Novidades:    
 Revista da P.S.P.

 Investigação Criminal e Sistema Jurídico

 Investigação Criminal e Sistema Jurídico

 2015 Relatório Anual Corpo de Polícia de Segurança Pública

 Situação da satisfação do cidadão no âmbito de serviços de 2014

 Colectânea de Jurisprudência do Tribunal de Segunda Instância da Região Administrativa Especial de Macau

 Regime do Notrariado Privativo

 Revista «Administração»

 Cerimónia de Imposição de Medalhas e Títulos Honoríficos do Ano de 2015

   

 [ ^ ]  

    

[ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]


REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU

GABINETE DO CHEFE DO EXECUTIVO

Diploma:

Despacho do Chefe do Executivo n.º 210/2013

BO N.º:

29/2013

Publicado em:

2013.7.15

Página:

625

  • Extinque o Grupo de Coordenação da Segurança dos Produtos Alimentares, criado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 265/2008.

Versão Chinesa

Diplomas
revogados
:
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 265/2008 - Cria um Grupo de Coordenação sobre a segurança dos produtos alimentares.
  • Diplomas
    relacionados
    :
  • Lei n.º 5/2013 - Lei de segurança alimentar.
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 211/2013 - Altera os artigos 8.º e 45.º do Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, publicado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 2/2002.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • REGIME JURÍDICO DAS INFRACÇÕES CONTRA A SAÚDE PÚBLICA E CONTRA A ECONOMIA - INSTITUTO PARA OS ASSUNTOS CÍVICOS E MUNICIPAIS - SERVIÇOS DE SAÚDE - CONSELHO DE CONSUMIDORES - TRIBUNAIS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 210/2013

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau, o Chefe do Executivo manda:

    1. É extinto o Grupo de Coordenação da Segurança dos Produtos Alimentares, criado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 265/2008.

    2. É revogado o Despacho do Chefe do Executivo n.º 265/2008.

    3. O presente despacho entra em vigor na data do início da vigência da Lei n.º 5/2013 (Lei de segurança alimentar).

    8 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 211/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    625-630

    • Altera os artigos 8.º e 45.º do Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, publicado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 2/2002.

    Versão Chinesa

    Alterações :
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 425/2015 - Altera os artigos do Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais.
  • Diplomas
    relacionados
    :
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 2/2002 - Aprova o Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais.
  • Lei n.º 5/2013 - Lei de segurança alimentar.
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 210/2013 - Extinque o Grupo de Coordenação da Segurança dos Produtos Alimentares, criado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 265/2008.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • REGIME JURÍDICO DAS INFRACÇÕES CONTRA A SAÚDE PÚBLICA E CONTRA A ECONOMIA - INSTITUTO PARA OS ASSUNTOS CÍVICOS E MUNICIPAIS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 211/2013

    Em conformidade com o previsto na alínea 4) do n.º 2 do artigo 4.º dos Estatutos do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, aprovados pela Lei n.º 17/2001 (Criação do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais), e na alínea 1) do artigo 12.º do Regulamento Administrativo n.º 32/2001 (Organização e funcionamento do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais), o Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais e as respectivas alterações foram devidamente aprovados e homologados;

    Dada a natureza do referido Regulamento Orgânico, considerou-se adequada a sua publicação no Boletim Oficial da Região Administrativa Especial de Macau, tendo o mesmo e as respectivas alterações sido mandados publicar, respectivamente, pelos Despachos do Chefe do Executivo n.º 2/2002 e n.º 117/2008;

    Tendo em conta a necessidade de se proceder a novas alterações ao referido Regulamento Orgânico, as quais foram, já, devidamente aprovadas e homologadas;

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau, o Chefe do Executivo manda:

    1. São publicadas as alterações aos artigos 8.º e 45.º do Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, publicado pelo Despacho do Chefe do Executivo n.º 2/2002, que passam a ter a seguinte redacção:

    «Artigo 8.º

    Estrutura

    ......

    1) ......

    (1) ......

    (2) ......

    (3) ......

    (4) ......

    (5) ......

    (6) ......

    (7) ......

    (8) *

    (9) *

    (10) (anterior subalínea (11))

    (11) Centro de Segurança Alimentar.

    * Revogado - Consulte também: Despacho do Chefe do Executivo n.º 425/2015

    2) ......

    (1) ......

    (2) ......

    (3) ......

    (4) ......

    (5) ......

    Artigo 45.º

    Laboratório

    1. O Laboratório é uma subunidade orgânica operativa, equiparada a divisão, em matéria de análise e fiscalização da qualidade das águas para consumo ou utilização humana e da análise dos géneros alimentícios.

    2. ......

    1) ......

    2) ......

    3) Apoiar a realização de estudos e análises laboratoriais, a solicitação de entidades públicas;

    4) Apoiar o IACM na realização de análises relacionadas com a segurança alimentar.»

    2. São publicados os artigos 45.º-A, 45.º-B, 45.º-C e 45.º-D, aditados ao Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, com a seguinte redacção:

    «Artigo 45.º-A

    Centro de Segurança Alimentar

    1. O Centro de Segurança Alimentar é uma subunidade orgânica operativa, equiparada a serviços, no domínio da segurança alimentar.

    2. O Centro de Segurança Alimentar compreende:

    1) A Divisão de Gestão e Planeamento;

    2) A Divisão de Avaliação de Riscos;

    3) A Divisão de Informação de Riscos.

    Artigo 45.º-B

    Divisão de Gestão e Planeamento

    Compete à Divisão de Gestão e Planeamento:

    1) Estudar e apresentar propostas para a definição de políticas, planos e objectivos de segurança alimentar;

    2) Investigar e tratar das queixas relacionadas com a segurança alimentar;

    3) Executar as medidas de prevenção e controlo aplicadas nos termos da Lei n.º 5/2013 (Lei de segurança alimentar);

    4) Controlar os géneros alimentícios postos em circulação no mercado, nomeadamente através da fiscalização dos locais ou estabelecimentos onde se efectua a sua produção e comercialização;

    5) Investigar e tratar dos incidentes de segurança alimentar;

    6) Executar as políticas e decisões relativas a incidentes de segurança alimentar;

    7) Realizar as tarefas de fiscalização da segurança alimentar;

    8) Instaurar e instruir os procedimentos relativos às infracções administrativas previstas na Lei n.º 5/2013 (Lei de segurança alimentar).

    Artigo 45.º-C

    Divisão de Avaliação de Riscos

    Compete à Divisão de Avaliação de Riscos:

    1) Recolher informações sobre a segurança alimentar;

    2) Proceder à avaliação e ao estudo relativos aos riscos de segurança alimentar;

    3) Apresentar fundamentos científicos e propostas para a gestão dos riscos de segurança alimentar;

    4) Avaliar o grau dos riscos que os incidentes de segurança alimentar possam causar ao público e apresentar propostas cientificamente fundamentadas;

    5) Definir e emitir instruções de segurança alimentar;

    6) Propor critérios de segurança alimentar.

    Artigo 45.º-D

    Divisão de Informação de Riscos

    Compete à Divisão de Informação de Riscos:

    1) Manter o contacto com organizações internacionais ou regionais de segurança alimentar;

    2) Manter a comunicação e o contacto com o sector alimentar e o público;

    3) Divulgar as informações sobre a segurança alimentar;

    4) Emitir alertas relativos à segurança alimentar;

    5) Realizar acções de intercâmbio relativas à segurança alimentar, nomeadamente seminários profissionais e palestras;

    6) Organizar acções de formação, sensibilização e educação, bem como exposições e actividades de divulgação, no âmbito da segurança alimentar;

    7) Responder às consultas por parte do público no âmbito de segurança alimentar.»

    3. É publicado em anexo ao presente despacho o novo organograma do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais, a que se refere o artigo 57.º do Regulamento Orgânico do Instituto para os Assuntos Cívicos e Municipais.

    4. As alterações publicadas pelo presente despacho produzem efeitos a partir da data do início da vigência da Lei n.º 5/2013 (Lei de segurança alimentar).

    8 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    ———

    ANEXO*

    Organograma do IACM

    (a que se refere o artigo 57.º do Regulamento Orgânico do IACM)

    * Alterado - Consulte também: Despacho do Chefe do Executivo n.º 425/2015

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 212/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    631

    • Emite e põe em circulação a reimpressão da emissão ordinária de etiquetas postais designada «Património Mundial».

    Versão Chinesa

    Diplomas
    relacionados
    :
  • Decreto-Lei n.º 88/99/M - Estabelece os princípios gerais a observar na prestação dos serviços postais e na instalação e utilização de infra-estruturas de correio.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • FILATELIA - DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE CORREIOS -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 212/2013

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do n.º 2 do artigo 19.º do Decreto-Lei n.º 88/99/M, de 29 de Novembro, o Chefe do Executivo manda:

    Considerando o proposto pela Direcção dos Serviços de Correios, é emitida e posta em circulação, a partir do dia 22 de Julho de 2013, cumulativamente com as que estão em vigor, a reimpressão da emissão ordinária de etiquetas postais designada «Património Mundial», nas taxas seguintes:

    $0,50; $1,00; $1,50; $2,00; $3,00; $3,50; $4,00; $4,50; $5,00; $5,50; $8,00; $10,00; $12,00; $30,00 e $50,00.

    9 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 213/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    631

    • Autoriza a celebração do contrato para a execução da «Empreitada de Construção de Passagem Superior Pedonal na Rotunda do Istmo».

    Versão Chinesa

    Alterações :
  • Despacho do Chefe do Executivo n.º 463/2014 - Altera o escalonamento fixado no n.º 1 do Despacho do Chefe do Executivo n.º 213/2013.
  • Diplomas
    relacionados
    :
  • Regulamento Administrativo n.º 6/2006 - Regime de administração financeira pública.
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 213/2013

    Tendo sido adjudicada à China Road and Bridge Corporation a execução da «Empreitada de Construção de Passagem Superior Pedonal na Rotunda do Istmo», cujo prazo de execução se prolonga por mais de um ano económico, torna-se necessário garantir a sua cobertura financeira.

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do artigo 20.º do Regulamento Administrativo n.º 6/2006 (Regime de administração financeira pública), na redacção que lhe foi conferida pelo Regulamento Administrativo n.º 28/2009, o Chefe do Executivo manda:

    1. É autorizada a celebração do contrato com a China Road and Bridge Corporation, para a execução da «Empreitada de Construção de Passagem Superior Pedonal na Rotunda do Istmo», pelo montante de $ 139 963 209,30 (cento e trinta e nove milhões, novecentas e sessenta e três mil, duzentas e nove patacas e trinta avos), com o escalonamento que a seguir se indica:

    Ano 2013 $ 69 963 209,30
    Ano 2014 $ 70 000 000,00

    2. O encargo referente a 2013 será suportado pela verba inscrita no capítulo 40.º «Investimentos do Plano», código económico 07.04.00.00.06, subacção 8.051.187.02, do Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau para o corrente ano.

    3. O encargo referente a 2014 será suportado pela verba correspondente, a inscrever no Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau desse ano.

    4. O saldo que venha a apurar-se no ano económico de 2013, relativamente ao limite fixado no n.º 1 do presente despacho, pode transitar para o ano económico seguinte, desde que a dotação global do organismo, que suporta os encargos da acção, não sofra qualquer acréscimo.

    10 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 214/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    632

    • Autoriza a celebração do contrato para a prestação de «Serviço de limpeza no mar 2013-2014».

    Versão Chinesa

    Diplomas
    relacionados
    :
  • Regulamento Administrativo n.º 6/2006 - Regime de administração financeira pública.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • DIRECÇÃO DOS SERVIÇOS DE ASSUNTOS MARÍTIMOS E DE ÁGUA -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 214/2013

    Tendo sido adjudicada à Agência de Transporte de Passageiros Yuet Tung, Limitada a prestação de «Serviço de limpeza no mar 2013-2014», cujo prazo de execução se prolonga por mais de um ano económico, torna-se necessário garantir a sua cobertura financeira.

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do artigo 20.º do Regulamento Administrativo n.º 6/2006 (Regime de administração financeira pública), na redacção que lhe foi conferida pelo Regulamento Administrativo n.º 28/2009, o Chefe do Executivo manda:

    1. É autorizada a celebração do contrato com a Agência de Transporte de Passageiros Yuet Tung, Limitada, para a prestação de «Serviço de limpeza no mar 2013-2014», pelo montante de $ 8 238 000,00 (oito milhões, duzentas e trinta e oito mil patacas), com o escalonamento que a seguir se indica:

    Ano 2013 $ 4 805 500,00
    Ano 2014 $ 3 432 500,00

    2. O encargo referente a 2013 será suportado pela verba inscrita na divisão 01 do capítulo 27.º «Capitania dos Portos», rubrica «02.03.09.00.99 Outros», do Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau para o corrente ano.

    3. O encargo referente a 2014 será suportado pela verba correspondente, a inscrever no Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau desse ano.

    4. O saldo que venha a apurar-se no ano económico de 2013, relativamente ao limite fixado no n.º 1 do presente despacho, pode transitar para o ano económico seguinte, desde que a dotação global do organismo, que suporta os encargos da acção, não sofra qualquer acréscimo.

    10 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 215/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    632-633

    • Autoriza a celebração do contrato para a prestação dos «Serviços de Embalagem de Cinzas Volantes Solidificadas — Central de Incineração de Resíduos Sólidos».

    Versão Chinesa

    Diplomas
    relacionados
    :
  • Regulamento Administrativo n.º 6/2006 - Regime de administração financeira pública.
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 215/2013

    Tendo sido adjudicada ao Consórcio CCSC — Incineração de Resíduos de Macau a prestação dos «Serviços de Embalagem de Cinzas Volantes Solidificadas — Central de Incineração de Resíduos Sólidos», cujo prazo de execução se prolonga por mais de um ano económico, torna-se necessário garantir a sua cobertura financeira.

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do artigo 20.º do Regulamento Administrativo n.º 6/2006 (Regime de administração financeira pública), na redacção que lhe foi conferida pelo Regulamento Administrativo n.º 28/2009, o Chefe do Executivo manda:

    1. É autorizada a celebração do contrato com o Consórcio CCSC — Incineração de Resíduos de Macau, para a prestação dos «Serviços de Embalagem de Cinzas Volantes Solidificadas — Central de Incineração de Resíduos Sólidos», pelo montante de $ 22 753 894,00 (vinte e dois milhões, setecentas e cinquenta e três mil, oitocentas e noventa e quatro patacas), com o escalonamento que a seguir se indica:

    Ano 2013 $ 15 221 231,00
    Ano 2014 $ 7 532 663,00

    2. O encargo referente a 2013 será suportado pela verba inscrita no capítulo 40.º «Investimentos do Plano», código económico 07.12.00.00.07, subacção 8.044.086.20, do Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau para o corrente ano.

    3. O encargo referente a 2014 será suportado pela verba correspondente, a inscrever no Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau desse ano.

    4. O saldo que venha a apurar-se no ano económico de 2013, relativamente ao limite fixado no n.º 1 do presente despacho, pode transitar para o ano económico seguinte, desde que a dotação global do organismo, que suporta os encargos da acção, não sofra qualquer acréscimo.

    10 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 216/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.15

    Página:

    633-634

    • Autoriza a celebração do contrato para a prestação dos serviços de «Operação e Manutenção da Estação de Tratamento de Resíduos Especiais e Perigosos de Macau».

    Versão Chinesa

    Diplomas
    relacionados
    :
  • Regulamento Administrativo n.º 6/2006 - Regime de administração financeira pública.
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 216/2013

    Tendo sido adjudicada ao Consortium formed by Sinogal – Waste Services Co. Ltd. & Sino Environmental Services Corporation a prestação dos serviços de «Operação e Manutenção da Estação de Tratamento de Resíduos Especiais e Perigosos de Macau», cujo prazo de execução se prolonga por mais de um ano económico, torna-se necessário garantir a sua cobertura financeira.

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do artigo 20.º do Regulamento Administrativo n.º 6/2006 (Regime de administração financeira pública), na redacção que lhe foi conferida pelo Regulamento Administrativo n.º 28/2009, o Chefe do Executivo manda:

    1. É autorizada a celebração do contrato com o Consortium formed by Sinogal – Waste Services Co. Ltd. & Sino Environmental Services Corporation, para a prestação dos serviços de «Operação e Manutenção da Estação de Tratamento de Resíduos Especiais e Perigosos de Macau», pelo montante de $ 8 797 400,00 (oito milhões, setecentas e noventa e sete mil e quatrocentas patacas), com o escalonamento que a seguir se indica:

    Ano 2013 $ 6 598 050,00
    Ano 2014 $ 2 199 350,00

    2. O encargo referente a 2013 será suportado pela verba inscrita no capítulo 40.º «Investimentos do Plano», código económico 07.12.00.00.06, subacção 8.044.085.05, do Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau para o corrente ano.

    3. O encargo referente a 2014 será suportado pela verba correspondente, a inscrever no Orçamento da Região Administrativa Especial de Macau desse ano.

    4. O saldo que venha a apurar-se no ano económico de 2013, relativamente ao limite fixado no n.º 1 do presente despacho, pode transitar para o ano económico seguinte, desde que a dotação global do organismo, que suporta os encargos da acção, não sofra qualquer acréscimo.

    10 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.

    Diploma:

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 218/2013

    BO N.º:

    29/2013

    Publicado em:

    2013.7.19

    Página:

    650

    • Fixa a data de inauguração do novo campus da Universidade de Macau na Ilha de Hengqin.

    Versão Chinesa

    Diplomas
    relacionados
    :
  • Lei n.º 3/2013 - Estabelece as normas fundamentais para a aplicação do Direito da Região Administrativa Especial de Macau no novo campus da Universidade de Macau na Ilha de Hengqin.
  • Categorias
    relacionadas
    :
  • UNIVERSIDADE DE MACAU -
  • Notas em LegisMac

    Versão original em formato PDF

    Despacho do Chefe do Executivo n.º 218/2013

    Usando da faculdade conferida pelo artigo 50.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau e nos termos do n.º 2 do artigo 5.º da Lei n.º 3/2013 que «Estabelece as normas fundamentais para a aplicação do Direito da Região Administrativa Especial de Macau no novo campus da Universidade de Macau na Ilha de Hengqin», o Chefe do Executivo manda:

    1. É fixada em 20 de Julho de 2013 a data de inauguração do novo campus da Universidade de Macau na Ilha de Hengqin.

    2. O presente despacho entra em vigor no dia seguinte ao da sua publicação.

    16 de Julho de 2013.

    O Chefe do Executivo, Chui Sai On.


    [ Página Anterior ][ Versão Chinesa ]


       

     [ ^ ]  

        

    Consulte também:

    Cerimónia de Imposição de Medalhas e Títulos Honoríficos do Ano de 2015


    Versão PDF optimizada para Adobe Reader 7.0 ou superior.
    Get Adobe Reader