;

3. 參與本會舉辦之活動及會務工作;

4. 接受本會選派及委任之職務;

5. 推薦新會員入會及推動會務發展。

第八條

入會費及會費

會員須按年繳納會費,金額由理事會訂定。

第九條

會員資格之喪失

1. 會員若有違反本章程規定、作出違反本會宗旨的行為、拒絕履行本章程規定之義務、違反本會作出之有效決議或有任何損害本會聲譽之行為,經理事會決議,可給予警告至終止會籍的處分;

2. 會員有權退會,向理事會提出書面通知後,即可終止會籍;

3. 喪失會員資格者,已繳納之會費概不退還。

第三章

組織架構

第九條

組織架構

本會之組織架構包括:

1. 會員大會;

2. 理事會;

3. 監事會。

第一節

會員大會

第十條

會員大會

1. 會員大會為本會最高權力機關,由全體會員組成,設有大會主席團,由主席、副主席及秘書組成。

2. 主席團由會員大會於會員中選出,任期三年,可連選連任。

3. 主席主持會員大會及大會主席團工作。

第十一條

會員大會權限

會員大會有以下權限:

1. 通過及修改章程;

2. 根據章程選舉、補選或罷免理事會及監事會據位人;

3. 決定會務方針及重大事宜;

4. 審議及通過理事會年度工作報告和財務報告及監事會之工作報告。

第十二條

會員大會之召集

1. 會員大會每年舉行一次會議,由理事長召集。

2. 會員大會之召集須最少提前八日以掛號信或透過簽收之方式而為之,召集書內應指出會議之日期、時間、地點及議程。

3. 會員大會決議必須有半數以上出席會員,贊成通過方為有效。

4. 特別會員大會由理事會決議召集,或應五分之一以上會員的要求召集。

5. 如需要修改本會章程,需獲出席會員四分之三之贊同,方為有效。

6. 如需要解散本會,需獲全體會員四分之三之贊同,方為有效。

第二節

理事會

第十三條

理事會之組成

理事會為本會執行機關,其組成如下:

1. 理事會設理事長一人,副理事長一人,理事三人;

2. 理事會成員由會員大會選舉產生,任期三年,正、副理事長由理事會互選產生。

第十四條

理事會之權限

1. 負責本會之管理及運作;

2. 向會員大會報告會務工作、提出建議;

3. 向會員大會遞交年度工作報告和財務報告;

4. 執行會員大會之所有決議;

5. 代表本會;

6. 組織籌募經費,管理本會之財產;

7. 委託代表人代表本會執行指定之工作,但有關決議需指明授予之權力及委託之期限;

8. 接納及處分會員;

9. 其他法律規定之職責。

第十五條

理事會會議之召集

理事會平常會議每一個月舉行一次,由理事長主持,特別會議由理事長或理事會超過半數成員要求召開。

第三節

監事會

第十六條

監事會之組成及權限

監事會為本會監察機關,其組成如下:

1. 監事會由三人或以上單數成員組成,並設監事長一人;

2. 監事會成員由會員大會選舉產生,監事長則由監事會互選產生,任期三年,得連選連任。

第十七條

監事會之權限

監事會負責監察理事會執行會員大會之決議、定期審查賬目、列席理事會會議、對理事會年度工作報告及財務報告提出意見。

第四章

經費

第十八條

經費

經費來源包括:

1. 會員繳納之會費。

2. 社會熱心人士、機構及會員向本會作出之自願捐贈;

3. 本會經費如有不足或有特別需要時,得由理事會、監事會聯席會議決定籌募之。

第五章

最後規定

第十九條

適用法律

本章程中未有規範之事宜,概依澳門現行法律。

私人公證員 潘民龍

Cartório Privado, em Macau, aos 17 de Junho de 2015. — O Notário, Manuel Pinto.


CARTÓRIO PRIVADO

MACAU

CERTIFICADO

澳門東莞虎門同鄉會

Certifico, para efeitos de publicação que, por acto constitutivo outorgado em 16 de Junho de 2015, foi constituída uma associação entre 何啓林, 林景光 e 張仕銘 com o nome identificado supra, juntando uma pública forma do estatuto em anexo:

澳門東莞虎門同鄉會

章程

第一章

總則

第一條——本會中文名稱為“澳門東莞虎門同鄉會”。

第二條——本會以擁護基本法,支持一國兩制,共建和諧社會。團結東莞虎門鄉親、互愛互助、敦睦感情、造福桑梓、共謀福利及慈善公益為宗旨。

第三條——本會會址設於澳門南灣財神商業中心FBC8樓D。

第二章

會員

第四條——凡已成年之東莞虎門同鄉(包括親屬),不拘性別,由會員介紹,帶同身份證及副本,半身正面一吋半相片兩張,填妥申請表,經理事會審核符合條件者准許加入本會,成為會員。

第五條——會員之權利

一、有選舉權及被選舉權。

二、會員大會舉行時有提議及表決權。

三、享受本會福利及參與各項康樂活動。

第六條——會員之義務

一、遵守本會會章。

二、履行本會議決案,協助本會推進會務。

三、繳納會費。

四、義務擔任本會所推行之職務。

第七條——會員如作下列行為,經監事會審查屬實,得由理事會執行除名。

一、違反法律。

二、違反會章及不服從決議。

三、損害本會名譽與利益。

第八條——會員自動退會或被除名,其所繳交之基金及一切費用,概撥充本會 辦理福利事務,概不發還。

第三章

組織機構

第九條——本會組織機構包括會員大會、理事會、監事會。

第十條——會員大會

一、會員大會為本會最高權力機構,負責制定或修改會章;選舉會員會長、副會長、秘書和理事會、監事會成員;決定會務方針;審查和批准理事會工作報告。

二、會員大會設會長一名,副會長若干名,秘書一名。每屆任期為三年,可連選連任。

三、會員大會每年舉行一次,至少提前八天透過掛號信或簽收之方式召集,通知書內須註明會議之日期、時間、地點和議程。如遇重大或特別事項得召開特別會員大會。

四、修改本會章程之決議,須獲出席會員四分之三的贊同票;解散本會的決議,須獲全體會員四分之三的贊同票。

第十一條——理事會

一、理事會為本會的行政管理機構,負責執行會員大會決議和管理法人。

二、理事會由最少三名或以上單數成員組成。設理事長一名、副理事長若干名。每屆任期為三年,可連選連任。

三、理事會議每三個月召開一次,會議在有過半數理事會成員出席時,方可議決事宜,議決須獲出席成員的絕對多數贊同票方為有效。

第十二條——監事會

一、監事會為本會監察機構,負責監察理事會日常會務運作和財政收支。

二、監事會由最少三名或以上單數成員組成。設監事長一名、副監事長一名。每屆任期為三年,可連選連任。

三、監事會議每三個月召開一次,會議在有過半數監事會成員出席時,方可議決事宜,議決須獲出席成員的絕對多數贊同票方為有效。

第十三條——凡熱心公益,德望昭著或對本會有特殊貢獻之港、澳、臺、海外及內地東莞虎門同鄉,得贈予本會名譽會長、永遠會長、永遠名譽會長榮銜;非同鄉而在港、澳、臺、海外及內地之工商界、社會各界知名人士,對本會舉辦之福利或公益熱心支持及贊助者,得由理事會推介聘任為榮譽會長、名譽會長或名譽顧問、顧問,藉此加強推進會務。

第四章

經費

第十四條——本會經費源於會員會費或各界人士贊助,倘有不敷或有特別需要時,得由理事會決定籌募之。

第十五條——本會是一非牟利機構,可接受鄉親,社會人士,當地政府機構及 社會團體之捐贈。

第十六條——本會公款,除正常支銷外,如有特別支付,必須獲理事會、監事會決議通過,方得動用。

第十七條——本會收支帳目,應按月結算,每年決算,均列交監事會審核後,交回理事會公佈。

第五章

附則

第十八條——本章程之訂定由會員大會通過後執行。

第十九條——本章程之修改權屬會員大會。

私人公證員 Zhao Lu

Cartório Privado, em Macau, aos 17 de Junho de 2015. — O Notário, Zhao Lu.


第 一 公 證 署

證 明

中國——澳門釣魚體育總會

為公佈的目的,茲證明上述社團的修改章程文本自二零一五年六月十二日起,存放於本署的社團及財團存檔文件內,檔案組2號094/2015。

中國——澳門釣魚體育總會

修改章程

第一章

總則

第一條——本會葡文名稱為“Federação de Pesca Desportiva de Macau — China”,中文名稱為“中國——澳門釣魚體育總會”,英文名稱為“Macau Sport Fishing Federation — China”。

第二條——本會會址位於澳門友誼大馬路1023號南方大廈2樓P-V室。

第三條——一、本會宗旨在於為團結澳門釣魚運動之參加者而創造方法及條件,本會為非牟利團體;

二、推廣、規範、宣傳及領導章程中的釣魚體育活動,尤其是發展各屬會及在錦標賽事中與各屬會合作,以及與同類組織之交流;

三、與各屬會及國際釣魚組織,尤其與鄰近地區以及國際上同類機構建立及維持聯繫;

四、每年舉行澳門錦標賽,以及為著相關目的,舉行其他對澳門釣魚運動有利之錦標賽事或交流活動;

五、中國——澳門釣魚體育總會不但在澳門、其他地方,而在官方實體,代表澳門進行釣魚運動;

六、培訓及選拔較優秀之運動員代表澳門參加國際錦標賽事;在本地安排或推薦有條件之運動員於外地進行教練實習或評判培訓;制定頒授世界認可之文憑之測試。

七、關注及維護各屬會之法定權利。

會員、其權利與義務

第四條——本會接納之會員分為以下兩個類別:

a)正式會員——所有已合法成立及設於澳門之會及釣魚運動員或其領導人員,如有意以任何方式對實現本會宗旨作出貢獻者;

b)名譽會員——由於服務本會或本地區體育,而值得獲取此榮譽之個人或實體。

第五條——相關申請者需填寫及簽署入會表格,經理事會進行批准後方獲接納為會員。

第六條——正式會員之權利:

a)持有屬會證;

b)參與會員大會;

c)選舉及被選舉擔任本會職務;

d)參加本會所舉辦之活動;及

e)享有會員獲賦予之福利。

第七條——正式會員之義務:

a)遵守本會章程之規定,以及遵守會員大會及理事會之議決;

b)以會員本人所及的一切方法,為促進本會之進步及聲望作出貢獻;

c)準時繳交屬會費及測試之報名費。

第八條——名譽會員於會員大會中無投票權,並無須繳交會費。

紀律

第九條——任何會員違反本章程或作出行為而使本會聲望受損的,將根據理事會之決議科處以下制裁:

a)警告;

b)書面譴責;

c)開除會籍。

會員大會

第十條——會員大會為本會最高機關,由所有完全行使會員權利之會員組成,且每年召開一次平常會議,有關會議須提前至少八日以掛號信或以簽收方式作出召集,召集書中須載明會議舉行之日期、時間、地點及有關議程。

第十一條——會員大會設有主席團,由主席一名,副主席及秘書各若干名組成,總人數必須為單數。召開會員大會時,由主席主持會議。倘訂定之會議開始的時間已逾半小時,而主席未克出席,則由副主席代其位主持會議;倘副主席也缺席,則由理事長或其代位人主持會議,或在各出席之屬會代表中選出一人主持會議,但不妨礙其在會議所獲賦予的權利。倘若秘書缺席,由理事會一位成員替代之。

第十二條——特別會員大會之舉行由理事會召集。

第十三條——會員大會之權限:

a)通過及修改章程;

b)通過每次比實之規則;

c)選舉理事會及監事會之成員;

d)制定本會的運作指引;

e)決定本會財產之運用;及

f)審議及通過理事會之年度報告。

理事會

第十四條——理事會由單數成員組成,每兩年由會員大會選出,再選出者可連任一次或多次。

第十五條——理事會設理事長一名,副理事若干名,秘書和財務各一名,理事若干名,以便執行理事會決議及處理日常會務。

第十六條——理事會每季舉行一次平常會議;如理事長認為有需要,則召開特別會議。

第十七條——理事會之權限:

a)執行會員大會作出之所有決議;

b)確保對本會事宜之管理及提交工作報告;及

c)召集會員大會。

監事會

第十八條——監事會由單數成員組成,每兩年由會員大會選出,再選出者可連任一次或多次。

第十九條——監事會設監事長一名,副監事長一名,監事若干名。

第二十條——監事會之職責:

a)監察理事會所有行政活動;

b)常規地檢查本會帳目及司庫簿冊之記帳;及

c)對理事會之年度報告及帳目發表意見。

審判委員會及其權限

第二十一條——一、審判委員會由會員大會選出,設主席一名,委員若干名,總人數必須為單數。作為本會的一個機關,對向理事會作出的與釣魚活動問題上訴有關之投訴給予意見;

二、審判委員會在有需要時可在任何時間舉行會議;

三、就理事會在有關上訴的決議給予決定;

四、對有關請求發表意見;

五、對現行章程、規章中的規定或其他未有規定之情況給予解釋及指引。

財政

第二十二條——一、收入來源:

a)會員繳交之會費;

b)會員及社會熱心人士之捐贈及贊助;

c)本會得向政府及有關部門申請經費或資助。

二、本會之支出由收入負擔。

修章及解散決議

第二十三條——修改本會章程之決議,須獲出席會員的四分之三贊同票;解散本會的決議,須獲全體會員四分之三贊同票。

二零一五年六月十二日於第一公證署

公證員 盧瑞祥


COMPANHIA DE ELECTRICIDADE DE MACAU — CEM, S.A.

Anúncio

«Fornecimento de Postes de Iluminação Pública e Luminárias de Iluminação Pública do Tipo LED»

Concurso Público

(Concurso Refª.: PLD-257/3/5)

1. Entidade que põe o fornecimento a concurso: Companhia de Electricidade de Macau — CEM, S.A.

2. Modalidade do concurso: concurso público.

3. Objecto do fornecimento: fornecer postes de iluminação pública e luminárias de iluminação pública do tipo LED.

4. Quantidades a fornecer:

4.1 — Luminárias de iluminação pública do tipo LED:

• para substituição das luminárias equipadas com lâmpadas de vapor de sódio de alta-pressão de 250W: 351 unidades

• equivalente a 100W de vapor de sódio de alta-pressão: 62 unidades

4.2 — Postes de iluminação pública:

• 12m cónico, enterrado, com braço simples de 1.5m, branco: 12 unidades

• 12m cónico, enterrado, com braço duplo de 1.5m, branco: 25 unidades

• 12m cónico, enterrado, com dois braços, um fixo no topo de 1.5m e outro a 5m do solo com 0.75m, cinzento: 33 unidades

• 12m cónico, com flange, com braço simples de 0.3m, branco: 32 unidades

• 10m cónico, enterrado, com braço simples de 1.5m, cinzento: 148 unidades

• 10m cónico, enterrado, com braço duplo de 1.5m, cinzento: 26 unidades

• 10m cónico, enterrado, com dois braços, um fixo no topo de 1.5m e outro a 5m do solo com 0.75m, cinzento: 29 unidades

5. Prazos de entrega: dentro de 90 dias.

6. Validade das propostas: 90 dias, a contar da data do acto público do concurso, prorrogável, nos termos previstos no programa do concurso.

7. Tipo de adjudicação: preço global.

8. Caução provisória: $ 150 000.00.

9. Caução definitiva: correspondente a 10% da ordem de compra, sob a forma de depósito em dinheiro, cheque ou garantia bancária a favor da Companhia de Electricidade de Macau — CEM, S.A.

10. Preço base: não há preço base.

11. Data, local e preço para consulta e obtenção do processo:

Data: desde o dia da publicação deste anúncio até 20 de Julho de 2015.

Horário: 9,00 – 13,00 e 15,00 – 17,00, aos dias úteis.

Local: Direcção de Aprovisionamento e Logística (PLD).

Estrada de D. Maria II, Edif. CEM, 11.º andar, Macau.

Poderão ser solicitadas na CEM, cópias do processo do concurso mediante o pagamento de $ 200,00 (duzentas patacas). Este valor reverte a favor da CEM. O processo do concurso poderá também ser obtido gratuitamente através da página da internet no portal da CEM (www.cem-macau.com).

12. Dia, hora e local para entrega das propostas:

Dia e hora limite: 20 de Julho de 2015 (segunda-feira), às 17,00.

Local: Companhia de Electricidade de Macau – CEM, S.A.

Estrada de D. Maria II, Edifício CEM (Recepção no rés-do-chão), Macau.

13. Idioma para propostas: as propostas devem ser redigidas em língua oficial da RAEM ou em língua inglesa.

14. Dia, hora e local do acto público:

Dia e hora: 21 de Julho de 2015 (terça-feira), às 9,30.

Local: Estrada de D. Maria II, Edif. CEM, Macau — 15.º andar, Auditório.

Os concorrentes ou seus representantes deverão estar presentes ao acto público de abertura das propostas para os efeitos previstos no artigo 27.º do Decreto-Lei n.º 63/85/M, por forma a esclarecer eventuais dúvidas relativas aos documentos apresentados ao concurso.

Os representantes legais dos concorrentes poderão fazer-se representar por procurador devendo, neste caso, o procurador apresentar procuração notarial conferindo-lhe poderes para o acto público do concurso.

15. Critérios de avaliação das propostas e respectivas proporções:

Os critérios de avaliação dividem-se em duas fases, sendo que a primeira fase tem um regime de eliminação. Os concorrentes passarão à segunda fase, em que as propostas serão pontuadas, se cumprirem com os requisitos técnicos e garantirem a entrega no prazo solicitado. As propostas serão pontuadas de acordo com os seguintes factores-peso:

Critérios de Avaliação

Weighting

- Experiência em fornecimento de iluminação pública

10%

- Experiência em fabrico de iluminação pública

10%

- Preço

75%

- Prazos de entrega

5%

Total

100%

A entidade responsável pelo concurso fará a respectiva avaliação de acordo com a informação contida nas propostas e com a metodologia acima referida.

16. Informações suplementares:

Os concorrentes poderão visitar a sede da CEM, sita na Estrada de D. Maria II, Edif. CEM, 11.º andar, Macau, na Direcção de Aprovisionamento e Logística (PLD), ou visitar a página de internet da CEM (www.cem-macau.com) entre 24 de Junho de 2015 e a data limite da entrega das propostas, para tomar conhecimento de eventuais esclarecimentos adicionais.

Companhia de Electricidade de Macau —CEM, S.A., aos 24 de Junho de 2015.

Membro da Comissão Executiva, Shi Yulin.

Presidente, Leong Wa Kun.


FAR EAST HIDROFOIL COMPANHIA LIMITADA

Balanço em 31 de Dezembro de 2014

Relatório de desempenho

Ao longo do ano a companhia verificou um ligeiro aumento no volume de passageiros na rota entre o Terminal Marítimo de Hong Kong e Macau, que aliado à autorização obtida em Outubro de 2014 para o aumento dos preços dos bilhetes e à queda dos preços dos combustíveis, significou um aumento dos lucros anuais. Para o próximo ano prevê-se que o nível de inflação se mantenha elevado, o que associado à possibilidade da subida do preço dos combustíveis e ao aumento do nível de concorrência, significará uma maior pressão operacional. Pelo que, a companhia continuará a envidar esforços para controlar os custos e melhorar a eficiência operacional para garantir a sua rentabilidade.

Em sintonia com o desenvolvimento de Macau como um centro de turismo e lazer, a companhia irá melhorar continuamente a qualidade dos serviços prestados e dos equipamentos da sua frota, no sentido de contribuir para o estabelecimento de Macau como um centro de lazer de nível mundial.

A Directora da Companhia, Ho Chiu King Pansy Catilina.

Aos 12 de Março de 2015.

Relatório do auditor independente sobre demonstrações financeiras resumidas

Para os accionistas da Far East Hidrofoil Companhia, Limitada
(Sociedade por quotas registada em Macau)

Examinámos as demonstrações financeiras da Far East Hidrofoil Companhia, Limitada referentes ao exercício que terminou em 31 de Dezembro de 2014 de acordo com as Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria emitidas pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau, e expressámos nossa sem reservas sobre estas demonstrações financeiras, no relatório de 12 de Março de 2015.

Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas.

Para uma melhor compreensão da posição financeira da Companhia em 31 de Dezembro de 2014, as demonstrações financeiras resumidas devem ser analisadas em conjunto com as demonstrações financeiras auditadas.

Ho Mei Va
Auditor de Contas
HMV & Associados — Sociedade de Auditores

Macau, aos 12 de Março de 2015.


Hong Kong Macao Hydrofoil Company, Limited

balanço em 31 de Dezembro de 2014

Relatório de Desempenho 

Ao longo do ano a companhia verificou um ligeiro aumento no volume de passageiros na rota entre o Terminal Marítimo de Hong Kong e Macau, que aliado à autorização obtida em Outubro de 2014 para o aumento dos preços dos bilhetes e à queda dos preços dos combustíveis, significou um aumento dos lucros anuais. Para o próximo ano prevê-se que o nível de inflação se mantenha elevado, o que associado à possibilidade da subida do preço dos combustíveis e ao aumento do nível de concorrência, significará uma maior pressão operacional. Pelo que, a companhia continuará a envidar esforços para controlar os custos e melhorar a eficiência operacional para garantir a sua rentabilidade.

Em sintonia com o desenvolvimento de Macau como um centro de turismo e lazer, a companhia irá melhorar continuamente a qualidade dos serviços prestados e dos equipamentos da sua frota, no sentido de contribuir para o estabelecimento de Macau como um centro de lazer de nível mundial.

A Directora da Companhia, Ho Chiu King Pansy Catilina.

Aos 29 de Maio de 2015.

Relatório do Auditor Independente sobre as Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os Sócios da HongKong Macao Hydrofoil Company, Limited
(constituída em Hong Kong com responsabilidade limitada)

As demonstrações financeiras resumidas anexas da Hongkong Macao Hydrofoil Company, Limited (a “Sociedade”) referentes ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2014 resultam das demonstrações financeiras auditadas da Sociedade referentes ao exercício findo naquela data. Estas demonstrações financeiras resumidas, as quais compreendem o balanço em 31 de Dezembro de 2014, são da responsabilidade da Gerência da Sociedade. A nossa responsabilidade consiste em expressar uma opinião, unicamente endereçada a V. Exas, enquanto sócios, sobre se as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas, e sem qualquer outra finalidade. Não assumimos responsabilidade nem aceitamos obrigações perante terceiros pelo conteúdo deste relatório.

Auditámos as demonstrações financeiras da Sociedade referentes ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2014 de acordo com as Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria emitidas pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau, e expressámos a nossa opinião sem reservas sobre essas demonstrações financeiras no relatório datado de 29 de Maio de 2015.

As demonstrações financeiras auditadas compreendem o balanço em 31 de Dezembro de 2014, a demonstração dos resultados, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração dos fluxos de caixa do exercício findo naquela data, e um resumo das principais políticas contabilísticas e outras notas explicativas.

Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas.

Para uma melhor compreensão da posição financeira da Sociedade e dos resultados das suas operações, e do âmbito da nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas em anexo devem ser lidas em conjunto com as demonstrações financeiras auditadas e com o respectivo relatório do auditor independente.

Cheung Pui Peng Grace
Auditor de contas
PricewaterhouseCoopers

Macau, 29 de Maio de 2015.


JCDECAUX (MACAU), LIMITADA

(Publicações ao abrigo do n.º 1 do Artigo 1.º da Lei n.º 14/96/M, de 12 de Agosto)

Balanço em 31 de Dezembro de 2014

Relatório do Conselho de Administração

O Conselho de Administração vem apresentar o relatório e contas da Companhia do exercício findo em 31 de Dezembro de 2014.

Não houve mudança na natureza das principais actividades da Companhia, que continuaram a ser relativas a publicidade. A situação económica e resultados estão expressos nas contas anuais anexas, tendo o Resultado Líquido atingido MOP 11,199,644 e a Situação Líquida MOP 17,725,929.

Pelo Conselho de Administração, 25 de Março de 2015.

Administrador Executivo

Administrador

Ashley James Stewart

Jason Paul Eastwood

Relatório do Auditor Independente sobre Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os accionistas da JCDecaux (Macau), Limitada
(Sociedade de responsabilidade limitada, registada em Macau)

Procedemos à auditoria das demonstrações financeiras da JCDecaux (Macau), Limitada relativas ao ano 2014, nos termos das Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria da Região Administrativa Especial de Macau. No nosso relatório, datado de 25 de Março de 2015, expressámos uma opinião sem reservas relativamente às demonstrações financeiras das quais as presentes constituem um resumo.

As demonstrações financeiras a que se acima se alude compreendem o balanço, à data de 31 de Dezembro de 2014, a demonstração de resultados, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração de fluxos de caixa relativas an ano findo, assim como um resumo das políticas contabilísticas relevantes e outras notas explicativas.

As demonstrações financeiras resumidas preparadas pela gerência resultam das demonstrações financeiras anuais auditadas a que acima se faz referência. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas.

Para a melhor compreensão da posição financeira da sociedade e dos resultados das suas operações, no período e âmbito abrangido pela nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas devem ser lidas conjuntamente com as demonstrações financeiras das quais as mesmas resultam e com o respectivo relatório de auditoria.

Ho Mei Va
Auditor de Contas
HMV & Associados — Sociedade de Auditores

Macau, aos 25 de Março de 2015.


Macau Nova Era de Autocarros Públicos, S.A.

Demonstração dos resultados

Período de 30/04/2014 (dia de constituição) até a 31/12/2014

Balanço patrimonial

Em 31/12/2014

Síntese do relatório do conselho de administração

De acordo com os termos legais vigentes da RAEM e o estabelecido nos Estatutos da Macau Nova Era de Autocarros Públicos, S.A. (adiante simplesmente designada por “Nova Era”), foram apresentados o relatório de exercício do ano fiscal de 2014 e as contas ao Conselho de Administração para apreciar e deliberar. Segundo as instruções feitas na Assembleia de Accionistas, o Conselho de Administração levou a cabo, ainda no mesmo ano fiscal, várias tarefas, especialmente:

1. Em 10/06/2014 foi celebrado, entre o Governo da RAEM e a Nova Era, a escritura pública relativa ao Contrato de Concessão do Serviço Público de Transportes Colectivos Rodoviários de Passageiros — Secção II e Secção V, sendo o prazo concedido do Contrato de 01/07/2014 a 30/06/2017, dentro do qual a Nova Era cumprirá o serviço público de transportes colectivos rodoviários de passageiros estabelecidos no Contrato.

2. De acordo com o celebrado no Contrato, a Nova Era deve adquirir, antes de 30/06/2014 os bens integrais das massas falidas da Sociedade de Transportes Públicos Reolian, S.A. e os bens adquiridos pelo Governo da RAEM enquanto geria a última, a um preço não inferior ao valor nominal contabilístico na data de declaração da falência constante das contas da mesma Sociedade, sendo o tal valor MOP$96.688.400,00. Além disso, deve a Nova Era assumir todas as despesas de indemnizações pela cessação da relação de trabalho entre a Reolian e os seus colaboradores entre outras, num valor total de MOP$19.662.200,00. Os dois valores totalizam MOP$116.350.600,00.

3. Para atender às necessidades na gestão das suas actividades, a Nova Era precisou de adquirir, em 2014, 25 autocarros de maior porte e 10 autocarros, num total 35 novos veículos a um preço total de MOP$29.493.700,00. Através da aquisição, a frota de autocarros da Nova Era aumentou de 245 para 280.

4. Para melhorar a qualidade de serviço e optimizar o ambiente de trabalho dos seus colaboradores, a Nova Era adquiriu, em 2014, 2 máquinas de lavagem de carros e instalou um sistema manual digital de transceptor portátil por rádio para a comunicação directa entre a estação principal de controlo e os chefes dos terminais a fim de expedir os veículos, alterar o sistema de administração de armazém, o de administração intelectual de autocarros por GPS e estabelecer o sistema de administração dos recursos humanos, fomentar novas salas de condutores, construir garagens provisórias de reparação e barracas, etc.

5. Em relação aos ajustes remunerativos dos colaboradores, desde 01/07/2014, observa-se um aumento de 5% da remuneração de todos os colaboradores. Bem assim, para resolver problemas de estrutura remunerativa expressos pelos condutor, entre outros, “remuneração única para cada tarefa”, desde Setembro de 2014 foram realizadas modelações da estrutura de remuneração e categoria profissional dos condutores e estabelecidos critérios de evolução categórica e os relativos mecanismos a fim de avaliar o desempenho dos condutores.

6. Foi reforçada a formação de segurança e de consciência de serviço para os funcionários de primeira linha.

Com um investimento de recursos relativamente elevado no primeiro ano de exercício, os resultados de exercício do ano 2014 registaram um défice de MOP$1.455.685,00. O Conselho de Administração sugere passar o défice para o próximo ano.

O Conselho de Administração agradece todas as pessoas que apoiam a Sociedade seja directa ou indirectamente e, mais ainda, o esforço de todos os colaboradores. A Nova Era empenha-se para prestar melhores serviços de transportação pública aos cidadãos.

O Representante do Conselho de Administração,
Fang Liqun

Macau, 31 de Março de 2015.

Relatório de Auditor Independente sobre Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os accionistas da Macau Nova Era de Autocarros Públicos, S.A.
(Sociedade anónima incorporado em Macau)

Procedemos à auditoria das demonstrações financeiras do Macau Nova Era de Autocarros Públicos, S.A. relativas para o período de 30 de Abril de 2014 (a data de estabelecimento) a de 31 de Dezembro de 2014, nos termos das Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria da Região Administrativa Especial de Macau. No nosso relatório, datado de 31 de Março de 2015, expressámos uma opinião sem reservas relativamente às demonstrações financeiras das quais as presentes constituem um resumo.

As demonstrações financeiras a que se acima se alude compreendem o balanço, à data de 31 de Dezembro de 2014, a demonstração de resultados, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração de fluxos de caixa relativas para o período de 30 de Abril de 2014 (a data de estabelecimento) a de 31 de Dezembro de 2014, assim como um resumo das políticas contabilísticas relevantes e outras notas explicativas.

As demonstrações financeiras resumidas preparadas pela gerência resultam das demonstrações financeiras auditadas da sociedade. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas da sociedade.

Para a melhor compreensão da posição financeira da sociedade e dos resultados das suas operações, no período e âmbito abrangido pela nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas devem ser lidas conjuntamente com as demonstrações financeiras das quais as mesmas resultam e com o respectivo relatório de auditoria.

Ieong Lai Kun, Auditor de Contas
KPMG

Macau, 31 de Março de 2015.


CAM — SOCIEDADE DO AEROPORTO INTERNACIONAL DE MACAU, S.A.R.L.

Mapa de demonstração de resultados líquidos de 2014

(Em patacas)

Balanço analítico em 31 de Dezembro de 2014

(Em patacas)

Relatório sucinto sobre as actividades desenvolvidas em 2014

Apesar das mudanças no ambiente internacional e do rápido desenvolvimento da economia local terem resultado num leque diversificado de desafios, nomeadamente em termos do aumento dos custos e da concorrência, de acordo com a estratégia de desenvolvimento empresarial com base na filosofia “partir da concorrência dinâmica para alcançar a cooperação dinâmica”, a Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau S.A.R.L. (adiante designada por CAM), registou um nível de crescimento satisfatório de acordo com os objectivos anuais. Em 2014, o Aeroporto Internacional de Macau (AIM) registou mais de um milhão de passageiros na aviação de baixo-custo, tendo sido honrado com o “Prémio de Melhor Aeroporto de Pequena Escala de 2014” pelo Centro para a Aviação da Ásia Pacífico. O transporte de carga inverteu a tendência decrescente, tendo registado um ano positivo e recebido o prémio de “Melhor Aeroporto Emergente” na 28.ª Edição dos Prémios de Transportes de Carga e Cadeia de Fornecimento (em inglês Asian Freight and Supply Chain Awards — AFSCA). As receitas totais dos principais operadores do AIM ultrapassaram os 4,38 mil milhões de patacas, representando um crescimento de 6,6%. Ao mesmo tempo, as receitas da CAM atingiram os 1,049 mil milhões de patacas, correspondendo a um aumento de 13,8%, mantendo o ritmo de crescimento pelo quinto ano consecutivo. Verificaram-se lucros líquidos de 230 milhões de patacas, representando um aumento de 21,1% face ao ano anterior e mantendo-se o saldo positivo pelo terceiro ano consecutivo.

Em 2014, o número de passageiros atingiu os 5,48 milhões, um aumento de 9% em comparação com o período homólogo do ano passado; foram transportadas 28 mil toneladas de carga, o que representa um crescimento de 8,7%, relativamente ao ano passado; o número de voos ultrapassou os 52 mil, representando também um aumento de 7,4%. Três novas companhias aéreas de baixo custo começaram a operar no AIM, adicionando mais três destinos de viagem para Palau, Siem Riep e Dalian, pelo que ao todo 22 companhias aéreas operam no Aeroporto Internacional de Macau, ligando a RAEM a 36 locais do Mundo. O movimento de jactos de aviação comercial também aumentou 29,2%, para 2.791 voos. A assinatura de um acordo de cooperação estratégica com a empresa de logística Shanghai YTO Express (Logistics) Co., Ltd significa um alargamento das oportunidades de cooperação na área da logística de aviação. Os lucros da aviação registaram um aumento de 14,9%, atingindo 491 milhões de patacas.

A conclusão do plano de optimização da área comercial do aeroporto resultou numa expansão da área arrendada dos 4.731 metros quadrados para 6.958, aumentando o nível de satisfação dos utilizadores do aeroporto e a eficácia de utilização do espaço do aeroporto. Em 2014, foi aberto um concurso para lojas de duty-free, tendo sido abertas duas novas lojas, facto que assegura a prestação de serviços de qualidade e diversificados. A aviação executiva tem mantido, de 2007 até 2014, um nível de crescimento médio que ronda os 20%. A abertura de concursos para a concessão de contratos de operador de base fixa (FBO – Fixed base operator), atraiu o primeiro prestador de serviços de MRO para a realização de trabalhos de manutenção, reparação e revisão (maintenance, repair, and overhaul) para aviação comercial, de modo a expandir ainda de forma mais diversificada o negócio no Aeroporto Internacional de Macau. Como os operadores de serviços em terra, de manutenção de aviões e de carga e correio (ground handling, aircarft maintance, cargo and mail) assinaram novos contratos e como o fornecedor de gás liquefeito de petróleo (GPL), de combustível para aviação e do posto de gasolina interno assinou alterações dos contratos respectivos, atingiu-se o objectivo de abertura do mercado e reforçou-se a segurança e qualidade dos serviços no aeroporto. As receitas não aeronáuticas aumentaram 12,8%, atingindo 558 milhões de patacas, registando quatro anos consecutivos de crescimento nas receitas, aumentando a quota desta rubrica em relação às receitas totais, para mais de 50%.

Os resultados obtidos são a consequência do entendimento tácito da equipa e, apesar da empresa principal, subsidiárias e diferentes departamentos terem as suas próprias funções, estão todos interligados, aplicando uma verdadeira “cooperação dinâmica”, sendo todos os membros indispensáveis. Apesar de estarmos a enfrentar uma perda de recursos humanos cada vez maior, todos os membros da nossa equipa continuam a assumir as responsabilidades inerentes aos seus postos. Fazer um bom trabalho de segurança e gestão do aeroporto e concluir ao mesmo tempo diferentes projectos estratégicos inovadores não serve apenas para melhorar o ambiente para os passageiros que utilizam o aeroporto e a segurança deste, mas concretiza também a cultura de excelência da CAM, que se concentra na optimização do espaço existente do aeroporto, levando a uma maior eficiência e uma melhor experiência dos passageiros. Em 2014, o Aeroporto Internacional de Macau obteve o certificado de 2.ª classe do “Projecto de Acreditação de Emissões de Carbono do Aeroporto”, emitido pelo Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International –ACI). Foram investidos ao todo 200 milhões de patacas em projectos de infra-estrutura, tendo sido concluída a actualização do sistema de manejo de bagagens, os trabalhos de actualização do edifício e do terminal, a actualização das instalações de controlo de segurança e de outros equipamentos, o projecto de TI e o projecto de optimização ambiental e arborização. Para além disso, o projecto de construção do hangar da aviação comercial, o do centro de dados do aeroporto e o de actualização dos equipamentos de combate a incêndios e de assistência também foram concluídos. Como o número de passageiros começa a atingir o ponto de saturação da capacidade, começou-se o projecto de construção e design de expansão do terminal de passageiros norte.

Macau é uma cidade internacional e o aeroporto um desses elementos; um portal de ligação directa ao mundo que facilita a disseminação da informação. A CAM participa activamente em conferências de intercâmbio internacional e cooperação regional e o Aeroporto Internacional de Macau tem tido um papel histórico considerável no desenvolvimento da cooperação e amizade entre a China e Portugal, não apenas porque acompanha as políticas do Governo Central e da Região Administrativa Especial de Macau, mas também porque continua a apostar na cooperação com aeroportos de países de Língua Portuguesa e do Interior da China e na criação de uma plataforma de intercâmbio entre todos estes locais. Em 2014, a CAM continuou a organizar o envio de profissionais locais de aviação e da China para Portugal para intercâmbios académicos e ao longo dos anos tem vindo a promover a cooperação na aviação civil entre a China, Portugal e Macau, tendo realizado um volume considerável de trabalho com resultados efectivos. Agradecemos profundamente à China Continental e esperamos que o apoio à cooperação continue no futuro.

Em 2015, a CAM vai manter a sua estratégia de “inovação e expansão de mercado orientado para o crescimento” e a empenhar todos os esforços para trazer sucesso ao Aeroporto Internacional de Macau. Com o aeroporto a entrar no seu vigésimo aniversário de operações, a CAM vai organizar alguns eventos para comemorar esta ocasião, para devolver à comunidade todo o apoio que tem recebido, e reflectir a evolução conjunta da sociedade e do aeroporto, para juntos caminharmos para o futuro. O Aeroporto Internacional de Macau é uma empresa local que olha com consideração para o aspecto internacional, contudo este “Aeroporto da População de Macau” vai acompanhar o posicionamento de Macau num “centro de lazer e turismo mundial”, dando mais impulso à sua internacionalização e explorando ainda mais factores de diversificação.

Macau, Março de 2015

Presidente do Conselho
Senhor Ma Iao Hang

Parecer do Conselho Fiscal

Senhores Accionistas,

O Conselho Fiscal procedeu ao acompanhamento da actividade da CAM — Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, S.A.R.L., tendo mantido um estreito contacto com a Administração e dela recebido sempre o necessário apoio e os esclarecimentos julgados convenientes.

Da apreciação e análise dos documentos submetidos, pelo Conselho de Administração, a parecer nos termos da lei do artigo 27.º dos Estatutos da CAM, o Conselho Fiscal de CAM- Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, S.A.R.L. constata, serem os mesmos elucidativos da actuação da empresa ao longo do ano traduzindo correctamente a correspondente situação financeira em 31 de Dezembro de 2014.

O relatório submetido pelo Conselho de Administração complementa as contas e apresenta de forma clara a evolução e caracterização da actividade da CAM.

Assim, face ao exposto, somos de parecer:

1. Que merecem aprovação o balanço e a demonstração de resultados líquidos, respeitantes ao exercício de 2014.

2. Que merece, igualmente, aprovação o relatório do Conselho de Administração.

Macau, Março de 2015

O Conselho Fiscal,

Mr. Liu Guo Bin

Mr. Joaquim Francisco de Campos Adelino

Mr. Leung Henry Yee Hang

Relatório de Auditor Independente sobre Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os accionistas da

CAM — Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, S.A.R.L.
(Sociedade anónima incorporada em Macau)

Procedemos à auditoria das demonstrações financeiras do CAM — Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau, S.A.R.L. relativas ao ano de 2014, nos termos das Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria da Região Administrativa Especial de Macau. No nosso relatório, datado de 30 de Março de 2015, expressámos uma opinião sem reservas relativamente às demonstrações financeiras das quais as presentes constituem um resumo.

As demonstrações financeiras a que se acima se alude compreendem o balanço, à data de 31 de Dezembro de 2014, a demonstração de resultados, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração de fluxos de caixa relativas ao ano findo, assim como um resumo das políticas contabilísticas relevantes e outras notas explicativas.

As demonstrações financeiras resumidas preparadas pela gerência resultam das demonstrações financeiras anuais auditadas e dos livros e registos da Sociedade. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas e dos livros e registos da Sociedade.

Para a melhor compreensão da posição financeira da Sociedade e dos resultados das suas operações, no período e âmbito abrangido pela nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas devem ser lidas conjuntamente com as demonstrações financeiras das quais as mesmas resultam e com o respectivo relatório de auditoria.

Lei Iun Mei, Auditor de Contas

KPMG

Macau, aos 30 de Março de 2015.


SEGURADORA VIDA FWD (MACAU), S.A.

Balanço em 31 de Dezembro de 2014

Patacas

Patacas

Conta de ganhos e perdas do exercício de 2014

Patacas

Contabilista,

Director-geral/Gerente,

Wong Shun Chiu

Lau Ming Chung

Conselho de Administracao ( Até Dezembro 31, 2014 )

Presidente – Wong David Tai Wai

Vice-Presidente – Julian Mcqueen Lipman

Administrador – Lau Ming Chung

Conselho Fiscal

Presidente — Lo Kwok Chung, Raymond

Vice-Presidente — Lam Wai Yin

Membro — Leong Ngan Peng — auditor

Secretário — Nuno da Luz Martins

Accionistas com participação qualificada

Acções

Percentagem %

FWD Management Holdings Limited

1,765,998

99.99989

Sumário do Relatório de Actividades

A Seguradora Vida FWD (Macau), S.A. (“a Sociedade”) é membro do Grupo FWD, cujas actividades de seguros de vida se espalham por Hong Kong, Macau, Tailândia e Filipinas. A FWD de Hong Kong presta também serviços no que concerne aos seguros em geral, benefícios aos trabalhadores e planeamento financeiro. Além disso, a marca FWD já se encontra presente na Indonésia. A estratégia principal da FWD é melhorar a experiência do cliente através da ciência e tecnologia, lançar produtos inovadores e disponibilizar recursos para a formação de quadros qualificados, com vista a tornar-se uma empresa líder no sector de seguros de vida na Região Ásia-Pacífico e oferecer novas experiências ao cliente sobre serviços de seguros.

As entidades operacionais de seguros de vida e de seguros em geral da FWD de Hong Kong receberam excelentes classificações pelas agências internacionais de classificação de risco de crédito no que respeita à sua solidez financeira. A FWD Life Insurance Company (Bermuda) Limited recebeu a classificação de “A3” pela Moody e “A” pela Fitch. A FWD General Insurance Company Limited recebeu “A” pela Fitch.

Em 2014, a Sociedade continuou a registar um desenvolvimento estável nas actividades do sector de seguros de vida, tendo alcançado nesse ano uma receita total, proveniente dos prémios de seguro, no valor de duzentas e oitenta e três milhões, quatrocentas e dez mil patacas. A Sociedade vai continuar a servir dedicadamente a clientela, tendo como prioridade os interesses dos clientes e a actualização dos seus serviços e tendo presente o objectivo principal de uma prestação de serviços de qualidade. Além disso, intensificaremos os cursos de formação e aperfeiçoaremos a qualidade dos funcionários e dos consultores, para que os clientes possam ter acesso a serviços mais profissionais e personalizados. Perspectivando o futuro, a Sociedade esforçar-se-á em criar produtos inovadores e novos canais de venda, a fim de desenvolver ainda mais as actividades e consolidar a sua posição no mercado.

Para mais detalhes, visite http://www.fwd.com.mo/.

Macau, aos 28 de Maio de 2015.

Relatório e Parecer do Conselho Fiscal

Senhores Accionistas da Seguradora Vida FWD (Macau), S.A.

Nos termos do Código Comercial e dos Estatutos da Companhia, o Conselho Fiscal supervisionou a administração da Seguradora Vida FWD (Macau), S.A., ao longo do ano de 2014, até ao dia 31 de Dezembro, acompanhou a actividade da Companhia, e obteve todas as informacões e esclarecimentos que considerou necessários. O Conselho Fiscal considera que as demonstrações financeiras e o relatório de actividades estão correctos e completos, explicando, de forma breve e clara, a situação financeira da Companhia, o desenvolvimento das suas actividades e os resultados das operações referentes ao exercício do ano 2014.

O Conselho Fiscal não verificou qualquer irregularidade nem acto ilícito.

O Conselho Fiscal propõe à Assembleia Geral a aprovação do relatório de actividades, proposta de aplicação do saldo e demonstrações financeiras do Conselho de Administração.

Presidente do Conselho Fiscal, Lo Kwok Chung, Raymond.

Vice-Presidente do Conselho Fiscal, Lam Wai Yin.

Membro do Conselo Fiscal, Leong Ngan Peng, Auditor.

Macau, aos 31 de Março de 2015.

Relatório de Auditor Independente sobre Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os accionistas da Seguradora Vida FWD (Macau), S.A.
(Sociedade por acções de responsabilidade limitada, registada em Macau)

Procedemos à auditoria das demonstrações financeiras da Seguradora Vida FWD (Macau), S.A. relativas ao ano de 2014, nos termos das Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria da Região Administrativa Especial de Macau. No nosso relatório, datado de 17 de Março de 2015, expressámos uma opinião sem reservas relativamente às demonstrações financeiras das quais as presentes constituem um resumo.

As demonstrações financeiras a que se acima se alude compreendem o balanço, à data de 31 de Dezembro de 2014, a demonstração de resultados e a outro rendimento integral, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração de fluxos de caixa relativas ao ano findo, assim como um resumo das políticas contabilísticas relevantes e outras notas explicativas.

As demonstrações financeiras resumidas preparadas pela gerência resultam das demonstrações financeiras anuais auditadas a que acima se faz referência. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas.

Para a melhor compreensão da posição financeira da Seguradora Vida FWD (Macau), S.A. e dos resultados das suas operações, no período e âmbito abrangido pela nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas devem ser lidas conjuntamente com as demonstrações financeiras das quais as mesmas resultam e com o respectivo relatório de auditoria.

Bao, King To, Auditor de Contas
Ernst & Young — Auditores

Macau, aos 17 de Março de 2015.


COMPANHIA DE CORRIDAS DE GALGOS MACAU (YAT YUEN), S.A.

Balanço financeiro ate ao 31/12/2014

A Administradora em Exercício,

O Presidente da Comissão Executiva,

O Gestor Principal,

Leong On Kei, Angela

Ng Chi Sing, Louis

Lei Chi Man, Stanley

Relatório de Administração

A sociedade tem a agradecer o apoio do Governo da Região Administrativa Especial de Macau e o apoio dos seus clientes!

No ano de 2014, a economia de Macau revelou-se bipolar, tendo atingido valores record de receitas de jogo e passado para uma queda acentuada e repentina, num declínio contínuo em todos os sectores de atividade a fazerem face a um aumento dos custos operacionais, motivados pela concorrência e outros factores, pelo que o canídromo também necessariamente se vai ressentir.

O canídromo passou a operar um total de sete centros de apostas: o centro localizado o canídromos, os novos centros situados na Avenida do Infante D. Henrique, Hotel Lisboa, Golden Casino, centro do Iao Hon, centro da Estrada de Coelho do Amaral, Macau Jockey Club na Taipa, que providenciam serviços aposta via telefónica e apostas online.

Olhando para o futuro, o canídromo continuará a procurar activamente oportunidades para expandir o seu negócio, na esperança de introduzir serviços melhores e mais diversificados e promover juntamente com Governo da RAEM os objectivos políticos de tornar Macau num centro internacional de turismo e lazer para a sustentabilidade a longo prazo.

Administradora Executiva,
Sr.ª Leong On Kei.

Parecer do Conselho Fiscal

As contas da Companhia de Corridas de Galgos Macau (Yat Yuen), S.A., foram preparadas de acordo com as leis vigentes em Macau. O Conselho obteve a opinião profissional do auditor independente sobre as contas preparadas da sociedade, e em nossa opinião aqueles documentos dao uma imagem fiel e correcta da situação financeira da Companhia em 31 de Dezembro de 2014, bem como dos resultados gerados no exercício que se concluiu naquela data.

Macau, aos 16 de Março de 2015.

Presidente do Conselho Fiscal,
Ho Yuen Wing ou Louise Mok


中天能源控股有限公司

SINOSKY ENERGY (HOLDINGS) CO., LTD.

二零一四年度董事會報告書

首先,中天能源控股有限公司董事會向各位股東與社會各界對本公司的關心和支持表示衷心感謝。

2014年,中天能源持續面對天然氣購銷價格倒掛和公司資金嚴重短缺等諸多困難,為保障本澳使用清潔環保的天然氣,中天能源仍較好地履行了持續穩定供氣的責任和義務。向澳門電力股份有限公司供氣56,658,728立方米,向南光天然氣有限公司供氣1,315,312立方米,滿足了居民不斷上升的天然氣用氣需求。

為保證天然氣管線運行安全,2014年發現及解決漏氣問題,排除設備故障,增設警示標識樁及轉角牌,處理管道附近施工安全隱患。在澳門特別行政區政府相關部門的支持下,後移了高壓輸氣管線附近的輕軌樁基,清理了佔壓在高壓輸氣管線上方的工程物資,管線沿路沉降路面得到了修復,消除了安全隱患,實現了全年安全生產零事故、零傷亡,天然氣輸入及傳輸系統實現了連續7年安全無事故運行。

根據核數師報告,中天能源2014年全年天然氣銷售收入為158,599,580.29澳門元,天然氣銷售成本157,020,528.46澳門元,2014年度虧損29,834,987.99澳門元,自2006年以來累計虧損177,055,304.60澳門元。

展望2015年,中天能源仍將以安全、平穩向本澳傳輸天然氣為己任,推進天然氣清潔能源的利用,惠及民生,為澳門經濟適度多元發展做出積極的貢獻。

感謝澳門特區政府以及社會各界人士的支持和幫助,董事會成員相信,在公司股東的支持下,在董事會、監事會、執行委員會及全體員工的共同努力下,中天能源秉承長期、安全、平穩供氣的經營宗旨,繼續為本澳用戶提供優質服務,努力推廣清潔能源的有效利用、改善生態環境,以良好的業績和持續有效地發展回報股東、服務社會和造福員工。

中天能源控股有限公司董事會

謝丹、唐錫根、劉永誠、鍾國榮、陳穎

二零一五年三月三十一日

資產負債表

二零一四年十二月三十一日

摘要財務報表之獨立核數師報告

致 中天能源控股有限公司全體股東:
(於澳門註冊成立之有限公司)

本核數師已按照澳門特別行政區政府頒布的《核數準則》和《核數實務準則》審核了中天能源控股有限公司截至二零一四年十二月三十一日止年度財務報表,並於二零一五年三月二十七日就該財務報表發表了無保留意見的核數師報告。

我們認為,摘要財務報表在所有重要方面均與上述經審核的財務報表相符。

為更全面了解該公司於二零一四年十二月三十一日的財務狀況,摘要財務報表應與上述經審核財務報表一併參閱。

何美華
註冊核數師
何美華會計師事務所

澳門,二零一五年三月二十七日


SOCIEDADE DE LOTARIAS WING HING, LIMITADA

PACAPIO

Balanço em 31 de Dezembro de 2013

O Director,

O Gerente,

Louis Ng

Lei Chi Man

RELATÓRIO DE ADMINISTRAÇÃO

A Sociedade de Lotarias Wing Hing, Limitada tem a agradecer o apoio do Governo da Região Administrativa Especial de Macau e o apoio dos seus clientes de longa data!

No ano de 2014, a economia de Macau sob a influência de fatores macroeconômicos verificou uma queda mensal acentuada, quebrando a expectativa externa de aumento, tendo as empresas verificado um aumento dos custos operacionais, motivados pela concorrência de outros países do Sudoeste Asiático. Contudo, felizmente, a Sociedade de Lotarias Wing Hing, Limitada, com um esforço contínuo, conseguiu obter resultados melhores que o ano anterior.

Olhando para o futuro, a empresa continuará a procurar activamente oportunidades de desenvolvimento para expandir seus negócios, na esperança de introduzir maior diversificação e melhor qualidade de serviço por forma a atrair mais clientes para beneficiarem das características únicas da loteria tradicional de Macau.

Os membros da administração,

Ng Chi Sing (吳志誠),       Lei, Chi Man (李志文),

Parecer do Fiscal Única

De acordo com o estabelecido nos estatutos sociais, esta Fiscal Única analisou e auditou o relatório financeiro e as contas da Sociedade do ano em apreço e entendeu a situação da operação e respectivo regime da Sociedade do mesmo ano. A Fiscal Única considera que o referido relatório financeiro reflecte adequadamente todas as informações contabilísticas e o estado financeiro da Sociedade. Mais, o relatório do auditor externo refere que os documentos financeiros da Sociedade reflectem com precisão a situação financeira da Sociedade no exercício findo no dia 31 de Dezembro de 2014.

Tendo em consideração o exposto, esta Fiscal Única propõe aos accionistas que aprovem os seguintes documentos:

1. Relatório financeiro da Sociedade relativo ao ano de 2014;

2. Relatório anual do Conselho de Administração.

A Fiscal Única, Ho Mei Va.
Auditora inscrita

16 de Março de 2015.


聯豐亨保險有限公司

資產負債表

二零一四年十二月三十一日

澳門元

營業表(非人壽保險公司)

二零一四年度

損益表

二零一四年度

澳門元

會計

總經理

張德通

羅錦其

主要股東

股東名稱

股份數目

佔股比例

大豐銀行股份有限公司

152,400

38.10%

中銀集團保險有限公司

128,000

32.00%

華僑永亨銀行股份有限公司

48,000

12.00%

中國工商銀行(澳門)股份有限公司

24,000

6.00%

本公司出資超越有關機構資本5%之名單

機構名稱

股份數目

佔股比例

股東大會主席團

主席

何厚鏗

副主席

華僑永亨銀行股份有限公司

秘書

中國工商銀行(澳門)股份有限公司

董事會

董事長

劉大國(二零一四年三月二十五日離任)

秦立儒(二零一四年三月二十五日委任)

副董事長

中銀集團保險有限公司(曾小平代表)

李德濂

董事

何厚鏗

陳錦聯

徐繼昌

歐陽耀光

尹秀榮

羅錦其

華僑永亨銀行股份有限公司(林麗珍代表)

恒生保險有限公司(周耀明代表)(二零一四年三月二十五日離任)

恒生保險有限公司(鄧子平代表)(二零一四年三月二十五日委任)

公司秘書

張德通

監事會

主席

朱曉平

副主席

陳恒和

委員

袁福和

行政管理

總經理

羅錦其

副總經理

區麗麗

會計

張德通

摘要財務報表之獨立核數報告

致聯豐亨保險有限公司全體股東:
(於澳門註冊成立之股份有限公司)‬

我們按照澳門特別行政區之《核數準則》和《核數實務準則》審核了聯豐亨保險有限公司二零一四年度的財務報表,並已於二零一五年三月九日就該財務報表發表了無保留意見的核數報告。

上述已審核的財務報表由二零一四年十二月三十一日的資產負債表以及截至該日止年度的損益表、權益變動表和現金流量表組成,亦包括重大會計政策的摘要和解釋附註。

隨附由管理層編製的摘要財務報表是上述已審核財務報表的撮要內容,我們認為,摘要財務報表的內容,在所有重要方面,與已審核財務報表的內容一致。

為更全面了解聯豐亨保險有限公司的財務狀況和經營結果以及核數工作的範圍,隨附的摘要財務報表應與已審核的財務報表以及獨立核數報告一併閱讀。

包敬燾
註冊核數師
安永會計師事務所

二零一五年三月九日,於澳門

董事會暨監事會聯合報告書

本公司二零一四年度賬目已核算完畢,董事暨監事謹呈上該年度業務及財務報告。

業務範圍及營業概況

本公司於財政年度內經營保險業務。

二零一四年澳門一般(非人壽)保險市場隨著澳門經濟的發展繼續保持增長。根據澳門金融管理局公佈的保險業務統計臨時數字,二零一四年澳門非人壽保險毛保費收入達到19.6億元(澳門元,下同),較二零一三年增加約5.09%。

本公司繼續秉持穩健和多元化的業務拓展策略,二零一四年毛保費收入4.57億元,較二零一三年增長13.09%。

業績及盈餘分配

本公司營運結果列於財務報表之第3頁至第7頁。

經董事會建議並獲監事會同意之利潤分配方案呈股東週年大會審議通過。

董事及監事

二零一四年財政年度內董事會成員為:秦立儒、中銀集團保險有限公司(曾小平代表)、李德濂、何厚鏗、陳錦聯、徐繼昌、歐陽耀光、尹秀榮、華僑永亨銀行股份有限公司(林麗珍代表)、恒生保險有限公司(鄧子平代表)及羅錦其。

二零一四年財政年度內監事會成員為:朱曉平、陳恒和及袁福和。

核數師

本公司財務報表經由安永會計師事務所查核完畢,並經監事會審閱及建議呈股東週年大會決議通過。而安永會計師事務所今年已任滿告退,但表示願意應聘連任,監事會議決通過建議續聘安永會計師事務所為本公司二零一五年度的核數師。

秦立儒

朱曉平

董事長

監事會主席

澳門二零一五年三月十日


聯豐亨人壽保險股份有限公司

資產負債表

二零一四年十二月三十一日

澳門元

營業表(人壽保險公司)

二零一四年度

損益表

二零一四年度

澳門元

會計

總經理

張德通

羅錦其

主要股東

股東名稱

股份數目

佔股比例

大豐銀行股份有限公司

285,750

28.58%

中銀集團保險有限公司

275,000

27.50%

華僑永亨銀行股份有限公司

105,000

10.50%

永隆保險有限公司

60,000

6.00%

本公司出資超越有關機構資本5%之名單

機構名稱

股份數目

佔股比例

股東大會主席團

主席

大豐銀行股份有限公司

副主席

永隆保險有限公司

秘書

創興保險有限公司

董事會

董事長

劉大國(二零一四年三月二十五日離任)

秦立儒(二零一四年三月二十五日委任)

副董事長

中銀集團保險有限公司(曾小平代表)

董事

李德濂

陳錦聯

郭錫志

徐繼昌

羅錦其

公司秘書

林正光

監事會

主席

伍華

副主席

歐陽耀光

委員

袁福和

行政管理

總經理

羅錦其

副總經理

林正光

會計

張德通

摘要財務報表之獨立核數報告

致聯豐亨人壽保險股份有限公司全體股東:
(於澳門註冊成立之股份有限公司)

我們按照澳門特別行政區之《核數準則》和《核數實務準則》審核了聯豐亨人壽保險股份有限公司二零一四年度的財務報表,並已於二零一五年三月九日就該財務報表發表了無保留意見的核數報告。

上述已審核的財務報表由二零一四年十二月三十一日的資產負債表以及截至該日止年度的損益表、權益變動表和現金流量表組成,亦包括重大會計政策的摘要和解釋附註。

隨附由管理層編製的摘要財務報表是上述已審核財務報表的撮要內容,我們認為,摘要財務報表的內容,在所有重要方面,與已審核財務報表的內容一致。

為更全面了解聯豐亨人壽保險股份有限公司的財務狀況和經營結果以及核數工作的範圍,隨附的摘要財務報表應與已審核的財務報表以及獨立核數報告一併閱讀。

包敬燾
註冊核數師
安永會計師事務所

二零一五年三月九日,於澳門

董事會暨監事會聯合報告書

本公司二零一四年度賬目已核算完畢,董事暨監事謹呈上該年度業務及財務報告。

業務範圍及營業概況

本公司於財政年度經管人壽險產品及私人退休金管理業務。

二零一四年澳門的博彩收入雖然同比減少,但經濟仍然保持一定的增長,澳門人壽保險市場保持強勁增長。根據澳門金融管理局提供的保險業臨時統計數字,二零一四年澳門人壽保險業務毛保費收入為69億(澳門元,下同),較二零一三年增長約39%;澳門私人退休金管理業務方面,總受託管理資產約121億元,較二零一三年增長19%。

本公司繼續以穩健的策略拓展業務,二零一四年毛保費收入為1.26億元,較二零一三年減少8.64%。在私人退休金管理業務方面,二零一四年底本公司管理之資產達31億元,較二零一三年增長19%。

業績及盈餘結果

本公司營運結果列於財務報表之第3頁至第7頁。

經董事會建議並獲監事會同意之利潤分配方案,將呈交股東週年大會審議通過。

董事及監事

二零一四年財政年度內董事會成員為:秦立儒、中銀集團保險有限公司(曾小平代表)、李德濂、陳錦聯、郭錫志、徐繼昌及羅錦其。

二零一四年財政年度內監事會成員為:伍華、歐陽耀光及袁福和。

核數師

本公司財務報表經由安永會計師事務所查核完畢,並經監事會審閱及建議呈股東週年大會決議通過。而安永會計師事務所今年已任滿告退,但表示願意應聘連任。監事會議決通過建議續聘安永會計師事務所為本公司二零一五年度的核數師。

秦立儒

伍華

董事長

監事會主席

澳門二零一五年三月十日


COMPANHIA DE GÁS NATURAL NAM KWONG, LIMITADA

Relatório do Conselho de Administração

A Companhia de Gás Natural Nam Kwong, Limitada assinou, com o Governo de RAEM, o “Contrato de Concessão do Serviço Público de Distribuição de Gás Natural”, de modo a explorar as actividades de serviço público, nomeadamente a instalação das redes de distribuição de gás natural e a distribuição de gás natural, cumprindo as responsabilidades e obrigações da sociedade detentora de exclusivo.

De acordo com o relatório de auditores, até ao dia 31 de Dezembro de 2014, as obras de construção e o investimento em activos fixos custaram 234.013.570 patacas. O volume de vendas do gás natural da Companhia em 2014 foi de 1.255.189 de metros cúbicos. As receitas foram 7.635.664 patacas. O custo de venda foi de 3.438.369 patacas. Registou-se um prejuízo de 19.752.515 patacas no corrente ano, com resultados deficitários acumulados a exercícios anteriores de 45.545.702 patacas.

Em 2014, a Companhia abordou planos de desenvolvimento da actividade, focalizando a exploração de mercados, a construção de infra-estruturas e o funcionamento da produção com segurança. Sob os esforços conjuntos de todos os funcionários, a Companhia assegurou o funcionamento em segurança do posto de redução de pressão de gás natural em Coloane, equipamentos de gás natural veicular, redes das zonas de Cotai. Além disso, tem-se fornecido, de forma segura e estável, a gás natural para Seac Pai Wan, novo campus da UM na Ilha de Hengqin e certas partes da Taipa, bem como a gás natural veicular para autocarros de Macau. A fim de satisfazer as necessidades dos usuários, a Companhia tem esforçado em estender as redes de gasodutos. Em 2014, foi concluída cerca de 7 km de instalação, as redes principais de gás natural já cobriram a maioria das zonas de Taipa e Cotai.

Ao mesmo tempo, a Companhia prestou atenção na administação interna, realizando a complementação e aperfeiçoamento dos regimes relativos à operação e manutenção dos equipamentos, bem como a alteração do plano de resposta à emergência. Para além disso, em conformidade com as normas técnicas internacionais, a Companhia estabeleceu o Sistema de Informação Geográfica (GIS) de redes de gasoduto, melhorando o Sistemas de Supervisão e Aquisição de Dados (SCADA), de modo a assegurar o funcionamento em segurança dos postos e redes, bem como o aumento da qualidade de serviço.

Perspectivando o ano de 2015, a Companhia irá coordenar o desenvolvimento do planeamento da RAEM e aperfeiçoar a distribuição da rede de gasodutos regional, continuando a expandir as colunas montantes do gás natural, satisfazendo as exigências de utilização do gás natural dos vários tipos de clientes. Ao mesmo tempo, a Companhia irá aperfeiçoar ainda mais as instalações do fornecimento do gás de emergência, com o intuito de assegurar a estabilidade do fornecimento do gás pela rede de gasodutos.

Queria aproveitar essa oportunidade de manifestar, em representação da Companhia de Gás Natural Nam Kwong, Limitada (GAS), os agradecimentos pelos apoios e auxílios dados pelo Governo da RAEM e diversos sectores da sociedade. Acreditamos que, sob os esforços do Conselho Administrativo e de todos os trabalhadores, a Companhia de Gás Natural Nam Kwong, Lda. irá cumprir com fidelidade o princípio empresarial de “Contributos para a sociedade e benefício mútuo com clientes”, praticando o objectivo de “Macau numa cidade ecológico e a vida conveniente”.

Presidente do conselho de administração: Choi Kin

No 29 de Abril de 2015.

Relatório de Auditor Independente sobre Demonstrações Financeiras Resumidas

Para os accionistas da Companhia de Gás Natural Nam Kwong, Limitada
(Sociedade de responsabilidade limitada, registada em Macau)

Procedemos à auditoria das demonstrações financeiras da Companhia de Gás Natural Nam Kwong, Limitada relativas ao ano de 2014, nos termos das Normas de Auditoria e Normas Técnicas de Auditoria da Região Administrativa Especial de Macau. No nosso relatório, datado de 29 de Abril de 2015, expressámos uma opinião sem reservas relativamente às demonstrações financeiras.

As demonstrações financeiras a que se acima se alude compreendem o balanço, à data de 31 de Dezembro de 2014, a demonstração de resultados, a demonstração de alterações no capital próprio e a demonstração de fluxos de caixa relativas ao ano findo, assim como um resumo das políticas contabilísticas relevantes e outras notas explicativas.

As demonstrações financeiras resumidas preparadas pela gerência resultam das demonstrações financeiras anuais auditadas da sociedade. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras resumidas são consistentes, em todos os aspectos materiais, com as demonstrações financeiras auditadas da sociedade.

Para a melhor compreensão da posição financeira da sociedade e dos resultados das suas operações, no período e âmbito abrangido pela nossa auditoria, as demonstrações financeiras resumidas devem ser lidas conjuntamente com as demonstrações financeiras das quais as mesmas resultam e com o respectivo relatório de auditoria.

Ieong Lai Kun, Auditor de Contas
KPMG

Macau, 29 de Abril de 2015.

Balanços até ao dia 31 de Dezembro de 2014

(Em MOP)


    

Versγo PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
Get Adobe Reader